Cinema e pluralidade cultural: emprego de filmes árabes em práticas educativas preocupadas com a alteridade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994666

Palavras-chave:

Pluralidade cultural, Orientalismo, Cinema e educação.

Resumo

As sociedades orientais são alvo de olhar estereotipado e preconceituoso, segundo interpretação derivada de processo histórico denominado por Orientalismo, ou seja, discursos de naturezas diversas (literários, administrativos, pictóricos, filmicos), mas igualmente construídos pelos ocidentais, visando legitimar processos de dominação política e econômica. Reconhecendo a força dessa perspectiva e, a contar daí, recusando-a, é que o presente texto visa apresentar apropriação pedagógica que enfatiza a pluralidade cultural expressa em filmes árabes, tendo como referência outro paradigma, denominado por Orientalíssimo e associado ao esforço de conhecer sobre o Oriente a partir de discursos produzidos pelos próprios orientais. A pesquisa contou com abordagem qualitativa, natureza aplicada e engendrou descrição e explicação, valendo-se de investigações bibliográficas e documentais. Os aportes teóricos envolveram pensadores da educação, do cinema, da cultura e da estética. Conclui-se que “Caramelo” (2007), “O Edifício Yacoubian” (2006) e “Paradise Now” (2005) abordam temas como a mulher, a organização social e os homens-bomba, respectivamente, mas de modo a oportunizar visões baseadas na alteridade. Desta feita, configuram-se em narrativas cinematográficas importantes para o desenvolvimento de práticas educativas voltadas para reflexões sobre temas associados ao universo árabe, de maneira complexa, com mais profundidade e segundo ponto de vista baseado na voz do Outro ao qual se pretende conhecer.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Humberto Perinelli Neto, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Bacharel e licenciado em História pela Unesp-FCHS-Franca. Por essa mesma instituição obteve o título de Mestre em História e Cultura Social e o de Doutor em História e Cultura Política. Especialista em Metodologia do Ensino de Artes pelo Centro Universitário Barão de Mauá, Ribeirão Preto, SP. Especialista em Segurança Alimentar e Nutricional pela Unesp-IB-Botucatu/Universidade de Loja-Equador. Cursou Letras pela Unesp-Ibilce-São José do Rio Preto. Vivenciou pesquisa versando sobre ensino, cinema e africanidades em estágio Pós Doc no NUPE-CLADIN-LEAD, Departamento de Ciências Sociais, Unesp-FCL-Araraquara. Pela Fapesp foi bolsista (IC e MS) e coordenou Projeto Regular. Foi bolsista Capes (PET, MS, Pibid e Parfor). É Professor Assistente Doutor junto ao Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce/Unesp) de São José do Rio Preto-SP. É professor/pesquisador do Programa de Pós Graduação Ensino e Processos Formativos (Unesp São José do Rio Preto/Ilha Solteira e Jaboticabal), tendo feito parte da Comissão responsável por sua implantação e por exercer sua Coordenação Adjunta no período 2016/2017 e sua Coordenação nos períodos 2017/2021 e 2021/2025. Foi professor visitante na Universidad Nacional de Cuyo/Mendoza-Argentina, na Universidade do Porto/Portugal e na Universidade Católica Portuguesa do Porto/Portugal. Compõe os grupos de pesquisa CNPq: Centro de Estudos das Culturas e Línguas Africanas e da Diáspora Negra (Unesp/Araraquara - CLADIN), Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação para Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Unesp/Botucatu - INTERSSAN) e Formação Docente e Práticas Educativas (Unesp/São José do Rio Preto). Co-dirige a Série de livros Processos Formativos (Editora FI, Porto Alegre, RS). Responsável por canal no YouTube: CinEducAção (https://www.youtube.com/channel/UCdAxDOkXLBZlfqK41Ld2ZdA).

Alexandre Cristiano Baldacin Junior, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Mestre na área de Tecnologias, Diversidade e Cultura pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino e Processos Formativos pelo Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE/UNESP) de São José do Rio Preto-SP, e graduado em Licenciatura em Letras (Português/Espanhol) pela mesma instituição. Dedica-se a pesquisas sobre Ensino, Cinema, Africanidades e o campo das Letras. Foi bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq e bolsista CAPES de Mestrado.

