Um Passarinho azul me contou: expressões da violência de alunos contra professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994917

Palavras-chave:

Violência estudantil, Twitter, Relação professor-aluno, Análise de conteúdo.

Resumo

A popularização das novas tecnologias entre os jovens é ambivalente: se, por um lado, permite maior intensidade de comunicação e interação entre as pessoas, por outro, reproduz e cria novas formas de violência. Esteados por um sólido corpo teórico de estudos de violência em ambiente escolar, propomo-nos a explorar a violência cometida por jovens contra os seus professores, utilizando as postagens públicas da rede social Twitter. Desta forma, tencionamos analisar os principais conteúdos de mensagens propagadoras de violência, abrindo caminho para futuros aprofundamentos da teoria pautados em dados empíricos. A coleta dos dados foi realizada por meios eletrônicos e automatizados, e a análise das mensagens foi executada com base na análise de conteúdo, bem como, em princípios da análise das redes sociais. Este artigo não possuiu a pretensão de escrutinar a violência escolar na internet, suas causas e consequências, mas sim, identificar os seus elementos geradores, compreendendo de que modo se manifesta na rede social selecionada, e que hipóteses o seu conteúdo suscita sobre a relação professor/aluno. Desta forma, cotejamos os dados empíricos coletados com as pesquisas sobre a violência na escola e depreendemos que as mensagens violentas no Twitter dirigidas a professores consistem em atos de vinganças dos alunos devido ao não estabelecimento de boas relações em sala de aula e à própria violência implícita no ato educativo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Francisco Valmir da Silva, Universidade de Brasília (UnB)

Doutorando em Educação pela Universidade de Brasília - UnB. Mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília – UCB, Especialista em Informática em Educação, Pedagogo e professor na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal - SEEDF.

Carlos Ângelo de Meneses Sousa , Universidade Católica de Brasília (UCB)

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília – UnB, com estudos na Universidade de Bonn (Alemanha) e Universidade de Lisboa(Portugal) respectivamente no doutorado e pós-doutorado. Professor do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Católica de Brasília.  Pesquisador da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade.

Lília Rolim Abadia, Universidade Católica de Brasília (UCB)

Doutora em Teoria Crítica e Estudos Culturais pela Universidade de Nottingham (Reino Unido), realizado com bolsa CAPES - Brasil. É mestre em Ciências da Cultura, pela Universidade de Lisboa (Portugal) especialista em Museologia pela Universidade Nova de Lisboa (Portugal) e licenciada em Arqueologia pela Universidade de Lisboa (Portugal). Realizou Pós-doutorado no Programa de Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Católica de Brasília.

Referências

ABRAMOVAY, M.; CUNHA, A. L.; CALAF, P. P. Revelando tramas, descobrindo segredos: violência e convivência nas escolas. Brasília: Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana (RITLA), Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal – SEEDF, 2009.

DE ALENCAR ALMEIDA, R. J. Estudo da ocorrência de cyberbullying contra professores na rede social twitter por meio de um algoritmo de classificação bayesiano. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia. Belo Horizonte, v. 5, n. 1, p. 1-7, 2012. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/1809/1942. Acesso em: 31 jan. 2015.

ARENDT, H. Sobre a violência. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009. 168 p.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Editora 70, 2011. 229 p.

DEBARBIEUX, E.; BLAYA, C. Violência nas escolas: dez abordagens europeias. Brasília: UNESCO, 2002, 268 p.

DUBET, F. Sobre a violência e os jovens. Cadernos de Ciências Humanas - Especiaria. [S.I.] v. 9, n.15, jan./jun., p. 11-31, 2006.

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: nascimento da prisão; tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987, 262 p.

FRAGOSO, S.; RECUERO, R.; AMARAL, A. Métodos de Pesquisa para Internet. Porto Alegre: Sulina, 2012, 239 p.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 48ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014, 143 p.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 24. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000, 157 p.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, 107 p.

ROCHA, T. B. Cyberbullying: ódio, violência virtual e profissão docente. Brasília: Liber Livro, 2012, 192 p.

GALVÃO, A. et al. Violências escolares: implicações para a gestão e o currículo. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 68, p. 425-442, 2010 (jul./set.). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v18n68/02.pdf. Acesso em: 08 abr. 2020.

GOMES, C. A. et al. Violencias en puentes de doble vía: escuela-entorno. In: NAVARRO, J.C.C. (Coord.). Las violencias en los entornos escolares. Japopan, Jalisco, México: Universidad de Guadalajara, v. 1, 2016. p. 104-123.

LIMA, D. A. O triângulo do diabo: Família, tédio e violências na escola. 2015. 229 f. Tese (Doutorado - Curso de Doutorado em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2015. Disponível em: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/bitstream/tede/1950/2/DiogoAcioliLimaTese2015.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

LIRA, A.; GOMES, C. A. Violence in schools: what are the lessons for teacher education? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação. Rio de Janeiro, v. 26, p. 759-779, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601574. Acesso em: 10 fev. 2020.

