Pandemia e educação superior no Brasil

Autores

  • Deise Mancebo Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994566

Palavras-chave:

Pandemia, Educação superior, Ultraneoliberalismo, Neoconservadorismo.

Resumo

O texto discute os impactos da pandemia da Covid 19 na educação superior brasileira. Para a apreensão da temática, ancora-se numa investigação de caráter exploratório, que contemplou pesquisa bibliográfica, levantamentos sistemáticos na imprensa alternativa e análise documental de problemáticas convergentes e necessárias à compreensão do tema, mas também na consulta de dados agregados já existentes, adotando, portanto, uma perspectiva de análise que conjuga, a um só tempo, aspectos quantitativos e qualitativos.  Segue, em linhas gerais, o seguinte plano: primeiramente, busca analisar a situação política e econômica na qual se encontrava o país, quando da chegada da pandemia da Covid 19, por considerar que os impactos econômicos e sanitários da propagação do vírus dependiam de fendas e vulnerabilidades preexistentes. Analisa as particularidades do enfrentamento da pandemia no Brasil, com especial destaque ao negacionismo em relação aos preceitos sanitários e científicos, que tem caracterizado o bolsonarismo. Adentra, então, no universo da educação superior, organizando os argumentos a partir da análise de dois eixos, considerados centrais para essa discussão: os impactos do ultraneoliberalismo e do neoconservadorismo nas instituições de educação superior brasileiras. Após essas considerações, apresenta o que, de fato, mudou com a chegada da pandemia nas instituições e os horizontes que se descortinam para elas.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Deise Mancebo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Possui graduação em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1976), mestrado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980), doutorado em Educação (História e Filosofia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995) e pós-doutorado pela Universidade de São Paulo. É professora titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi professora do Programa de Psicologia Social desta universidade (1998-2013), mas atualmente desenvolve suas principais atividades no Programa de Políticas Públicas e Formação Humana (PPFH), do qual foi fundadora e membro da coordenação de 2006 a 2012. Foi coordenadora do Gt Políticas de Educação Superior da ANPED (2000 a 2004), bem como coordenadora do Conselho Científico da mesma entidade (2006-2008). Participa da Rede Universitas/Br, desde sua criação e é sua coordenadora desde 2016. É membro da coordenação colegiada da Rede Aste. É líder do Grupo de Pesquisa do CNPQ (Trabalho na educação superior) e coordenou o Observatório da Educação (CAPES) sobre a Expansão da educação superior no Brasil (2013-2017). Fez jus a 3 bolsas Cientista do Nosso Estado da FAPERJ (em 2009, 2016 e 2019). É membro titular do Conselho Universitário da UERJ (2018-2020). Tem experiência na área de Psicologia e Educação, pesquisando, principalmente, os seguintes temas: trabalho; políticas para a educação superior e produção de subjetividades.

Referências

ANTUNES, Ricardo. Meta é sairmos vivos dessa crise, metas do teletrabalho na pandemia. Sintrajud, São Paulo, abr. 2020. Disponível em: <https://www.sintrajud.org.br/meta-e-sairmos-vivos-dessa-crise-afirma-sociologo-contra-metas-do-teletrabalho-na-pandemia/>. Acesso em: 10 jul. 2020.

BADARÓ, Marcelo. Por que Bolsonaro ainda governa? Esquerda on line, Rio de Janeiro, maio 2020. Disponível em: <https://esquerdaonline.com.br/2020/05/09/por-que-bolsonaro-ainda-governa/>. Acesso em: 1 jun. 2020.

BRAGA, Ruy. Covid-19 e avanço tecnológico. Nasce um outro mundo do trabalho. Entrevistas especiais com Ruy Braga Neto e Rafael Grohmann. Combate Racismo Ambiental, maio 2020. Disponível em: <https://racismoambiental.net.br/2020/05/04/covid-19-e-avanco-tecnologico-nasce-um-outro-mundo-do-trabalho-entrevistas-especiais-com-ruy-braga-neto-e-rafael-grohmann/>. Acesso em: 10 jul. 2020.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc95.htm>. Acesso em: 10 fev. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.429, de 31 de março de 2017. Altera dispositivos da Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018.

