Práticas de mentoria e imagens projetadas dos processos realizados: um estudo de dois casos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994142

Palavras-chave:

Formação de professores, Programa de indução, Professores experientes, Práticas de Mentoria.

Resumo

Trata-se de uma pesquisa exploratória que se volta para a atuação de duas mentoras iniciantes – professoras experientes – enfocando as práticas de mentoria, as imagens projetadas dos processos realizados e as relações que podem ser estabelecidas entre esses dois aspectos. Compreende-se que essas práticas são processos de ações intencionais – derivadas de processos contínuos de interpretação e de tomada de decisão – voltadas para a aprendizagem profissional da docência e dirigidas às demandas dos professores iniciantes acompanhados. Foram analisadas as produções das mentoras ao longo de 19 meses e as interações estabelecidas com as professoras iniciantes que acompanharam. Observa-se que cada mentora está construindo um estilo próprio de ser mentora e nesse processo elas vão interpretando a si mesmas inseridas em determinado contexto e desenvolvendo uma resposta própria às situações enfrentadas. Seus comportamentos e práticas de mentoria revelam o quanto se apoiam na própria prática docente e ao mesmo tempo demonstram que tomam decisões, agem e se reconhecem como mentoras. Evidencia-se que elas estão construindo quadros de referência para a mentoria. A construção de um modo próprio de se ver como mentora e de atuar como tal revela padrões de mentoria, as características das presenças social, docente e cognitiva e as especificidades de cada interação e, de certo modo, as aprendizagens das professoras experientes nesse processo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Paula Gestoso de Souza, UFSCarhttp://orcid.org/0000-0002-2015-0829

graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos (2004), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2008), doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2012) e pós-doutorado em Tecnologia informática na formação e atuação de professores que ensinam matemática nos anos iniciais do ensino fundamental (UFSCar/São Carlos - 2014). Tem experiência docente nos anos iniciais do Ensino Fundamental (SEE) e no Ensino Superior (UFSCar). Também possui experiência em Educação a Distância como tutora (Pedagogia-SEaD/UFSCar; FAFE/USP) e supervisora de tutoria (Pedagogia-SEaD/UFSCar)

Referências

BOLÍVAR, Antonio; DOMINGO, Jesus; FERNANDEZ, Manuel. La investigación biográfico-narrativa en educación: enfoque y metodología. Madri, Espanha: Editorial La Muralla S.A., 2001.

BRAGA, Fabiana Marini et al. Diálogo intergeracional virtual, conversas interativas em um Programa Híbrido de Mentoria: temas e características da abordagem de professoras experientes-mentoras, artigo não publicado, 2019.

GARRISON, Randy; ANDERSON, Terry; ARCHER, Walter. Critical thinking, cognitive presence and computer conferencing in distance education. American Journal of Distance education, Pennsylvania, v.15, n.1, p.7-23, 2001. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/245816834_Critical_Thinking_Cognitive_Presence_and_Computer_

Conferencing_in_Distance_Education. Acesso em: 10 de fev. de 2010.

GLICKMAN, Carl D. The Developmental Approach to Supervision. Educational Leadership. Virginia. v.38, n.2, p178-80, nov. 1980.

HONG, Yihua; MATSKO, Kavita Kapadia. Looking Inside and Outside of Mentoring: Effects on New Teachers’ Organizational Commitment. American Educational Research Journal, December 2019, Vol. 56, No. 6, pp. 2368–2407.

HUBERMAN, Michaël. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antonio. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, p. 31-61, 1995.

KENNEDY, Mary. Parsing the Practice of Teaching. Journal of Teacher Education, v. 67, n. 1, p. 6-17, 2016.

MARCELO, Carlos; VAILLANT, Denise. Desarrollo profesional docente: Cómo se aprende a enseñar? Narcea, S.A. de Ediciones, 176p, 2009.

MIZUKAMI, M. da G. N; REALI, A. R. Aprender a Ser Mentora: um estudo sobre reflexões de professoras experientes e seu desenvolvimento profissional. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1, p. 113-133, jan./abr. 2019. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/artigos.htm Acesso em 13 de dezembro de 2019.

NÓVOA, Antonio. Entre a formação e a profissão: ensaio sobre o modo como nos tornamos professores. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1, p. 198-208, jan./abr. 2019. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/artigos.htm Acesso em 13 de dez. de 2019.

REALI, Aline Maria de Medeiros Rodrigues; TANCREDI, Regina Maria Simões Pucinelli; MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Programa de mentoria on-line: espaço para o desenvolvimento profissional de professoras iniciantes e experientes. Educação e Pesquisa. São Paulo. 34 (1), pp. 77-95. jan./abr., 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022008000100006&script=sci_abstract&tlng=pt Acesso em 5 de mai. de 2015.

SNOECKX, Mireille. Formadores de Professores, uma identidade ainda balbuciante. In ALTET, Marguerite et. al. A profissionalização dos formadores de professores. Porto Alegre: Artmed. 2003.

Publicado

09-10-2020

Como Citar

SOUZA, A. P. G. de; REALI, A. M. de M. R. Práticas de mentoria e imagens projetadas dos processos realizados: um estudo de dois casos. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e4142119, 2020. DOI: 10.14244/198271994142. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4142. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Formação e inserção profissional de professores iniciantes: conceitos e práticas
##plugins.generic.dates.received## 2020-04-10
##plugins.generic.dates.accepted## 2020-06-03
##plugins.generic.dates.published## 2020-10-09

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>