Ambiente virtual de aprendizagem para estágios supervisionados: em um curso de Pedagogia EaD

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271996111

Palavras-chave:

Formação de Professores, Supervisão, Estágio Curricular Obrigatório, Educação a distância, Ambiente Virtual de Aprendizagem

Resumo

Na formação inicial de professores, os estágios obrigatórios são eixos curriculares importantes na articulação entre teoria e prática. Entretanto, nos cursos de licenciatura ofertados na Educação a Distância (EaD), os estágios costumam se apresentar como objeto de grande discussão, pois envolvem questões administrativas e pedagógicas, nem sempre compreendidas pelos estudantes. Este artigo visa apresentar os resultados de um estudo de caso sobre as soluções encontradas por uma universidade para viabilizar a orientação e a supervisão dos estágios por meio do ambiente virtual de aprendizagem. A pesquisa se refere a uma instituição pública, que oferta o curso de Pedagogia na modalidade EaD no estado de São Paulo e foi realizada por meio de um estudo de caso não participativo com análise documental e análise do ambiente virtual. Como conclusão, observa-se grande esforço por parte da universidade em promover aprendizagens importantes na relação teoria e prática da realização do estágio supervisionado e formas variadas de envolver os estudantes no seu próprio processo de aprendizagem, desenvolvendo autonomia, proatividade, auto-regulação e pensamento crítico. Entretanto, apesar da nova proposta de organização do ambiente virtual e de esforços na elaboração de diversos recursos pedagógicos orientadores do estágio, ainda se observa o foco dos estudantes na questão administrativa, em detrimento da pedagógica. Como recomendação, entende-se a necessidade, ao longo das disciplinas do curso, de envolver os alunos nos seus processos de formação prática. Também recomenda-se a realização de novos estudos sobre o tema, desta maneira, continuar a dar respostas a esta problemática.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Roberta Flaborea Favaro, Universidad Externado de Colombia

Licenciada em Pedagogia na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2004). Mestre em Educação pela Universidade de los Andes, Bogotá, Colômbia (2009). Doutorado em Educação pela Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha (2016), e pós-doutorado em educação na Universidade de São Paulo (2020). Desde 2016 é professora do mestrado em Educação da Universidade Externado de Colômbia, assim como pesquisadora em temas de formação de professores, currículo e pedagogia e linguagem, na mesma universidade. Como produção intelectual, construiu em colaboração o livro "De la reflexión a la práctica: Experiencias y reflexiones en la formación docente" (Edições Uexternado, 2019) e foi co-autora no livro "El maestro y su desarrollo profesional en Colombia: abordajes desde la investigación" (Edições Uexternado, 2019), este último, produto de grande discussão sobre formação inicial de professores em distintas áreas do conhecimento. Também, publicou diferentes artigos sobre formação de professores, estágios supervisionado, politicas públicas para a formação de professores, currículo e pedagogia, gestão pedagógica, entre outros temas.

Fernanda Guinoza Matuda, Centro Universitário Senac

Licenciada em Pedagogia, mestre e doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Atualmente é docente do Curso de Tecnologias na Aprendizagem - Pós-graduação EAD, do Centro Universitário Senac.

Referências

ALMEIDA, Rosângela Doin de (org.). Cartografia Escolar. 2. ed., São Paulo: Contexto, 2010.

ANDRÉ, Marli. Espaços alternativos de formação docente. In: J JUNIOR, C. A. S. et al. In: Por uma revolução no campo da formação de professores. São Paulo: Unesp, p. 97-118, 2015.

NUNES, Célia Maria Fernandes; ARAÚJO, Regina Magna Bonifácio. Formação de professores na América Latina: apontamentos introdutórios. In: Formação Docente, Belo Horizonte, 2020, jan./abr. 12 (23), 11-20.

ARROYO, Miguel. O ofício de mestre: imagens e autoimagens. 13 ed. São Paulo: Editora Vozes, 2011.

