Cinema e Educação: o Projeto Imagens em Movimento e espaços de alteridade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271993475

Palavras-chave:

Alteridade, Cinema e educação, Educação básica, Trabalho da educação.

Resumo

Neste artigo nos propomos a discutir o trabalho educativo com cinema em escolas da rede pública como espaço de criação e alteridade. Partindo da experiência do Projeto Imagens em Movimento, iniciado no ano 2011, que realiza um trabalho com cinema em escolas da rede pública e atuou em escolas e pontos de cultura de alguns municípios do estado do Rio de Janeiro e do estado de Minas Gerais, investigamos o trabalho educativo com cinema, no espaço da escola pública, a partir da experiência de três escolas com esse projeto, todas localizadas na cidade do Rio de Janeiro. Trata-se de parte de uma pesquisa realizada a partir do mapeamento das informações disponíveis na plataforma digital do projeto sobre o seu histórico e suas ações e pela análise de entrevistas realizadas com oito trabalhadores envolvidos no projeto nessas três escolas. O referencial teórico da pesquisa se ancorou em conceitos como: cinema e educação, atividade criadora, alteridade, aprendizagem, experiência e infância, a partir de um diálogo com autores fundamentais – em especial Alain Bergala, para quem a escola deve ser um espaço de apropriação e fruição do cinema como arte. Focando na experiência com cinema como espaço de alteridade destacamos que, quando professores, cineastas e/ou demais trabalhadores da Educação Básica trabalham em parceria, experimentando o cinema junto com os estudantes dentro e fora da escola, parecem ser mobilizadas muitas aprendizagens em todos os envolvidos no projeto, alterando subjetividades e construindo saberes em conjunto.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Danielle de Oliveira Ribeiro, Colégio Pedro II

Professora de Ensino Básico Técnico e Tecnológico

Área: Educação

Teresa Paula N. R. Gonçalves, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora da Faculdade de Educação (graduação e pós-graduação)

Referências

AGAMBEM, Giorgio. Infância e história. Buenos Aires: Adriana Hidalgo, 2001.

AGAMBEM, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007.

ARENDT, Hannah. A condição humana (1ª ed. 1958 ed.). Lisboa: Relógio D'Água, 2001.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BENJAMIN, Walter. Reflexões sobre a criança, o brinquedo e a educação. São Paulo: Duas Cidades/34, 2005.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: Obras Escolhidas I: Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo, Brasiliense, 2012, p. 231-240.

BERGALA, Alain. A hipótese-cinema. Rio de Janeiro: Booklink; CINEAD-LISE-FE/UFRJ, 2008.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

DELEUZE, Gilles. A imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 1990.

FRESQUET, Adriana. Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de Educação Básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

FRESQUET, Adriana; NANCHERY, Clarissa. Abecedário de cinema com Alain Bergala. Rio de Janeiro: CINEAD/LECAV/FE-UFRJ, 2012. DVD. 36’, cor.

GOMES. Elisabete X.; GONÇALVES, Teresa N.R. Trabalho da educação: Acção humana, não-produtividade e comunidade. Interacções, v. 11, n. 37, 2015.

KOHAN, Walter Omar. A infância da educação: o conceito devir-criança. In: ______. (org.) Lugares da infância: filosofia. Rio de Janeiro: DP&A, 2004, p. 51-68.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, 2002.

LARROSA, Jorge. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 19, n. 2, p. 04-27, jul./dez. 2011.

LARROSA, Jorge. Por amor à infância e por amor ao mundo. Transcrito e traduzido por Raquel Ribeiro Santos. Revista Imaginar. n. 56, p. 39-45, 2013.

MACEDO Elizabeth. Currículo, cultura e diferença. In: LOPES, Alice Casimiro; ALBA, Alícia de (Orgs.). Diálogo curricular entre Brasil e México. Rio de Janeiro: Eduerj, 2014, p. 83-101.

MASSCHELEIN, Jan; SIMONS, Maarten. Em defesa da escola: uma questão pública. Autêntica, 2013.

MIGLIORIN, Cezar. Inevitavelmente cinema: educação, política e mafuá. 1ª ed.- Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2015.

PARAÍSO, Marlucy Alves. Diferença no currículo. Cadernos de pesquisa, v. 40, n. 140, p. 587-604, 2010.

Downloads

Publicado

13-05-2020

Como Citar

RIBEIRO, D. de O.; GONÇALVES, T. P. N. R. Cinema e Educação: o Projeto Imagens em Movimento e espaços de alteridade. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e3475085, 2020. DOI: 10.14244/198271993475. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/3475. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2019-05-23
##plugins.generic.dates.accepted## 2020-03-08
##plugins.generic.dates.published## 2020-05-13