Práticas de indução docente e desenvolvimento profissional: contribuições do Programa de Mentoria para professoras iniciantes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271996459

Palavras-chave:

Maturidade profissional, Docência, Carreira docente.

Resumo

A indução docente visa atender professores em início de carreira, num processo de acompanhamento, assessoria e formação, considerando as vivências da prática profissional. Assim, este texto tem por objetivo analisar as práticas de indução e o desenvolvimento profissional docente de professoras iniciantes, participantes do Programa de Mentoria Online, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, tendo como foco as relações, acompanhamento e os desafios. Para tanto, foi realizada uma investigação de abordagem qualitativa e exploratória, cujos dados foram produzidos no ano de 2022, no município de Itapetinga-BA. Contou com a participação de duas professoras iniciantes da Educação Infantil, que participaram de um programa de indução. Os dados foram produzidos a partir da entrevista semiestruturada e analisados a partir da técnica de análise de conteúdo, com emersão de duas categorias: a) relação e acompanhamento; b) desafios. Evidenciamos a contribuição do Programa de indução na construção da docência das professoras iniciantes e que as práticas empreendidas beneficiaram o seu Desenvolvimento Profissional. Constatamos que as aprendizagens da docência foram constantes, e que a indução vivenciada colaborou para busca de superação de desafios e construção de relações. Entendemos, com isso, que as práticas de indução precisam avançar para o caráter permanente, subsidiadas como políticas públicas.

 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lúcia Gracia Ferreira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pós-doutorado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia-Itapetinga (UESB). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFBA e UESB; Grupo de Pesquisa e Estudos Pedagógicos/UESB.

Rita de Cássia Souza Nascimento Ferraz, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pós-doutorado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professora Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; Grupo de Pesquisa em Estudos Pedagógicos/UESB.

Roselane Duarte Ferraz, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Recife (UFPE). Pós-doutorado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).Professora Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; Grupo de Pesquisa e Estudos Pedagógicos/UESB.

Referências

ALMEIDA, Patrícia Cristina Albiere de et al. As pesquisas sobre professores iniciantes: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica de Educação, v. 14, e4152113, 2020. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4152. Acesso em: 19 ago. 2022.

ALMEIDA, Paula Cristina Soares Silva de. Condições do trabalho docente: políticas e processos de desenvolvimento profissional. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BECA, Carlos Eugenio; BOERR, Ingrid. Políticas de inducción a profesores nóveles: experiencia chilena y desafíos para América Latina. Revista Eletrônica de Educação, v. 14, 1-23, jan./dez. 2020. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4683. Acesso em: 05 jan. 2022.

CÉSARIO, Priscila Menarin. Programa Híbrido de Mentoria: contribuições para a aprendizagem da docência de professoras iniciantes. 2021. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2021.

CRUZ, Giseli Barreto; FARIAS, Isabel Maria Sabino de; HOBOLD, Márcia de S. Indução profissional e o início do trabalho docente: debates e necessidades. Revista Eletrônica de Educação, v.14, 1-15, e4149114, jan./dez. 2020. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4149/0. Acesso em: 29 jun. 2021.

CRUZ, Lílian Moreira. Desenvolvimento Profissional, formação stricto sensu e seus desdobramentos no exercício da docência de professores/as da Educação Básica: uma abordagem freireana. 2022. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2022.

ENGUITA, Mariano Fernández. Educar em tempos incertos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Professores da zona rural em início de carreira: narrativas de si e desenvolvimento profissional. 2014. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Desenvolvimento profissional e carreira docente: diálogos sobre professores iniciantes. Acta Scientiarum. Education. v. 39, p. 79-89, jan./mar. 2017. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/29143. Acesso em: 03 dez. 2017.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Desenvolvimento profissional docente: percursos teóricos, perspectivas e (des)continuidades. Educação em Perspectiva. v. 11, p. 1-18, jul. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/9326. Acesso em: 07 set. 2020.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Programa de mentoria online: uma proposta de indução docente. Revista de Estudos em Educação e Diversidade, Itapetinga, v. 2, n. 6, p. 1-22, out./dez., 2021a. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/reed/article/view/10113. Acesso em: 20 abr. 2022.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Desenvolvimento profissional docente: cotidiano e aprendizagem da docência de professores iniciantes. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 6, p.58-80, 2021b. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/508/255. Acesso em: 20 out. 2021.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Os contextos de crises e a relação com as políticas de valorização docente. Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGÉS), Itapetinga, v. 2, n. 3, p. 55-77, set./dez. 2021c. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/poliges/article/view/9973. Acesso em: 8 jan. 2023.

