Movimentos Formativos no Clube de Matemática: o Projeto Orientador de Atividade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271996246

Palavras-chave:

Clube de Matemática, Projeto Orientador de Atividade, Formação de Professores.

Resumo

O presente artigo traz resultados de uma pesquisa de doutorado cujo principal objetivo foi investigar as relações essenciais do movimento de formação docente no projeto Clube de Matemática – na perspectiva da Teoria Histórico-Cultural. A investigação teve como sujeitos: acadêmicas de graduação, professoras da educação básica e estudantes de pós-graduação que atuavam no projeto. A produção de dados deu-se a partir do acompanhamento do trabalho do projeto denominado Clube de Matemática durante um ano, sendo os mesmos organizados a partir de episódios de formação, que constituíram três unidades de análises: o conhecimento científico, a organização do ensino e a formação humana. A análise dos achados possibilitou a compreensão de que as relações essenciais do movimento de formação estabelecidas em um projeto, ao promoverem nos sujeitos envolvidos um motivo que gere sentido à atividade de formação docente, tendo como premissa a coletividade, permitem compreendê-lo como um projeto orientador de atividade. Essa coletividade alcança-se quando a atividade realizada pelos sujeitos se dirige à realização de objetivos traçados pelo grupo que a compõe e cada um contribui, com seu esforço pessoal, para alcançá-los. Na coletividade, tal qual nos aponta Petrovski (1986) os objetivos são socialmente valiosos, ou seja, não se encerram no próprio grupo e essa deve ser uma premissa de projeto orientador de atividade, como um modo geral de formação docente na perspectiva da Teoria Histórico-Cultural.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Halana Garcez Borowsky, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Doutora e Mestra em Educação (UFSM). Professora do Instituto de Educação da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Exatas (PPGECE/FURG). Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GEPEMat/UFSM) e do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Atividade Pedagógica GEPAPe/USP).

Anemari Roesler Luersen Vieira Lopes, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutora em Educação (USP). Mestre em Educação Matemática (UNESP). Professora do Departamento de Metodologia de Ensino, do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Docente dos cursos de Licenciatura em Educação Especial, Matemática e Pedagogia; do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFSM) e Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Ensino de Física (PPGEM&EF/UFSM). É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GEPEMat/UFSM) e membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Atividade Pedagógica (GEPAPe-USP).

Referências

BOUTINET, Jean-Pierre. Antropologia do projeto. 5. ed. Porto Alegre: ArtMed, 2002.

CEDRO, Wellington Lima.; MOURA, Manoel Oriosvaldo de. O conhecimento matemático do professor em formação inicial: uma análise histórico-cultural do processo de mudança. In: MORETTI, Vanessa Dias; CEDRO, Wellington Lima. Educação Matemática e a teoria histórico-cultural: um olhar sobre pesquisas. Campinas: Mercado de Letras, 2017, p. 87-121.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Escritos sobre a universidade. São Paulo: UNESP, 2001. ISBN 8571393273.

FRANCO, Patrícia Lopes. Jorge; LONGAREZI, Andréa. Maturano. Elementos constituintes e constituidores da formação continuada de professores: contribuições da teoria da atividade. Educação e Filosofia, Uberlândia, v.25, n.50, p.557-582, jul./dez. 2011.

LEONTIEV, Alexei Nikolayevich. Atividade. Consciência. Personalidade. Bauru: Editoria Mireveja, 2021.

LEONTIEV, Alexei Nikolayevich. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte Universitário, 1978.

LOPES, Anemari Roesler Luersen Vieira. Aprendizagem da docência em matemática: o Clube de Matemática como espaço de formação inicial de professores. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2009.

MARCO, Fabiana Fiorezi de. et al. Projeto Formativo na atividade pedagógica do professor que ensina matemática. In: VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA - VI SIPEM, 2015. Anais […] Pirenópolis. SIPEM. 2015. p.01-12.

MOURA, Manoel Oriosvaldo de. O educador matemático na coletividade de formação: uma experiência com a escola pública. 2000. Tese (Livre-Docência) -Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2000.

MOURA, Manoel Oriosvaldo de. A Atividade de Ensino como ação formadora. In: CASTRO, A. D. de; CARVALHO, Anna Maria Pessoa de (orgs). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, p. 143-162, 2001.

MOURA, Manoel Oriosvaldo de. A atividade de ensino como unidade formadora. Bolema, Rio Claro, n.12, p.29-43, 1996.

MOURA, Manoel Oriosvaldo de. Teoria da Atividade: contribuições para a pesquisa em Educação Matemática. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Anais […] 2013. ISSN 2178-034X.

NASCIMENTO, Caroline Pichetti. A organização de pesquisas em psicologia e educação na teoria histórico-cultural: o ensino e a formação do pensamento teórico. In: X CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL, 2011. Anais […] Maringá, 2011.

PETROVSKI, Arthur. Psicologia general: manual didáctico para los institutos de pedagogía. Moscú: Editorial Progresso. 1986.

RODRIGUEZ. Margarita Victoria. Pesquisa social: contribuições do método materialista histórico-dialético. In: CUNHA, Célio da; SOUZA; José Vieira de Sousa; SILVA, Maria Abadia. (Orgs). O método dialético na pesquisa em educação. Campinas: Autores Associados, 2014.

SÁNCHEZ VÁZQUEZ, Adolfo. A filosofia da práxis. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

VIGOTSKI, Lev Semyonovitch. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

Downloads

Publicado

13-12-2023

Como Citar

BOROWSKY, H. G. .; LOPES, A. R. L. V. Movimentos Formativos no Clube de Matemática: o Projeto Orientador de Atividade. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e6246090, 2023. DOI: 10.14244/198271996246. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/6246. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Formação de Professores que Ensinam Matemática
##plugins.generic.dates.received## 2022-11-17
##plugins.generic.dates.accepted## 2023-07-20
##plugins.generic.dates.published## 2023-12-13