BEHAR, Patrícia Alejandra (org.). Competências em educação a distância. Porto Alegre: Penso, 2013.

BOFF TURCHIELO, L. .; ARAGÓN , R. . A formação reflexiva na pedagogia a distância: o que revelam os portfólios de aprendizagem. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 16, p. e4935008, 2022. DOI: 10.14244/198271994935. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4935. Acesso em: 25 jul. 2022.

BRASIL. Presidência da República. Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/LEIS/L9394.htm >. acesso em 10 out. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. CNE. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP nº 5, de 13 de dezembro de 2005. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia. 2005b. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/pcp05_05.pdf>. acesso em 10 out. 2021.

_________. Resolução nº1, de 15 de maio de 2006. Diretrizes curriculares nacionais para o curso de Pedagogia. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf>. acesso em 10 out. 2021.

__________. Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm>. acesso em 10 out. 2021.

_________. Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=17719-res-cne-cp-002-03072015&category_slug=julho-2015-pdf&Itemid=30192>. acesso em 10 out. 2021.

__________. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 , que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/D9057.htm>. acesso em 16 set. 2021.

_________. Resolução CNE/CP nº 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=135951-rcp002-19&category_slug=dezembro-2019-pdf&Itemid=30192. acesso em 10 out. 2021.

CARVALHO, Maria Lurdes. Iniciación a la práctica profesional: la mirada reflexiva de los estudiantes de educación básica. In: Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, Extra (6), 2015, 175-179. Disponível em: http://revistas.udc.es/index.php/reipe/article/download/448/pdf_167. acesso em 07 mai. 2022.

DEWEY, John. Como pensamos como se relaciona o pensamento reflexivo como processo educativo: uma reexposição. 3ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1959.

FLICK, Uwe. Introducción a la investigación cualitativa. Madrid: Ediciones Morata, Madrid, 2004.

FRAGA, Cristiano da Cruz; DECARLI, Cecilia.; BOLL, Cíntia Inês. Análise Textual da Produção Acadêmica sobre Processos de Tutoria no mbito da EaD. EaD em Foco, v. 11, n. 1, 24 fev. 2021.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. 12 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

GALASSO, Bruno José J. Betti; MATUDA, Fernanda Guinoza. A Mediação Pedagógica a Distância como Processo de Formação Docente: o Caso da UNIVESP. EaD em Foco, v. 11, n. 1, 23 mar. 2021.

GARBIN, Mônica Cristina; OLIVEIRA, Édison. Trombeta; PIRILLO, Nádia Rubio; AZEVEDO, Aparecida Santos. Práticas pedagógicas inovadoras para a formação de professores. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. v. 19. n. 1, 2020. Disponível em < http://seer.abed.net.br/index.php/RBAAD/article/view/388>. acesso em 17 set. 2021.

GATTI, Bernardete. Formação de professores: condições e problemas atuais. Revista Internacional de Formação de Professores (RIFP), Itapetininga, v. 1, n.2, p. 161-171, 2016.

GATTI, Bernardete. O curso de Licenciatura em Pedagogia: dilemas e convergências. EntreVer. Florianópolis, v.2, n.3, p. 151-169, jul/dez 2012.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira. Sinopse Estatística da Educação Superior 2019. Brasília: Inep, 2020. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse>. acesso em 06 set. 2021

LATORRE, Antonio. La investigación-acción. Conocer y cambiar la práctica educativa. Barcelona: Graó, 2003.

LUTZ, Celi; ARAGÓN, Rosane. Mudança de concepção sobre a formação a distância: visão de estudantes do projeto PEAD. In: NOVAK, Silvestre et al. Aprendizagem em rede na educação a distância: práticas e reflexões. Porto Alegre: Evangraf, 2014. (Série EaD)

NÓVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cad. Pesquisa. 47 (166), out - dez, 2017. 47 (166). Disponível em < https://doi.org/10.1590/198053144843> Acesso em 29 abr. 2022.