FERREIRA, Lúcia Gracia. Desenvolvimento profissional e carreira docente brasileira: intercessões e diálogos com professores da educação básica. Campinas: Pontes Editores, 2023.

FERREIRA, Lúcia Gracia; ANUNCIATO, Rosa Maria Moraes. Cartas que revelam a vida: histórias de professores iniciantes da zona rural. Revista Práxis Educacional, v. 14, n. 30, p. 229-246, 2018a. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4369/3496. Acesso: 22 ago. 2019.

FERREIRA, Lúcia Gracia; ANUNCIATO, Rosa Maria Moraes. Ruralidades que atravessam a formação: histórias de vida de professores iniciantes da zona rural. Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos, v. 6, p. 121-137, 2018b. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/educajovenseadultos/article/view/5699. Acesso: 20 set. 2019.

FERREIRA, Lúcia Gracia; ANUNCIATO, Rosa Maria Moraes. Início da carreira docente: o que dizem as dissertações e teses brasileiras. Revista Educação e Cultura Contemporânea, PPGE/UNESA, Rio de Janeiro, v. 17, n. 50, p. 421-459, 2020. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/viewArticle/5413. Acesso em: 09 nov. 2020.

FERREIRA, Lúcia Gracia et al. Aprendizagem da docência na pandemia: o Programa de Mentoria On-line da UESB. Educação & Formação, Fortaleza, v. 8, e10046, 2023.

Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/e10046. Acesso em: 09 set. 2023.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GOBATO, Paula Grizzo. Programa de Formação Online de Mentores da UFSCar: Contribuições para o desenvolvimento profissional de professores iniciantes participantes. 2020. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2020.

GONÇALVES, José Alberto. A carreira das professoras do ensino primário. In: NÓVOA, Antonio (Org.). Vidas de Professores. Porto: Porto Editora, 1992. p. 141-169.

GORICHON, Solange et al. Prácticas de mentoría para la inducción de docentes principiantes: análisis de cuatro casos chilenos al inicio del proceso. Calidad en la educación, Santiago, n. 52, p. 12-48, jul. 2020. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-45652020000100012&lng=es&nrm=iso. Acesso: 10 ago. 2021.

HUBERMAN, Michaël. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antonio (Org.). Vida de professores. 2 ed. Porto: Porto Editora, 1992, p. 31-61.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

IMBERNÓN, Francisco. Formação permanente do professorado: novas tendências. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

IMBERNÓN, Francisco (Org.). A educação no século XXI: os desafios do futuro imediato. Tradução Ernani Rosa. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

JARAUTA, Beatriz; IMBERNÓN, Francisco (Orgs.). Pensando no futuro da educação: uma nova escola para o século XXI. Tradução Juliana dos Santos Padilha. Porto Alegre: Penso, 2015.

MARCELO GARCÍA, Carlos. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

MARCELO, Carlos. Políticas de inserción a la docencia: de eslabón perdido a puente para el desarrollo profesional docente. In: MARCELO, Carlos. (Coord.). El profesorado principiante: inserción a la docencia. Barcelona-Buenos Aires-México: Ediciones OCTAEDRO, 2008. p. 7-57.

MARCELO, Carlos; VAILLANT, Denise. Políticas y programas de inducción em la docência em latinoamerica. Caderno de Pesquisa, São Paulo, n. 166, p. 1224-1249, out./dez. 2017. Disponível: https://www.scielo.br/j/cp/a/yHHMMHyY7TnCtkZFGCQrsKP/. Acesso: 10 ago. 2021.

MINEIRO, Márcia; SILVA, Mara Aparecida Alves da; FERREIRA, Lúcia Gracia. Pesquisa qualitativa e quantitativa: imbricação de múltiplos e complexos fatores das abordagens investigativas. Momento - Diálogos em Educação, v. 31, n. 03, p. 201–218, 2022. Disponível em: https://periodicos.furg.br/momento/article/view/14538. Acesso em: 25 nov. 2022.

OLIVEIRA, Thays Marinho; FERREIRA, Lúcia Gracia. Iniciação profissional de docentes da Educação Infantil: docência, aprendizagens e dificuldades. InterEspaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, v. 6, e202035, 2020. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/interespaco/article/view/12101. Acesso em: 27 dez. 2020.

REALI, Aline Maria Medeiros de Rodrigues; BARROS, Bruna Cury de; MARINI, Carolina. Programas de mentoria da UFSCar dirigidos a professores iniciantes: uma síntese qualitativa das diferentes ofertas. Educação: Teoria e Prática, v. 32, n. 65, p. e41[2022], 13 dez. 2022. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/16530. Acesso em: 10 mar. 2022.