Ricardo Scucuglia Rodrigues da Silva , Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Professor Associado do Departamento de Educação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus São José do Rio Preto, SP (IBILCE). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da UNESP (IGCE). Docente e coordenador Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Ensino e Processos Formativos da UNESP (IBILCE-FEIS-FEG). Possui Graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela UNESP de Rio Claro (2002), Mestrado em Educação Matemática pela UNESP de Rio Claro (2006) e Doutorado em Education Studies pela The University of Western Ontario (2012), (Western University), do Canadá. É livre-docente em Educação Matemática pela UNESP (2022). Desde 2000 é pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa em Informática, outras Mídias e Educação Matemática, (GPIMEM, UNESP, Rio Claro), participando de pesquisas com financiamento CNPq, CAPES, FAPESP e SSHRC. De 2006 a 2012 foi pesquisador assistente da Faculdade de Educação da Western University. Foi premiado no Western Research Forum for Research Excellence em 2010 e 2012. De 2015 a 2018 foi Editor Associado do Fields Mathematics Education Journal (FMEJ / Springer) do Fields Institute da Universidade de Toronto. Foi Editor Associado do BOLEMA (2018-2019). Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em Informática, Artes/Estéticas e História e Filosofia da Matemática.

Edilson Moreira de Oliveira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Licenciado em Ciências Biológicas, Mestre em Educação Pela Universidade Estadual Paulista Júlio ee Mesquita Filho (Unesp/Marília, 1998), Doutor em Educação Escolar Pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp/Araraquara, 2004). Atuou como docente do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar aa Unesp de Araraquara. Atualmente é docente do Programa de Pós-graduação Ensino e Processos Formativos - Programa Interunidades (Fcav/Unesp de Jaboticabal; Feis/Unesp; Ibilce/Unesp de São José do Rio Preto.

Referências

ALAÓS, Anselmo Peres. Uma visão caleidoscópica do Egito contemporâneo: os pequenos mundos do Edifício Yacoubian. Revista Africa e Africanidades. Ano 3, n.°10, p.01-07, 2010.

ALMEIDA, Milton José. Cinema: arte da memória. Campinas: Autores Associados, 2009.

ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais. São Paulo: Pioneira, 1999.

ARAÚJO, Inácio. Cinema: o mundo em movimento. São Paulo: Scipione, 1995.

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. A análise fílmica. Trad. Marcelo Felix. Lisboa: Texto & Grafia, 2010.

BAPTISTA, Mauro; MASCARELLO, Fernando. Cinema mundial contemporâneo. Campinas: Papirus, 2008.

BARTH, Fredrik. Grupos Étnicos e suas Fronteiras. In: POUTIGNAT, Philippe &Jocelyne STREIFFFENART. Teorias da Etnicidade. Trad. Elcio Fernandes. São Paulo. Editora UNESP, 1998, p.185-227.

BAUER, Martin W. & GASKELL, George. (orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, 2015.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política - ensaios sobre literatura e história da cultura.Trad. Sérgio paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. Trad. Carlos F. Moisés & Ana M. Ioratti. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

BERNARDET, Jean-Claude. Cinema brasileiro: propostas para uma história. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

BERNARDET, Jean-Claude; RAMOS, Alcides Freire. Cinema e história do Brasil. São Paulo: Contexto, 1994.

BURGESS, Jean; GREEN, Joshua. YouTube e a Revolução Digital: como o maior fenômeno da cultura participativa transformou a mídia e a sociedade. Trad. Ricardo Giassetti. São Paulo: Aleph, 2009.

CABRERA, José. O cinema pensa: uma introdução à filosofia através dos filmes. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

CARAMELO. Direção: Nadine Labaki. Produção: Anne-Dominique Toussaint. Líbano: BAC Films, 2007.

CHARNEY, Leo; SCHWARTZ, Vanessa. O cinema e a invenção da vida moderna. Trad. Regina Thompson. São Paulo, Cosac-Naify, 2001.