BRASIL. Lei no 13.467, de 13 de julho de 2017. Altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e as Leis nos 6.019, de 3 de janeiro de 1974, 8.036, de 11 de maio de 1990, e 8.212, de 24 de julho de 1991, a fim de adequar a legislação às novas relações de trabalho. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13467.htm>. Acesso em: 15 fev. 2018.

BRASIL. Emenda Constitucional no 103, de 12 de novembro de 2019. Altera o sistema de previdência social e estabelece regras de transição e disposições transitórias. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc103.htm>. Acesso em: 10 fev. 2020.

BRASIL. MEC. Future-se, de 3 de janeiro de 2020. Institui o Programa Universidades e Institutos Empreendedores e Inovadores - Future-se. Disponível em: < http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/despacho-236403674>. Acesso em: 10 fev. 2020.

BRASIL. MEC. Portaria nº 34, de 9 de março de 2020. Dispõe sobre as condições para fomento a cursos de pós-graduação stricto sensu pela Diretoria de Programas e Bolsas no País da CAPES. Diário Oficial da União. Disponível em: < http://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-34-de-9-de-marco-de-2020-248560278>. Acesso em: 15 maio 2020.

BRASIL. MCTIC. Portaria nº 1.122, de 19 de março de 2020. Define as prioridades, no âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), no que se refere a projetos de pesquisa, de desenvolvimento de tecnologias e inovações, para o período 2020 a 2023. Disponível em: < http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-1.122-de-19-de-marco-de-2020-249437397>. Acesso em: 15 maio 2020.

CARLOTTO, Maria Caramez. Weintraub propõe a universidade amordaçada. Outras Palavras, 23 jul. 2019. Disponível em: < https://outraspalavras.net/crise-brasileira/o-plano-weintraub-para-a-universidade-amordacada/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=23_7_o_plano_weintraub_para_universidade_amordacada_boaventura_e_agora_brasil_um_novo_trump_como_chefe_do_governo_britanico_nossa_intimidade_a_servico_da_inteligencia_artificial&utm_term=2019-07-23>. Acesso em: 10 fev. 2020.

COLOMBI, Ana Paula Fregnani et al. Nota sobre os impactos econômicos e sociais da Covid-19. Grupo de Conjuntura da UFES, Vitória, abr. 2020. Disponível em: <https://blog.ufes.br/grupodeconjunturaufes/2020/04/02/nota-sobre-os-impactos-economicos-e-sociais-da-covid-19/>. Acesso em: 15 maio 2020.

FONTES, Virgínia. Entrevista: coronavírus e a crise do capital. ANDES-SN, Brasília, abr. 2020. Disponível em: <https://www.andes.org.br/conteudos/noticia/cORONAVIRUS-e-a-cRISE-dO-cAPITAL1>. Acesso em: 15 maio 2020.

GUIMARÃES, Samuel Pinheiro. Guedes, Bolsonaro e o Vídeo. Revista Fórum, jun. 2020. Disponível em: < https://revistaforum.com.br/noticias/guedes-bolsonaro-e-o-video-por-samuel-pinheiro-guimaraes/>. Acesso: 1 jul. 2020.

HARVEY, David. Política anticapitalista em tempos de coronavírus. Carta Maior, São Paulo, jul. 2020. Disponível em: <https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Politica-anticapitalista-em-tempos-de-coronavirus/4/47997>. Acesso: 14 jul. 2020.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), maio 2020. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/home/pnadcm>. Acesso: 14 jul. 2020.

INEP. Sinopses Estatísticas do Censo da Educação Superior: 2018, Brasília, set. 2019. Disponível em: <http://www.inep.gov.br/superior/censosuperior/sinopse/default.a>. Acesso em: 10 jan. 2020.

INESC. O Brasil com baixa imunidade – Balanço do Orçamento Geral da União 2019. abr. 2020. Disponível em: <https://www.inesc.org.br/obrasilcombaixaimunidade/>. Acesso em: 20 maio 2020.

