Confecção de vídeo educativo em síndrome de Burnout como ferramenta para educação em saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271995323

Palavras-chave:

Educação em saúde, Esgotamento Profissional, Tecnologia Educacional.

Resumo

Intervenções educativas podem ser úteis para a prevenção da Síndrome de Burnout, pois propiciam melhor compreensão sobre a doença de maneira a contribuir para o desenvolvimento de melhores práticas em saúde de forma a atender as reais necessidades. O presente trabalho teve como objetivo descrever a metodologia de estruturação utilizada na confecção de um vídeo educativo enquanto ferramenta de educação em saúde, com o intuito de proporcionar a disseminação de informações sobre a Síndrome de Burnout para a população em geral, mas principalmente entre os trabalhadores. Para isso, se elegeu um estudo de elaboração de um recurso tecnológico educacional, do tipo pesquisa metodológica, que apresenta as etapas, os fundamentos e os métodos empregados no desenvolvimento do recurso educacional.O trabalho foi desenvolvido em seis etapas: escolha do tema; elaboração do roteiro; desenvolvimento do vídeo educativo pautado no método CTM3; apresentação na disciplina Recursos Educacionais do Mestrado Profissional Ensino em Saúde e Tecnologia da Universidade Estadual de Ciência da Saúde de Alagoas; validação ad hoc e inserção no repositório eduCapes. O vídeo produzido trouxe informações acerca do que é a doença, população atingida, sinais e sintomas e medidas de prevenção. O uso de Tecnologias da Comunicação e Informação atuam como facilitadoras na educação em saúde, tendo um potencial de auxílio na aprendizagem, contribuindo para a modificação de hábitos de vida do indivíduo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gilvana Maria Vieira Xavier , Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL)

Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL e Mestrado Profissional em Ensino na Saúde e Tecnologia (UNCISAL). É Especialista em Enfermagem em Saúde da Criança pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL) e em Enfermagem do Trabalho pela Faculdade de Patos (FIP). Atualmente está na Coordenação da Vigilância em Saúde de um município Alagoano e é Enfermeira do trabalho da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL).

Geraldo Magella Teixeira, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL)

Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e doutorado em Ciências com ênfase em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de São Paulo. Atualmente, membro do conselho gestor da UNCISAL, professor adjunto de fisioterapia da UNCISAL e membro do colegiado de curso de Fisioterapia da UNCISAL.

Almira Alves dos Santos, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL)

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Alagoas (1977), Mestrado (1984) e Doutorado (1990) em Odontopediatria pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Araraquara), é especialista em Gestão Pedagógica em Saúde pela Universidade Federal de Alagoas (2008) e especialista em Educação Para as Profissões de Saúde pela Universidade Federal do Ceará (2010). Pós-Doutorado em Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias -Lisboa-Portugal, tendo a CAPES como instituição de fomento. Foi Vice-Reitora da UNCISAL no período de 2009 a 2013, é avaliadora institucional, de curso e EAD, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - MEC e avaliadora do Programa de Residência Multiprofissional. Professora Titular da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas e Coordenadora do Mestrado Profissional Ensino em Saúde e Tecnologia desde 2017. Estudiosa do Ensino em Saúde, detentora de várias patentes na área da Educação para Saúde. Pesquisadora na área de Ensino na Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: educação em saúde, recursos educacionais e ensino em saúde.

Referências

AZEVEDO, Tatiane Galvão. Síndrome de Burnout, apego e saúde mental em docente de escola pública e particular. 2018. 142 folhas Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2018.

CAMPOS, Débora Câmara de. Elaboração e validação de vídeo educativo para prevenção de queda em criança hospitalizada. 2019. 111 folhas. Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado Profissional Enfermagem Assistencial da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.

CARLOTTO, Maria Caramez; CÂMARA, Sheila Gonçalves. Análise da produção científica sobre a Síndrome de Burnout no Brasil. Psico, v. 39, n. 2, ago. 2008.

COUTINHO, Laura Maria. Nas Asas do Cinema e da Educação: voo e desejo. Educação e Realidade, Rio Grande do Sul, v 33, n. 1, pp. 225-238, 2008.

DUTRA, Herica Silva; GOMES, Paola Aparecida Lopes; GARCIA, Roberta Nereu; OLIVEIRA, Henrique Ceretta; FREITAS, Sandra Carvalho de; GUIRARDELLO, Edinêis de Brito. Burnout entre profissionais de enfermagem em hospitais no Brasil. Rev. Cuid., vol. 10, n. 1, 585, nov. 2019. Disponível em: Disponível em: http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v10i1.585. Acesso em: 09 set. 2019.

FALKENBERG, Mirian Benites; MENDES, Thais de Paula Lima; MORAES, Eliane Pedrozo de; SOUZA, Elza Maria de. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 847-852, mar. 2014.

FRANÇA, Tania; RABELLO, Elaine Teixeira; MAGNAGO, Carinne. As mídias e as plataformas digitais no campo da Educação Permanente em Saúde: debates e propostas. Saúde em Debate, v. 43, pp. 106-115, ago. 2019.

GOMES, Luiz Fernando. Vídeos didáticos: uma proposta de critérios para análise. Travessias, Cascavel, v. 2, n. 3, 2010.

GREGÓRIO, Jordanna Sebastiana. Formação de professores em Educação Ambiental: o ensinar e aprender com audiovisuais. 2016. 149 f. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Jataí, 2016.

LIMA, Amanda de Souza; FARAH, Beatriz Francisco; TEIXEIRA, Maria Teresa Bustamante. Análise da prevalência da síndrome de Burnout em profissionais da atenção primária em saúde. Trabalho, Educação e Saúde, v. 16, n. 1, 2018.