CRARY, Jonathan. Técnicas do observador: visão e modernidade no século XIX. Trad. Verrah Chamma. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

DE CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. Trad. Ephrain Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 2014.

DIAWARA, Manthia; DIAKHATÉ, Lydie. Cinema africano: novas formas estéticas e políticas. Porto: Sextante, 2011.

DUARTE, Rosália et al. Produção de sentido e construção de valores na experiência com o cinema In: SETTON, Maria da Graça. (org.). A cultura da mídia na escola: ensaios sobre cinema e educação. São Paulo: Annablume, 2004, pp. 37-52.

DUARTE, Rosália. Cinema e educação. Belo Horizonte, Autêntica, 2009a.

DUARTE, Rosália. O outro no cinema. Revista Teias, Rio de Janeiro, v.10, n.19, p. 01-06, jul. 2009b.

ELSAESSER, Thomas. Cinema como arqueologia das mídias. Trad. Carlos Szlak. São Paulo: Edições SESC, 2018.

FERRO, Marc. Cinema e história. Trad. Flávia Nascimento. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

FERRO, Marc. A colonização explicada a todos. Trad. Fernando Santos. São Paulo: Editora UNESP, 2017.

FISCHER, Rosa Maria Bueno; MARCELLO, Fabiana. Pensar o Outro no cinema: por uma ética das imagens. Revista Teias, Rio de janeiro, v. 17, n.44, pp. 13-29, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FRESQUET, Adriana. Cinema e educação - reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e "fora" da escola. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

GAMBOA, Silvio Sánchez. (Org). Pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1997.

GARCÍA CANCLINI, Nestor. Leitores, espectadores e internautas. Trad. Ana Goldberger. São Paulo: Iluminuras, 2008.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das culturas. Trad. Fanny Wrobel. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

GEERTZ, Clifford. Do ponto de vista dos nativos: a natureza do entendimento antropológico. In: GEERTZ, Clifford. O saber local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Trad. Vera Joscelyne. Petrópolis: Vozes, 1997, pp. 85-107.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1994.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

HARTOG, François. Memória de Ulisses – narrativas sobre a fronteira na Grécia Antiga. Trad. Jacintho Lins Brandão. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

HARTOG, François. O espelho de Heródoto - Ensaio sobre a representação do Outro. Trad. Jacyntho Lins Brandão. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

HOBSBAWM, Eric. A era dos impérios, 1875-1914. Trad. Sieni Maria Campos e Yolanda Steidel de Toledo. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Trad. Ivone Castilho Benedetti. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

KENSKI, Vani. O ensino e os recursos didáticos em uma sociedade cheia de tecnologias. In: VEIGA, Ilma. (org.). Didática: o ensino e suas relações. Campinas, Papirus, 2007, pp. 127-147.

LIMA JUNIOR, David Marinho. Descolonizando as mentes: Ousmane Sembène e a propostade um cinema africano na década de 1960. Dissertação (mestrado): Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de História, 2014. 115f.

MAGGIOTTI, Pedro Henrique Libânio; SERRANO, Daniel Bueno de Melo. Paradise Now: representações de identidades culturais palestinas no cinema. Língua, Literatura e Ensino (UNICAMP), v. 5, p.239-247, 2010.

MARRA, Laísa. As Representações do Egito em O Edifício Yacubian. Revista UFG (IMPRESSO), v.I, p.163-167, 2011.

MELEIRO, Alessandra. Cinema no mundo - indústria, política e mercado (África, Volume I). São Paulo: Escrituras Editora, 2007a.

MELEIRO, Alessandra. Cinema no mundo - indústria, política e mercado (Ásia, Volume III). São Paulo: Escrituras Editora, 2007b.

MIGLIORIN, Cezar. Inevitavelmente Cinema: educação, política e mafuá. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2015.

MIGLIORIN, Cezar; BARROSO, Elianne Ivo. Pedagogias do cinema: montagem. Significação: Revista de Cultura Audiovisual, v. 44, n. 46, p. 15-28, 2016.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza. (Org). Pesquisa social. Petrópolis: Vozes, 2000.

NAPOLITANO, Marcos. Como usar o cinema na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2011.

