O financiamento da educação em teses e dissertações no Nordeste brasileiro: um estudo de revisão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994829

Palavras-chave:

Financiamento da educação, Produção acadêmica no Nordeste brasileiro, Estudos de revisão, Programas de pós-graduação em Educação.

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar as características e tendências da produção sobre financiamento da educação em teses e dissertações produzidas nos programas de pós-graduação em Educação das universidades federais do Nordeste, no período de 2002 a 2017. O trabalho inscreve-se no conjunto de estudos de revisão que mapeiam e analisam a produção acadêmica. De abordagem quanti-qualitativa, a pesquisa decorre de estudo documental e bibliográfico cujo corpus foram as teses e dissertações coletadas, exclusivamente, nos Repositórios Institucionais dos programas de pós-graduação em Educação das nove universidades federais do Nordeste brasileiro, localizadas no Maranhão (UFMA), Piauí (UFPI), Ceará (UFC), Rio Grande do Norte (UFRN), Paraíba (UFPB), Pernambuco (UFPE), Alagoas (UFAL), Sergipe (UFS) e Bahia (UFBA). A análise dos trabalhos possibilitou verificar a prevalência de dissertações, a intensificação da produção sobre o tema, principalmente a partir de 2010, e a preferência pelas temáticas que trazem, como pano de fundo, o Fundef/Fundeb. No conjunto de estudos sobre financiamento da educação, sobressaíram-se três instituições (UFPI, UFRN e UFPE) que, juntas, responderam por mais da metade das pesquisas analisadas, revelando a consolidação do tema e de orientadores nos programas de pós-graduação dessas instituições. O estudo ainda permitiu concluir que existe interesse crescente na temática foco do artigo e que há necessidade de mais estudos sobre o financiamento das etapas ou modalidades específicas da educação básica e superior, assim como de estudos de revisão que contribuam para ampliar o conhecimento sobre as políticas que asseguram materialmente a oferta educacional no Nordeste do Brasil.



Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria de Jesus Rodrigues Duarte, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí.

Rosana Evangelista da Cruz, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Doutora em Educação, docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí e membro do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Extensão em Políticas e Gestão da Educação.

Referências

ALVES, Thiago; PINTO, José Marcelino de Rezende. Remuneração e características do trabalho docente no Brasil: um aporte. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 143, p. 606-638, maio/ago. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cp/v41n143/a14v41n143.pdf. Acesso em: 26 jul. 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: informação e documentação. Resumo. Apresentação. 2f. Rio de Janeiro: ABNT, 2003. Disponível em: http://unicentroagronomia.com/destino_arquivo/norma_6028_resumo.pdf. Acesso em: 27 out. 2018.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm. Acesso em: 20 nov. 2014.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 108, de 26 de agosto de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, 27 ago. 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Emendas/Emc/emc108.htm#:~:text=EMENDA%20CONSTITUCIONAL%20N%C2%BA%20108%2C%20DE%2026%20DE%20AGOSTO%20DE%202020&text=As%20Mesas%20da%20C%C3%A2mara%20dos,%22Art. Acesso em: 03 set. 2020.

CRUZ, Rosana Evangelista da; JACOMINI, Márcia Aparecida. Produção acadêmica sobre financiamento da educação: 2000-2010. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 98, n. 249, p. 347-370, maio/ago. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2176- 66812017000200347&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 19 maio 2020.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Financiamento da educação brasileira: do subsídio literário ao Fundeb. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 43, n. 4, p. 1217-1252, out./dez. 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/84862. Acesso em: 18 fev. 2019.

DAVIES, Nicholas. Fundeb: a redenção da educação básica? Educação & Sociedade, Campinas, v. 25, n. 96 – Especial, p. 753-774, out. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v27n96/a07v2796.pdf. Acesso em: 30 jul. 2020.

DAVIES, Nicholas. A aplicação das verbas da educação: controle estatal ou social? Revista Faz Ciência, v. 12, n. 16, p. 57-74, jul./dez. 2010. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7436/5506. Acesso em: 27 jul. 2020.

DAVIES, Nicholas. Levantamento bibliográfico sobre financiamento da educação no Brasil de 1998 a 2014. Educação em Revista, Marília, v. 15, n. 1, p. 91-162, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/educacaoemrevista/article/view/4749. Acesso em: 30 jul. 2020.

EDNIR, Madza; BASSI, Marcos. Bicho de sete cabeças: para entender o financiamento da educação brasileira. São Paulo: Ação Educativa, 2009.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas estado da arte. Educação & Sociedade, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v23n79/10857.pdf. Acesso em: 10 nov. 2019.

GATTI, Bernadete Angelina (coord.). A atratividade da carreira docente no Brasil. v. 1, série Estudos & Pesquisas Educacionais. São Paulo: Fundação Victor Civita, 2009. Disponível em: http://www.zerohora.com.br/pdf/15141177.pdf. Acesso em: 26 jul. 2020.

GONSALVES, Elisa Pereira. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. 5 ed. Campinas, SP: Editora Alínea, 2011.