SANTOS, Jurema Rosendo dos; FERREIRA, Lúcia Gracia; FERRAZ, Rita de Cássia Souza Nascimento. Professores iniciantes em situação de ausência de bem-estar: perspectivas sobre dilemas no desenvolvimento profissional. Revista Cocar, Edição Especial, n.8, p.347-370, jan./abr. 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3063. Acesso em: 22 mar. 2020.

SANTOS, Jurema Rosendo dos. Desenvolvimento profissional docente: um estudo sobre professores iniciantes da Educação Básica em situação de ausência de bem-estar. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019.

SENA, Érica Cristina Souza; ANDRADE, Maria de Fátima Ramos de; MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti; APARICIO, Ana Silvia Moço. O tecer pedagógico do professor iniciante e os processos de indução. Revista Prática Docente, v. 6, n. 2, p. e072, 2021. Disponível em: http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br:443/periodicos/index.php/rpd/article/view/1233. Acesso em: 11 set. 2022.

SOUZA, Ana Paula Gestoso; REALI, Aline de Medeiros Rodrigues. Práticas de mentoria e imagens projetadas dos processos realizados: um estudo de dois casos. Revista Eletrônica de Educação, v.14, e4142119, jan./dez. 2020a. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4142. Acesso em: 10 mar. 2022.

SOUZA, Ana Paula Gestoso; REALI, Aline de Medeiros Rodrigues. Mentoras de professoras iniciantes: a construção de uma base de conhecimentos. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 20, n. 67, p. 1910-1937, out./dez. 2020b. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-416X2020000401910&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 10 mar. 2022.

SOUZA, Ana Paula Gestoso et al. Formação e aprendizagens de mentoras iniciantes em um programa de indução à docência. Imagens da Educação, v. 9, n. 2, e46711, 2019. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/46711. Acesso em: 20 out. 2022.

TELES, Nayana Cristina Gomes; SILVA, Fabrício Valentim da; GOMES, Tiago Pereira. A construção de casos de ensino em um programa de indução profissional: potencialidades formativas. Roteiro, v. 46, p. e27210, 2021. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/27210. Acesso em: 11 set. 2022.

VAILLANT, Denise. Políticas de inducción a la docencia en América Latina: la deuda pendiente. Profesorado. Revista de Curriculum y Formación de Profesorado, Madrid, v. 13, n. 1, p. 28-41, 2009. Disponível em: https://www.ugr.es/~recfpro/rev131ART2.pdf. Acesso em: 30 mar. 2021.

VAILLANT, Denise. Trabajo colaborativo y nuevos escenarios para el desarrollo profesional docente. Revista Docencia. Año XX Número 60, Santiago de Chile: Colegio de Profesores de Chile, p. 5-13, 2016. Disponível em: https://ie.ort.edu.uy/innovaportal/file/48902/1/trabajo-colaborativo-y-nuevos-escenarios-denise-vaillant.pdf. Acesso em: 30 mar. 2021.

VAILLANT, Denise. La inserción del profesorado novel en América Latina: Hacía la integralidad de las políticas. Profesorado. Revista de Currículum y Formación de Profesorado, v. 25, n. 2, p. 79-97, 2021. Disponível em: https://revistaseug.ugr.es/index.php/profesorado/article/view/18442. Acesso em: 25 ago. 2021.

VAILLANT, Denise; MARCELO, Carlos. Ensinando a Ensinar: as quatro etapas de uma aprendizagem. 1 ed. Curitiba: Editora UTFPR, 2012.

XAVIER, Caroline Ferreira Leal; FERREIRA, Lúcia Gracia. The difficulties faced by the teachers of child education in the beginning of career. Journal of Research and Knowledge Spreading, 2020, v. 1, n. 1, e11757. p. 1-23. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/jrks/article/view/11757. Acesso em: 30 mar. 2021.

Downloads

Publicado

30-05-2024

Como Citar

FERREIRA, L. G.; FERRAZ, R. de C. S. N. .; FERRAZ, R. D. Práticas de indução docente e desenvolvimento profissional: contribuições do Programa de Mentoria para professoras iniciantes. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 18, p. e6459007, 2024. DOI: 10.14244/198271996459. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/6459. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Concepções, Políticas e Práticas de Indução Docente
##plugins.generic.dates.received## 2023-05-11
##plugins.generic.dates.accepted## 2023-09-24
##plugins.generic.dates.published## 2024-05-30