O desenvolvimento da criação musical – cinco reflexões para a prática educativa em música

Autores

  • Rafael Beling Universidade Estadual Paulista "Julho de Mesquita Filho"
  • Silvia Cordeiro Nassif Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992930

Palavras-chave:

Criação musical, Educação musical, Psicologia histórico-cultural.

Resumo

O presente trabalho, recorte de uma pesquisa de mestrado já concluída, apresenta uma análise sobre o processo da criação musical, buscando compreender suas possíveis origens e desenvolvimento à luz da psicologia histórico-cultural. A referida pesquisa, de natureza teórica, teve como objetivo principal trazer as contribuições desse aporte teórico para a educação musical, especificamente em relação à questão da criação. Além da discussão teórica, na qual são confrontadas as ideias de autores da perspectiva assumida com o senso comum e outras abordagens teóricas sobre o tema, são apresentadas cinco reflexões de ordem metodológica que, não devendo ser tomadas como procedimentos obrigatórios a serem seguidos, podem fornecer direções para uma prática efetivamente criativa no ensino de música.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BARBOSA, Maria Flávia Silveira. Um lugar para o ensino de arte no desenvolvimento da criatividade. In: SILVA. L, B.; PADILHA, A. M. L.; VIANA, N. (orgs). A educação na perspectiva do marxismo e da escola de Frankfurt: teoria crítica e humanismo. São Paulo: Livraria da Física, 2015, p. 47-75.

BELING, Rafael Rocha. O desenvolvimento da criação musical à luz da psicologia histórico cultural: contribuições para a educação musical. 2017. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2017.

DUARTE, Newton. Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos: contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. 1 ed. Campinas/SP: Autores Associados, 2016.

ELIAS, Norbert. Mozart, sociologia de um gênio. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.

MARTINS, Lígia Marcia. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2013.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. 2 ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.

PONSO, Caroline; BEYER, Esther. Processos de Criação Musical na Infância: implicações para a Educação Infantil. In: ANAIS DO V SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 2009, Goiânia. Anais... UFG, 2009, p. 402-410.

SAVIANI, Demerval. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 17. Ed. Campinas, Autores Associados, 2007.

SCHAFER, Murray. O ouvido pensante. São Paulo: Editora UNESP, 2001.

SCHROEDER, Silvia C. N. A educação musical na perspectiva da linguagem: revendo concepções e procedimentos. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 21, 44-52, mar. 2009.

VIGOTSKI, Lev Semionovich. Imaginação e criação da infância: ensaios psicológicos – Livro para professores. São Paulo: Ática, 2009.

VIGOTSKI, Lev Semionovich. Psicologia da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

VIGOTSKI, Lev Semionovich. Psicologia Pedagógica. Porto Alegre, Artmed, 2003.

VYGOTSKI, Lev Semionovich. Obras escogidas. Tomo I. Madrid: Visor, 1997.

VYGOTSKI, Lev Semionovich. Obras escogidas. Tomo II. Madrid: Visor, 2001.

VYGOTSKI, Lev Semionovich. Obras escogidas. Tomo III. Madrid: Visor, 1995.

Downloads

Publicado

01-02-2020

Como Citar

BELING, R.; NASSIF, S. C. O desenvolvimento da criação musical – cinco reflexões para a prática educativa em música. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e2930043, 2020. DOI: 10.14244/198271992930. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2930. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2018-07-30
##plugins.generic.dates.accepted## 2019-05-09
##plugins.generic.dates.published## 2020-02-01