Caminho: do motivo visual para os motivos pedagógicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992815

Palavras-chave:

Motivo visual, Cinema, Educação, Infância.

Resumo

Esse é um exame crítico sobre o motivo visual cinematográfico: caminho, em dois filmes, Onde Fica a Casa de Meu Amigo? (1987) e Gosto de Cereja (1997), do cineasta e fotógrafo iraniano, Abbas Kiarostami, estabelecendo suas relações com as práticas educativas e os possíveis conhecimentos formados com o cinema. O objetivo é discutir o aprendizado com a linguagem cinematográfica na escola através das relações pedagógicas entre adulto e criança, cinema, educação e imaginação. A análise dos filmes parte da leitura das críticas feitas por Ragel (2016), Bergala (2008) e Bernardet (2004) acerca da linguagem cinematográfica de Abbas Kiarostami, que desenvolveu uma poética artística e reflexiva sobre questões da vida. Outras produções audiovisuais e experiências educativas com o cinema são articuladas a teorias sobre infância, processos educativos e subjetividades. Este texto aponta para caminhos pedagógicos de aproximação entre adultos e crianças, professores e alunos, em relações pedagógicas de respeito às alteridades e especificidades.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rosiane de Jesus Dourado, Colégio Pedro II/Maria da Conceição Ferreira de Sousa e Lourival de Jesus Dourado

Professora de Artes Visuais, no Colégio Pedro II, e artista visual. Atualmente também ministra curso de extensão em História da Arte, na CCE, PUC-Rio. Nasceu em São Luís, Maranhão, é mestre em Design pela PUC-Rio e licenciada em Educação Artística, com habilitação em História da Arte, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Desenvolve pesquisas em audiovisual, cinema e educação, com ênfase em cinema de animação na escola.

Referências

BAUDELAIRE, C. O pintor da vida moderna. In: COELHO, T. (Org.). Sobre a modernidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

BERGALA, A. A hipótese-cinema. Tradução de Mônica Costa Netto e Silvia Pimenta. Rio de Janeiro: Booklink; Cinead-Lise-FE/UFRJ, 2008.

BERNARDET, Jean-Claude. Caminhos de Kiarostami. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

DO RIO, J.A alma encantadora das ruas. São Paulo: Companhia das Letras, edição de bolso, 2008.

FRESQUET, A. Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

GOSTO de Cereja. Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Abbas Kiarostami Productions, CiBy 2000: Kanum, Irã,1997.1 DVD (95 min.). Título original: Tam-e Gilas.

GUATTARI, F. Caosmose: um novo paradigma estético. Tradução de Ana Lúcia de Oliveira e Lúcia Cláudia Leão. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

GUATTARI, F. Da produção de Subjetividade. In: PARENTE, A. (Org.). Imagem-Máquina. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993. p. 177-191.

LUMIÈRE! – A aventura começa. Direção: Thierry Frèmaux. Produção:Thierry Frémaux, Bertrand Tavernier. França, 2017. 1 DVD (90min.). Título original: Lumière! - L’aventure commence.

Martins, E.; IMBRIZI, J.; Garcia., M. L. Cinema, subjetividade e sociedade:a sétima arte na produção de saberes. Uma experiência de extensão na Universidade Federal de São Paulo. Revista de Psicologia, São Paulo, v. 8, n.1, p. 75-86, jan/jun. 2017. Disponível em:<http://www.periodicos.ufc.br/

psicologiaufc/article/view/13957/10274>. Acesso em: 1 maio 2018.

MOGADOURO, C.; FONTANA, L. A . M. O audiovisual na educação. 2017. Disponível em <https://www.sescsp.org.br/online/artigo/10648_O+

AUDIOVISUAL+NA+EDUCACAO>. Acesso em: 17mai. 2019.

ONDE fica a casa de meu amigo. Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Ali-RezaZarrin. Kanum, Irã, 1987.1 DVD (87min.). Título original: Khane-ye Doust Kodjast?

POLARIS. Direção: Los Carpinteros. Produção: Los Carpinteros. Madri, Espanha, 2014. Monocanal, color, áudio stereo (10 min.).

PONTE, A.; MENDES, C.; LAURINDO, M. A distância adulto/criança e seus reflexos no processo educacional. Faculdade de Educação, UFG, Goiás, s.d. Disponível em <https://grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR23.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2017.

RAGEL, P. El Camino: caligrafia caminal. In: BALLÓ, J.; BERGALA, A (eds.). Motivos Visuales Del Cine. Barcelona: Galaxia Gutemberg, 2016. p. 44-49.

RANCIÈRE, J. A partilha do sensível: estética e política. Tradução de Mônica Costa Netto. São Paulo: Editora 34, 2015.

RANCIÈRE, J. O mestre ignorante: cinco lições sobre emancipação intelectual. Tradução de Liliam do Vale. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

Downloads

Publicado

03-03-2020

Como Citar

DOURADO, R. de J. Caminho: do motivo visual para os motivos pedagógicos. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e2815077, 2020. DOI: 10.14244/198271992815. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2815. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Análise de Imagens
##plugins.generic.dates.received## 2018-06-03
##plugins.generic.dates.accepted## 2019-04-29
##plugins.generic.dates.published## 2020-03-03