LIMA, Marilia Brito; REBOUÇAS, Cristiana Brasil de Almeida; CASTRO Régia Christina Moura Barbosa; CIPRIANO, Maria Aneuma Bastos; CARDOSO, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão; ALMEIDA, Paulo César de. Construção e validação de vídeo educativo para orientação de pais de crianças em cateterismo intermitente limpo. Rev. Esc. Enferm. USP, São Paulo, v. 51, dez. 2017.

MASLACH, Christina.; GOLDBERG, Julie. Prevention of burnout: New perspectives. Applied & Preventive Psychology, v 7, n. 1, p. 63-74, 1998.

MESSIAS, Inalda Maria de Oliveira; MESSIAS, I. M. de O.; MESSIAS, J. B.; FERREIRA, A. G.; FILHO, J. F. da S.; CAVALCANTE, R. M. A. A síndrome de Burnout em professores de uma escola pública em Petrolina–PE. BrazilianJournalofDevelopment, Campina Grande, v. 5, n. 5, 2019.

NATIVIDADE, Simone. Interfaces entre educação e saúde: trilhando caminhos. In: NATIVIDADE, Simone. Educação em Saúde: Trabalhando com produtos educacionais, 1 ed. Curitiba: CRV, 2019. Cap. 3.

NOBRE, Daniela Filipa Rocha; RABIAIS, Isabel Cristina Mascarenhas; RIBEIRO, Patrícia Cruz Pontífice Sousa Valente; SEABRA, Paulo Rosário Carvalho. Avaliação do Burnout em Enfermeiros de um Serviço de Urgência Geral. Rev. Bras. Enferm., vol. 72, n. 6, p. 1533-9, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0870. Acesso em: 31 mar. 2020.

O’CONNOR, Joseph; SEYMOUR, John. Introdução à programação neurolinguística. Summus: São Paulo, 1995.

PÊGO, Francinara Pereira Lopes; PÊGO, Delcir Rodrigues. Síndrome de Burnout. Rev. Bras. Med. Trab., v. 14, n. 2, p. 171-176. jul. 2016. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1833. Acesso em: 31 mar. 2022.

RODRIGUES, Jânio Cavalcanti Júnior; REBOUÇAS, Cristiana Brasil de Almeida; CASTRO, Régia Christina Moura Barbosa; OLIVEIRA, Paula Marciana Pinheiro de; ALMEIDA, Paulo César de; PAGLIUCA, Lorita Marlena Freitag. Construção de vídeo educativo para a promoção da saúde ocular em escolares. Texto Contexto Enferm., Fortaleza, v. 26, n. 2, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e06760015.pdf. Acesso em: 02 dez. 2018.

SACERDOTE, Helena Célia de Souza. Análise do vídeo como recurso tecnológico Educacional. REVELLI – Revista de Educação, Linguagem e Literatura da UEG, Inhumas, v. 2, n. 1, p. 28-37, março de 2010. Disponível em: http://www.pucrs.br/ciencias/viali/tic_literatura/artigos/videos/Revelli.v2.n1.artigo03.pdf. Acesso em: 05 ago. 2020.

SANTOS, Almira Alves dos; WARREN, Eliane Monteiro Cabral; FILHO, Euclides Mauricio Trindade; LIMA, Marta Antônia de; WYSZOMIRSKA. Rozangela Maria Fernandes de Almeida; NATIVIDADE, Simone. Produtos educacionais na educação em saúde. In: MARQUES, Ana Luzia de Barros Andrade et al. (Org.). Interfaces entre educação e saúde: trilhando caminhos.1 ed.Curitiba: CRV, 2019. 196 p.

SILVA, Rosilma Ventura da. As possibilidades do uso do vídeo como recurso de aprendizagem em salas de aula do 5º ano. Revista EDaPECI - Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais, Vol. 6, N 6, 2010. Disponível em: http://www.pucrs.br/ciencias/viali/tic_literatura/artigos/videos/Pereira_Oliveira.pdf. Acesso em: 09 abr. 2020.

TRIGO, Telma Ramos; TENG, Chei Tung; HALLAK, Jaime Eduardo Cecílio. Síndrome de burnout ou estafa profissional e os transtornos psiquiátricos. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), v. 34, p. 223-233, 2007.

VITORINO, Manuela Fausto; RODRIGUES, Mariana Sousa Dantas; EVANGELISTA, Carla Braz; GUIMARÃES, KeythSulamitta Lima; BATISTA, Jaqueline Brito Vidal; FONSÊCA, Ana Gláucia Santos; ARAÚJO, Ana Lúcia Belarmino; MELO, Fabrícia Maria Araújo Bustorff. Síndrome de Burnout: conhecimento da equipe de enfermagem neonatal. Revenferm UFPE online. Recife, Vol. 12, N 9, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/234632/29903. Acesso em: 05 abr. 2020.

WILTENBURG, Dinéa Cristina Distéfano; KLEIN, Roseli Bilobran. Síndrome de Burnout: Conhecer para Prevenir-se, uma intervenção necessária. 2009. 21f. Artigo apresentado como requisito de avaliação ao Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2338-8.pdf. Acesso em: 07 abr. 2020.

Downloads

Publicado

28-11-2023

Como Citar

XAVIER , G. M. V. . .; TEIXEIRA, G. M. .; SANTOS, A. A. dos. Confecção de vídeo educativo em síndrome de Burnout como ferramenta para educação em saúde. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e5323077, 2023. DOI: 10.14244/198271995323. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/5323. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-05-04
##plugins.generic.dates.accepted## 2022-09-06
##plugins.generic.dates.published## 2023-11-28

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)