NOVAES, Adauto. (org.). O olhar. São Paulo. Companhia da Letras, 2002.

NÓVOA, Jorge; FRESSATO, Soleni; FEIGELSON, Kristian. (orgs.). Cinematógrafo: um olhar sobre a História. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

O EDIFÍCIO Yacoubian. Direção: Marwan Hamed. Produção: Imad Adeeb, Adel Adeeb. Egito: Good News, 2006.

PARADISE Now. Direção: Hany-Abu-Assad. Produção: Bero Beyer. Palestina: Augustus Film, 2005.

PAULINO, Alessandro Garcia; PIMENTA, Alan Victor; DINIS, Nilson Fernandes. Educação, Cinema e Estudos Culturais. Revista Eletrônica de Educação. v. 13, n. 2, p. 388-400, 2019.

PEIRANO, Mariza GOMES e Souza. A Teoria Vivida: e outros ensaios de antropologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2006.

RANCIÉRE, Jacques. A partilha do sensível - estética e política. Trad. Mônica Costa Netto. São Paulo: Editora 34, 2005.

ROSENSTONE, Robert. A história nos filmes, os filmes na história. Trad. Marcello Lino. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

SAID, Edward. Orientalismo – o Oriente como invenção do ocidente. Trad. Rosaura Eichenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SAID, Edward. Cultura e Imperialismo. Trad. Denise Bottmann. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SANTOS, Andrey Augusto Ribeiro A. A. R. Munich e Paradise Now: um olhar sobre o conflito Palestino-Israelense através do Cinema. Boletim Historiar, v.18, p.72-88, 2017.

SENGER, Guilherme Felkl. História da África contemporânea e Cinema: estudo das representações dos filmes “O Último Rei da Escócia”, “Diamante de Sangue” e “O Jardineiro Fiel”. Aedos, Rio Grande do Sul, v. 4, n. 11, p. 524-548, 2012.

SETTON, Maria da Graça. Mídia e educação. São Paulo: Contexto, 2010.

SHAHEEN, Jack. Reed Bad Arabs: how hollywood vilifies a people. Oliver Branch Press, 2001.

SILVA, Fabiane Pimentel. Representação, sujeitos, territórios e fronteiras no cinema autoral de Nadine Labaki e Amos Gitai. REEL – Revista Eletrônica de Estudos Literários, Vitória, s. 3, ano 10, n. 15, p. 1-13, 2014.

SILVA, Marcos; RAMOS, Alcides Freire. (orgs.). Ver história: o ensino vai aos filmes. São Paulo: Hucitec, 2011.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty. Pode o subalterno falar?. Tradução de Sandra R. Goulart Almeida; Marcos Feitosa; André Feitosa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

STAROBINSKI, Jean. As máscaras da civilização: ensaios. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

TEIXEIRA, Inês Assunção de Castro; LOPES, José de Sousa Miguel. A escola vai ao cinema. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

TÉTART, Philippe. Pequena história dos historiadores. Trad. Maria Leonor Loureiro. Bauru/São Paulo: Edusc, 2000.

TODOROV, Tzevetan. A Conquista da América - A Questão do Outro. Trad. Beatriz Perrone Moisés. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1983.

TRIVINÕS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Atlas, 1987.

VANOYE, Francis; GOLLIOT-LÉTÉ, Anne. Ensaio sobre a Análise Fílmica. Trad. Marina Appenzeller. Campinas, Papirus, 1994.

XAVIER, Ismael. O discurso cinematográfico. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1977.

ZAMBONI, Ernesta; FONSECA, Selva Guimarães. (orgs.). Espaços de formação do professor de História. Campinas: Papirus, 2008.

Downloads

Publicado

28-11-2023

Como Citar

PERINELLI NETO, H. .; BALDACIN JUNIOR, A. C.; SILVA , R. S. R. da; OLIVEIRA, E. M. de. Cinema e pluralidade cultural: emprego de filmes árabes em práticas educativas preocupadas com a alteridade. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e4666074, 2023. DOI: 10.14244/198271994666. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4666. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-04-29
##plugins.generic.dates.accepted## 2021-05-09
##plugins.generic.dates.published## 2023-11-28