OLIVEIRA, Paulo Cristiano de; NAKAYAMA, Marina Keiko; TORRES, Maricel Karina López; NUNES, Carolina Schmitt. O uso do Learning Management System (LMS) por gestores da educação a distância. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. v. 19. n. 1 (2020). Disponível em < http://seer.abed.net.br/index.php/RBAAD/article/ view/346>. acesso em 17 set. 2021

MCMILLAN; James H; SCHUMACHER, Sally. La investigación educativa. Madri: Editora Pearson. 5a. edição, 2005

NÓVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, v. 47, nº 166, p.1. 106-1.133, out./dez. 2017.

PEREIRA, Otaviano. O que é teoria. São Paulo: Brasiliense, 1982.

PÉREZ-GÓMEZ, Ángel I. Aprender a educar. Nuevos desafíos para la formación de docentes. Revista Interuniversitaria de Formación del Profesorado, 24 (2), 37-60, 2010.

PERRENOUD, Philippe. A formação dos professores no século XXI. In: ______ et al. (Orgs.). As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre, Artmed, 2002

RIOS, Terezinha Azerêdo. A. Compreender e ensinar: por uma docência de melhor qualidade. São Paulo: Editora Cortez, 8a. edição, 2010.

NASCIMENTO, Camila Figueiredo; SANTOS, Maria Emanuela Esteves dos. A evasão e a permanência sob a ótica discente: o que os alunos apontam como fatores influentes na desistência e na conclusão do Curso de Pedagogia na modalidade EaD. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. v. 20 n. 1 (2021): Volume único. Disponível em < http://seer.abed.net.br/index.php /RBAAD/article/view/431/>. acesso em 03 set. 2021.

SILVA, Carmem Silvia Bissolli da. Curso de Pedagogia no Brasil: história e identidade. 2 ed. revista e atualizada. Campinas: Autores Associados, 2003.

SILVA, Wagner Rodrigues. Estudos do Letramento do professor e formação inicial nos estágios supervisionados das licenciaturas. In.: SILVA, Wagner Rodrigues. Letramento do professor em formação inicial: interdisciplinaridade no estágio supervisionado da licenciatura. São Paulo: Ed. Pontes Editores, 2012, p. 27-49.

SCHÖN, Donald A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (Org.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 78 -91.

STAKE, R.E. Investigación con estudios de caso. Madrid.: Morata, 2010.

TARDIF, Maurice; GAUTHIER, Clermont. El maestro como “actor racional”: racionalidad conocimiento, juicio. In: PAQUEY, L. ALTET, E. Charlier, PERRENOUD, P. (coord). La formación profesional del maestro. Estrategias y competências. México: FCE, 2005. pp. 309-354.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2010.

VENTURA, Lidnei. Desafios do estágio curricular supervisionado de ensino da EAD: a educação na Era de sua reprodutibilidade técnica. Revista Multidebates, v. 2, n. 2. Palmas, 2018. Disponível em < http://revista.faculdadeitop.edu.br/index.php/revista/article/view/114/124>. acesso em 16 set. 2021.

YIN, Robert K. Case study research. Design and methods. Los Angeles: Sage, 2009.

ZEICHNER, Kenneth. A formação reflexiva de professores: ideias e práticas. Lisboa: Editora Educa, 1993.

ZEICHNER, Kenneth. Uma Análise Crítica Sobre a “Reflexão” Como Conceito Estruturante na Formação Docente. Educ. Soc., Campinas, vol. 29, n. 103, p. 535-554, maio/ago. 2008. Disponível em http://cedes.unicamp.br

Downloads

Publicado

26-06-2024

Como Citar

GALINI, M. E.; FAVARO, . R. F.; MATUDA, F. G. Ambiente virtual de aprendizagem para estágios supervisionados: em um curso de Pedagogia EaD. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 18, p. e611171, 2024. DOI: 10.14244/198271996111. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/6111. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-07-30
##plugins.generic.dates.accepted## 2024-06-26
##plugins.generic.dates.published## 2024-06-26