FormAção-continuada em Modelagem Matemática na modalidade remota: a rede e o fenômeno da hibridização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271996251

Palavras-chave:

Formação de professores, Práticas, Associações, Pandemia.

Resumo

Este artigo objetiva descrever e mapear as associações que envolvem uma heterogeneidade de elementos humanos e não humanos em um contexto de um programa de formAção-continuada em Modelagem Matemática na modalidade remota. Para tanto, seguiu-se os caminhos propostos pela Teoria Ator-Rede (TAR) com o intuito de apresentar um olhar voltado para as práticas mapeadas em um curso de extensão ofertado durante o Período Letivo Extraordinário (PLE) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) na modalidade remota, em função da pandemia da Covid-19, em 2020. A proposta estava vinculada a três núcleos da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (Sbem), com sede em três universidades públicas no interior da Bahia. Toma-se a rede como uma "ferramenta metodológica", não apenas para descrever o que aconteceu, mas para analisar os elementos que criam um mundo e suas associações. Tem-se como referência os princípios do agnosticismo, da simetria generalizada e da associação livre para descrever as práticas. Os resultados indicam que associações estabelecidas entre os formadores-participantes e o WhatsApp, entre os formadores-participantes, o Google Meet e o Google Forms, bem como entre participantes do curso e o Google Classroom deram origem a novas associações que se denominam associações colaborativas internas, externas, alternativas e matemáticas. Essas associações colocaram em relevo o engajamento, a interatividade e a produtividade, cartografados no curso de formação.

 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Flavia Cristina de Macêdo Santana, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1998), Especialização em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1998), mestrado (2006), doutorado (2015) em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Atualmente é professora titular da Universidade Estadual de Feira de Santana atuando nos cursos de Licenciatura em Matemática e Pedagogia. É professora permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação da UEFS e colaboradora do mestrado profissional em Educação Científica, Inclusão e Diversidade - CETENS/UFRB. Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em formação de professores de matemática, trabalho colaborativo com professores de matemática, Modelagem Matemática, materiais curriculares educativos (MCE) e políticas públicas. Líder do Grupo do Núcleo de Estudos e Pesquisas de Educação Matemática do Nordeste (NEPEMN). Coordenadora do Grupo Colaborativo de Matemática e Educação (GCMEduc). É sócia da Sociedade Brasileira de Educação Matemática e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped). Atualmente, coordenadora adjunta do GT07- Formação de Professores que Ensinam Matemática (Sbem) e coordenadora do Gt19 Educação Matemática - Anped,/Nordeste (2022-2024).

Referências

ALMEIDA, Lourdes Maria Werle; SILVA, Karina Alessandra Pessoa; VERTUAN, Rodolfo Eduardo. Modelagem Matemática na Educação Básica. São Paulo: Contexto, 2016.

BAIRRAL, Marcelo Almeida. As manipulações em tela compondo as dimensões corporificada da cognição matemática. JIEEM, Londrina, v. 10, n. 2, p. 99-106, 2017.

BARBOSA, Jonei Cerqueira. Modelagem e modelos matemáticos na Educação Científica. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 65-85, 2009.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino-aprendizagem com Modelagem Matemática. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2013.

BIEMBENGUT, Maria Salett. S. Modelagem no Ensino Fundamental. Blumenau: Edifurb, 2014.

BORBA, Marcelo de Carvalho; GADANIDIS, George. Virtual communities and networks of practising mathematics teachers: the role of technology in collaboration. Educational Studies in Mathematics, v. 98, n. 3, p. 269-286, jul. 2018.

BRAGA, Camila; SUAREZ, Maribel. Teoria Ator-Rede: novas perspectivas e contribuições para os estudos de consumo. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 2, n. 16, p. 218-231, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Conselho Nacional de Educação. Parecer no 05/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília, DF: CNE/MEC, 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 02/2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial União: seção 1, Brasília, DF, n. 124, p. 8-12, 2 jul. 2015.

CYRINO, Márcia Cristina de Costa Trindade et al. (org.). Formação de professores em Comunidades de Prática: frações e raciocínio proporcional. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2014.

DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. Formação continuada de professores. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Alexandre C.; VIEIRA, Lívia Fraga. Dicionário de Trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: FaE/UFMG, 2010.

FIORENTINI, Dario; CRECCI, Vanessa Moreira. Metassíntese de pesquisas sobre conhecimentos/saberes na formação continuada de professores que ensinam matemática. ZETETIKÉ. Revista de Educação Matemática, v. 25, n.1, pp. 164-185, 2017.

GATTI, Bernadete Angelina et al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. [S. l.: s.n.], 2019.

LATOUR, Bruno. Investigação sobre modos de existência: uma antropologia dos modernos. Tradução Alexandre Agabiti Fernandez. Petrópolis: Vozes, 2019.

LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução à teoria do Ator-Rede. Bauru: Edusc, 2012.

LEMOS, André Luiz Martins. Mídia, tecnologia e educação: atores, redes, objetos e espaço. In: LINHARES, Ronaldo Nunes; PORTO, Cristiane de Magalhães; FREIRE, Valéria. Mídia e educação: espaços e (co)relações de conhecimentos. Aracaju: EdUNIT, 2014. p. 11-28.

LUNA, Ana Virginia de Almeida; BARBOSA, Jonei Cerqueira. Modelagem matemática e os textos produzidos em um programa de formação continuada. Zetetiké, Campinas, v. 23, n. 44, p. 347-376, jul./dez. 2015.

MARMITT, Rosi Kelly Regina; BONOTTO, Danusa de Lara. Modelagem Matemática na Educação Matemática e Formação Continuada de Professores: caminhos para o desenvolvimento profissional. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 4, p. 1-24, 2020.

MEYER, João Frederico da Costa; CALDEIRA, Ademir Donizete; MALHEIROS, Ana Paula dos Santos. Modelagem em Educação Matemática. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

MONTEIRO, Silvana Drumond; VIGNOLI, Richele Grenge; DE ALMEIDA, Carlos Cândido. O Pós-Humano como paradigma emergente na Ciência da Informação. Informação & Sociedade: Estudos, v. 30, n. 4, p. 1-28, 2020.

MUSSO, Pierre. A filosofia da rede. In: PARENTE, A. (org.). Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2004. p. 17-38.

NACARATO, Adair. Mendes. A parceria universidade-escola: utopia ou possibilidade de formação continuada no âmbito das políticas públicas? Revista Brasileira de Educação, Itatiba, v. 21, n. 66, p. 699-716. jul./set. 2016.

NOBRE, Júlio César Almeida; PEDRO, Rosa Maria Leite Ribeiro. Reflexões sobre possibilidades metodológicas da Teoria Ator-Rede. Cadernos UniFOA, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 47-56, dez. 2010.

OLIVEIRA, Andreia Maria Pereira; BARBOSA, Jonei Cerqueira. Modelagem matemática e situações de tensão na prática pedagógica dos professores. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 24, n. 38, p. 265-296, abr. 2011.

OLIVEIRA, Juliana et al. Mathematical modeling of COVID-19 in 14.8 million individuals in Bahia, Brazil. Nat Commun v.12, n. 333, 2021.

RODRIGUES. Paulo Henrique; CYRINO, Márcia Cristina de Costa Trindade. Identidade Profissional de futuros professores de Matemática: aspectos do autoconhecimento mobilizados no Vaivém. Zetetiké, Campinas, v. 28, n. 2, 1-26, 2020.

SANTOS, Edméa. Notícias: EAD, palavra proibida. Educação online, pouca gente sabe o que é. Ensino remoto, o que temos para hoje. Mas qual é mesmo a diferença? #livesdejunho... ReDoc: Revista Docência e Cibercultura, Rio de Janeiro, ago. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1119. Acesso em: 12 abr. 2021.

SALGADO, Tiago Barcelos Pereira. Fundamentos Pragmáticos da teoria Ator-Rede para análise de ações comunicacionais em redes sociais online. 2018. 287 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

SILVA, Patrícia; PRETTO, Nelson de Lucca; LIMA, Danilo Mota. Relações sociotécnicas do movimento escola sem partido a partir de uma análise pós-qualitativa. Interfaces Científicas, Aracajú, v. 10, n. 2, p. 80-94, 2020. Número Temático.

SKOVSMOSE, Ole. Cenários para investigação. Boletim de Educação Matemática, v. 13, n. 14, p. 66-91, 2000.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino. Bullying: quem tem medo? Uma proposta de implantação de um programa em que a convivência entre as crianças na escola seja um valor. 1. ed. Americana: Adon, 2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Modelos matemáticos baianos para auxiliar no combate à Covid-19 são publicados na revista Nature. Salvador: UFBA, 2021. Disponível em: https://coronavirus.ufba.br/modelos-matematicos-baianos-para-auxiliar-no-combate-covid-19-sao-publicados-na-revista-nature. Acesso em: 3 mar. 2023.

Downloads

Publicado

13-12-2023

Como Citar

SANTANA, F. C. de M. . FormAção-continuada em Modelagem Matemática na modalidade remota: a rede e o fenômeno da hibridização. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e6251097, 2023. DOI: 10.14244/198271996251. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/6251. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Formação de Professores que Ensinam Matemática
##plugins.generic.dates.received## 2022-11-18
##plugins.generic.dates.accepted## 2023-07-20
##plugins.generic.dates.published## 2023-12-13