MOIGNARD, B. L’école et La rue: fabriques de délinquance. Paris: PUF, 2008, 232 p.

MOREIRA, B. D. Os jovens e as tecnologias: entre a poética e o controle técnico. In: SOUSA, C. Â. M. (Org.). Juventudes e Tecnologias: sociabilidades e aprendizagens. Brasília: Liber Livro / UNESCO, 2015, p. 207-232. Disponível em: https://socialeducation.files.wordpress.com/2016/03/juventudes-e-tecnologias-_site.pdf. Acesso em: 08 abr. 2020.

OLIVEIRA, N. R. Prefácio. In: Zuin, A. A. S. Adoro odiar meu professor: o aluno entre a ironia e o sarcasmo pedagógico. Campinas - SP: Autores Associados, 2008, 128 p.

ORIHUELA, J. L. Twitter y el boom del microblogging. Educ.ar: Educación y TIC. Argentina, 2007.

PAULO, T. S.; ALMEIDA, S. F. C. Violência e escola: escuta de professores e análise das práticas profissionais de orientação psicanalítica. Brasília: Liber Livro - UNESCO, 2015, 192 p.

PITSOE, V.; LETSEKA, M. Foucault and School Discipline: Reflections on South Africa. Mediterranean Journal of Social Sciences, [S. l.], v. 5, n. 23, p. 1525 -1532, 2014. Disponível em: https://www.mcser.org/journal/index.php/mjss/article/view/4688/4548. Acesso em: 15 maio. 2020.

PUCCI, B. À guisa de Prefácio: ambivalências na relação entre professor e aluno em tempos de tecnologias digitais. In: ZUIN, A. À. S. (Org.) Violência e tabu entre professores e alunos: a internet e a reconfiguração do elo pedagógico. São Paulo: Cortez, 2012, v. 01, p. 09-20.

RUOTTI, C. Violência em meio escolar: Fatos e representações na produção da realidade. Educação e Pesquisa, [S.L.], v. 36, n. 1, p. 339-355, 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1517-97022010000100010. Acesso em: 10 fev. 2020.

RECUERO, R. “Deu no Twitter, alguém confirma?” Funções do Jornalismo na Era das Redes Sociais. In: Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo – ECOB, 9, 2011, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos/Associação Brasileira de Pesquisa em Jornalismo. 2011, p. 7-19. Disponível em: http://www.raquelrecuero.com/arquivos/sbpjorrecuero.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

SANTAELLA, L.; LEMOS, R. Redes sociais digitais: a cognição conectiva do twitter. São Paulo: Paulus, 2010, 144 p.

SILVA, F. V. Violência dirigida aos professores na Internet: um estudo na rede social Twitter. 2016. 141f. Dissertação de mestrado (Mestrado em Educação) - Universidade Católica de Brasília, 2016.

SILVA, F. V.; SOUSA, C. Â. M. Violência dirigida aos Professores no Twitter: uma análise sobre a quais grupos de disciplinas mais se destina. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional (Curitiba. Impresso), v. 14, p. 154-171, 2019.

SOARES, L. H. et al. A autoridade docente e a sociedade da informação: o papel das tecnologias informacionais na docência. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 28, n. 106, p. 88-109, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362019002701655. Acesso em: 08 jun. 2020.

SOUSA, C. Â. M. Novas linguagens e sociabilidades: como uma juventude vê novas tecnologias. Revista Interacções, Santarém, v. 7, n. 17, p. 170-188, 2011. Disponível em: http://revistas.rcaap.pt/interaccoes/article/view/452/406. Acesso em: 10 fev. 2020.

SOUSA, C. A. L. O juízo juvenil no espaço virtual. In: Sousa, C. Â. M. (Org.). Juventudes e Tecnologias: sociabilidades e aprendizagens. Brasília: Liber Livro - UNESCO, 2015, p. 207-232. Disponível em: https://socialeducation.files.wordpress.com/2016/03/juventudes-e-tecnologias-_site.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

ZUIN, A. A. S. O YouTube e o Cyberbullying de alunos contra professores around the world. Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, v.11, n. 2, p. 340-350, 2017 (jun./ago.).

ZUIN, A. A. S. Violência e Tabu Entre Professores e Alunos: a internet e a reconfiguração do elo pedagógico. São Paulo: Cortez Editora, 2012, 262 p.

ZUIN, A. A. S. Adoro odiar meu professor: o aluno entre a ironia e o sarcasmo pedagógico. Campinas/ SP: Autores Associados, 2008, 121p.

Downloads

Publicado

19-05-2023

Como Citar

SILVA, F. V. da; SOUSA , C. Ângelo de M.; ABADIA, L. R. . Um Passarinho azul me contou: expressões da violência de alunos contra professores. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e4917036, 2023. DOI: 10.14244/198271994917. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4917. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-05-01
##plugins.generic.dates.accepted## 2021-08-24
##plugins.generic.dates.published## 2023-05-19