KLIASS, Paulo. Gastos com juros e cortes no orçamento. Carta Maior, jun. 2019. Disponível em: < https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Economia-Politica/Gastos-com-juros-e-cortes-no-orcamento/7/44240>. Acesso em: 10 fev. 2020.

KRAWCZYK, Nora. As falácias da educação à distância se alastram com (e como) o Covid19. Carta Maior, maio 2020. Disponível em: <https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Educacao/As-falacias-da-Educacao-a-Distancia-se-alastram-com-e-como-o-Covid19/54/47657>. Acesso em: 10 jun. 2020.

LAVAL, Christian. Bolsonaro e o momento hiperautoritário do neoliberalismo. Blog da Boitempo, out. 2018. Disponível em: <https://blogdaboitempo.com.br/2018/10/29/o-momento-hiperautoritario-do-neoliberalismo/?utm_source=Contatos+Boitempo&utm _campaign=f42be1894e-Campanha_P%C3%B3s-elei%C3%A7%C3%B5es&utm_ medium=email&utm_term=0_68c0e326c0-f42be1894e-59940767>. Acesso em: 10 fev. 2020.

MANCEBO, Deise. Breve análise do acesso e permanência na educação a distância: o caso do CEDERJ. In: CUNHA, Célio da; SOUSA, José Vieira de; SILVA, Maria Abádia da. (Orgs.). Expansão e avaliação da educação superior: diferentes cenários e vozes. 1ed. Belo Horizonte: Fino Traço, 2016. p. 239-258.

MANCEBO, Deise (submetido). Educação superior no Brasil em tempos de ultraneoliberalismo e neoconservadorismo. Educação & Sociedade. 2020.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. Arte e Ensaios, v.32, n.2, 2017. Disponível em: <https://revistas.ufrj.br/index.php/ae/article/view/8993>. Acesso em: 10 fev. 2020.

MIGUEL, Luis Felipe. A gente tem que ser capaz de passar do protesto à resistência de fato. Carta Maior, set. 2019. Disponível em: < https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/-A-gente-tem-que-ser-capaz-de-passar-do-protesto-a-resistencia-de-fato-/4/45291>. Acesso em: 20 fev. 2020.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. A guerra cultural bolsonarista, as universidades e as redes. Carta Maior, jun. 2020. Disponível em: <https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Educacao/A-guerra-cultural-bolsonarista-as-universidades-e-as-redes/54/47895>. Acesso em: 10 jul. 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade pós-pandêmica. Outras Palavras, jul.2020. Disponível em: <https://outraspalavras.net/alemdamercadoria/boaventura-a-universidade-pos-pandemica/>. Acesso em: 10 jul. 2020.

SBPC. A nova política de distribuição de bolsas da CAPES: onde estamos e o que esperamos do novo plano. Jornal da Ciência, jun. 2020a. Disponível em: <http://www.jornaldaciencia.org.br/wp-content/uploads/2020/06/GT-SBPC-bolsas-CAPES-2.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2020.

SBPC. Corrida contra o coronavírus. Portal SBPCNET, jun. 2020b. Disponível em: < http://portal.sbpcnet.org.br/noticias/corrida-contra-o-coronavirus/>. Acesso em: 10 jul. 2020.

SGUISSARDI, Valdemar. Um projeto neoliberal de heteronomia das federais e um passo a mais rumo a sua privado-mercantilização. In: GIOLO, Jaime; LEHER, Roberto; SGUISSARDI, Valdemar. (Orgs). Future-se: ataque à autonomia das instituições federais de educação superior e sua sujeição ao mercado. São Paulo: Diagrama Editorial, 2020. p. 153-195.

Publicado

29-10-2020

Como Citar

MANCEBO, D. . Pandemia e educação superior no Brasil. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e4566131, 2020. DOI: 10.14244/198271994566. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4566. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Consequências do Bolsonarismo sobre os direitos humanos, a educação superior e a produção científica no Brasil
##plugins.generic.dates.received## 2022-04-29
##plugins.generic.dates.accepted## 2022-05-13
##plugins.generic.dates.published## 2020-10-29