JACOMINI, Márcia Aparecida; MINHOTO, Maria Angélica P.; CAMARGO, Rubens Barbosa de. Financiamento da educação e remuneração docente na educação básica: uma abordagem a partir de planos de carreira, vencimentos e composição remuneratória em 2010. Fineduca – Revista de Financiamento da Educação, Porto Alegre, v. 2, n. 10, 2012. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/fineduca/article/view/51386/31840. Acesso em: 06 ago. 2020.

JACOMINI, Márcia Aparecida; CRUZ, Rosana Evangelista da; MENDES, Valdelaine da Rosa. Tendências metodológicas nas pesquisas em políticas educacionais (2000-2010): análise de procedimento de coleta de análises de dados. Revista Educação e Cultura Contemporânea, v. 16, n. 46, p. 7-30, 2019. Disponível em: http://revistaadmmade.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/6706/47966340. Acesso em: 26 fev. 2020.

JACOMINI, Márcia Aparecida; PENNA, Marieta Gouvêa de Oliveira; BELLO, Isabel Melero. Estudos de revisão sobre produção acadêmica em políticas educacionais (2000-2010). Jornal de Políticas Educacionais, v. 13, n. 21, jun. 2019. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/jpe/article/view/66810/39047. Acesso em: 18 maio 2020.

MAINARDES, Jefferson. Metapesquisa no campo da política educacional: elementos conceituais e metodológicos. Educar em Revista, v. 34, n. 72, p. 303-319, nov./dez. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/er/v34n72/0104-4060-er-34-72-303.pdf. Acesso em: 20 mar. 2020.

MAINARDES, Jefferson; TELLO, César. A pesquisa no campo da política educacional explorando diferentes níveis de abordagem e abstração. In: Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 24, n. 75, p. 1-17, jul. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.24.2331: Acesso em: 09 fev. 2017.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social – teoria, método e criatividade. 28 ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2009. Disponível em: http://www.mobilizadores.org.br/wp-content/uploads/2015/03/MINAYO-M.-Cec%C3%ADlia-org.-Pesquisa-social-teoria-m%C3%A9todo-e-criatividade.pdf: Acesso em: 12 fev. 2017.

PINTO, José Marcelino de Rezende. Os recursos para educação no Brasil no contexto das finanças públicas. Brasília: Editora Plano, 2000.

PINTO, José Marcelino de Rezende. A política recente de fundos para o financiamento da educação e seus efeitos no pacto federativo. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100 – Especial, p. 877-897, out. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a1228100.pdf. Acesso em: 05 ago. 2020.

PINTO, José Marcelino de Rezende. Financiamento da educação básica: a divisão de responsabilidades. Retratos da Escola, v. 6, n. 10, p. 155-172, jan./jun. 2012. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/176/333. Acesso em: 09 ago. 2020.

ROMANOWSKI, Joana Paulin. As licenciaturas no Brasil: um balanço das teses e dissertações dos anos 90. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2002. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-22102014-134348/pt-br.php: Acesso em: 05 out. 2018.

SANTOS, Alfredo Sérgio Ribas dos. O financiamento da educação no Brasil: o estado da arte e a constituição do campo (1996 a 2010). Revista Uniítalo em Pesquisa, São Paulo, v. 6, n. 1, p. 245-272, 2016. Disponível em: http://pesquisa.italo.br/index.php?journal=uniitalo&page=article&op=view&path%5B%5D=49. Acesso em: 06 mar. 2020.

SANTOS FILHO, José Carlos; SÁNCHEZ GAMBOA, Sílvio Ancisar. Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SHIROMA, Eneida Oto; MORAES, Maria Célia Marcondes de; EVANGELISTA, Olinda. Política educacional. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

SILVA, Antônia Almeida; JACOMINI, Márcia Aparecida. Escolhas políticas e (re)direcionamentos epistemológicos em educação: um panorama das teses e dissertações. In: Antônia Almeida Silva, Márcia Aparecida Jacomini (orgs.) Pesquisas em políticas educacionais: características e tendências. Feira de Santana: UFES Editora, 2016, p. 93-122.

SOARES, Magda Becker; MACIEL, Francisca Pereira. Alfabetização no Brasil: o estado do conhecimento. Brasília: MEC/Inep/Comped, 2000. Disponível em:

http://portal.inep.gov.br/documents/186968/484330/Alfabetiza%C3%A7%C3%A3o/f9ddff4f-1708-41fa-82e5-4f2aa7c6c581?version=1.3. Acesso em: 15 maio 2020.

VASCONCELOS, Dimas Augusto de. Custeio da Educação Pública na era Vargas: a caixa escolar do Ceará (1930-1945). 2013. 135f. – Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan./abr. 2014. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/2317. Acesso em: 18 maio 2020.

Publicado

17-05-2023

Como Citar

DUARTE, M. de J. R.; CRUZ, R. E. da. O financiamento da educação em teses e dissertações no Nordeste brasileiro: um estudo de revisão. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e4829034, 2023. DOI: 10.14244/198271994829. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4829. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-04-30
##plugins.generic.dates.accepted## 2021-06-27
##plugins.generic.dates.published## 2023-05-17