A inserção na docência por egressos do PIBID: da formação aos desafios da vida profissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271994343

Palavras-chave:

Formação Inicial de Professores, PIBID, Inserção Profissional, Professores Iniciantes.

Resumo

Este trabalho apresenta resultados de uma pesquisa que discute o processo de inserção na carreira docente por egressos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID. Buscou-se conhecer a percepção dos sujeitos investigados sobre as contribuições do PIBID para sua formação, indagando sobre aprendizados e saberes construídos, e experiências consideradas mais significativas. Foi perguntado sobre os motivos de alguns não terem ingressado no magistério, e sobre os contextos e condições de trabalho daqueles que se tornaram professores, procurando conhecer suas primeiras experiências como docente. A pesquisa foi desenvolvida por meio de um questionário eletrônico, respondido por 103 egressos do PIBID que concluíram diferentes licenciaturas, em quatro universidades mineiras, entre 2012 e 2018. Os resultados mostram ser majoritário o número de egressos que está atuando ou já atuou na docência. A imensa maioria dos pesquisados considera que o PIBID contribuiu muito para sua formação, e ressaltam como aspectos centrais os aprendizados da prática profissional, como saber planejar, avaliar, dar aulas, desenvolver metodologias inovadoras e conhecer a realidade da cultura escolar, além de ter se constituído como momento de construção da identidade e afirmação da escolha pelo magistério. Os ingressantes na carreira reconhecem estar vivendo uma fase de descobertas, associadas ao enfrentamento de desafios e dificuldades. A pesquisa confirma o que tem sido apontado por estudos sobre início de carreira, mas também permite reconhecer que programas de formação como o PIBID contribuem para minimizar os efeitos do chamado “choque de realidade” e potencializar experiências de descoberta da profissão.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

José Ângelo Gariglio, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutor em Educação pela PUC Rio. Professor Associado do Departamento de Educação Física da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais (EEFFTO/UFMG). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação: Conhecimento e Inclusão Social, da Faculdade de Educação da UFMG. Professor do Mestrado Profissional em Educação Física em Rede (PROEB/CAPES) Líder do Grupo de Pesquisa ProEFE/UFMG. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Profissão Docente - GEPPDOC/PUC Minas/DGP CNPq. Membro do Grupo de Pesquisa Universitátis – FAE/UFMG.

Lorene dos Santos, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Graduada em História pela UFMG; Doutora em Educação pela UFMG; Professora do Instituto de Ciências Humanas da PUC Minas. Professora efetiva do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUC Minas, na Linha de Pesquisa "Docência: Formação, Trabalho e Práticas Educativas"; Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Profissão Docente - GEPPDOC/PUC Minas/DGP CNPq; Pesquisadora na área da Formação e Trabalho Docente, do Ensino de História e Educação das Relações étnico-raciais.

Referências

ALVES-MAZOTTI, Alda J. Relevância e aplicabilidade da pesquisa em educação. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 113, p. 39-50, jul. 2001.

ANDERSON, Terry. New teacher–mentor project: moving teachers into the second millennium. Schoolwide North-west, v. 4–5. p. 80-97, 2000.

ANDRÉ, Marli. Professores iniciantes: egressos de programas de iniciação à docência. Revista Brasileira de Educação. vol.23. Rio de Janeiro, 2018.

AKKERMAN, Sane. F.; MEIJER, Palien. C. A dialogical approach to conceptualizing teacher identity. Teaching and Teacher. Education, v. 27, n. 2, p. 308-319, 2011.

SANTOS, Lorene dos et al. Percursos formativos de estudantes participantes do Pibid em IES mineiras: saberes, práticas e contextos de formação. Relatório Técnico de Pesquisa. Brasília: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, 2018.

BABBIE, Earl. Métodos de Pesquisa de Survey. Trad. Guilherme Cezarino. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BIRKELAND, Sarah; FEIMAN-NEMSER, Sharon. Helping school leaders help new teachers: a tool for transforming school-based induction. The New Educator, v. 8, p. 109-138, Feb. 2012.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto (Portugal): Porto Editora, 1994.

CARTER, Kathy et al. Processing and using information about students: A study of expert, novice, and postulant teachers. Teaching and Teacher Education, v. 3, n. 1978, p. 147–157, 1987.

CARVALHO, Maria R. V. Perfil do Professor da Educação Básica, Série Documental Relatos de Pesquisa, 41. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/documents/186968/486324/Perfil+do+Professor+da+Educa%C3%A7%C3%A3o+B%C3%A1sica/6b636752-855f-4402-b7d7-b9a43ccffd3e?version=1.2. Acesso em: 17 abr. 2020.

COCHRAN-SMITH, Marilyn. Learning and unlearning: The education of teacher educators. Teaching and Teacher Education, v. 19, n. May 2002, p. 5–28, 2003.

CORREA, Priscila M.; PORTELLA, Vanessa C. M. As Pesquisas sobre Professores Iniciantes no Brasil: uma revisão. Revista Olhar do Professor, Ponta Grossa, v.15, n. 2, p 223-236, 2012.

FANTILLI, Robert; MCDOUGALL, Douglas. E. A study of novice teachers: Challenges and supports in the first years. Teaching and Teacher Education, 25(6), 814–825, 2009.

FEIMAN-NEMSER, Sharon et al. A conceptual review of literature on new teacher induction. National Partnership for Excellence and Accountability in Teaching, p. 1-48, 2001.

FRANCO, Maria Laura P. B. Análise do Conteúdo. 3. ed. Brasília: Líber Livro Editora, 2008.

GATTI, Bernadete et al. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). São Paulo: FCC/SEP, 2014. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/24112014-pibid-arquivoanexado-pdf/view. Acesso em: 11 abr. 2020.

GOLD, Yvonne. Beginning teacher support: Attrition, mentoring, and induction. In: J. Sikula, T. J. Butterly, & E. Guyton (Eds.), Handbook of research on teacher education, 2nd ed., pp. 548–594, 1996. New York: Macmillan.

GONÇALVES, Gláucia S. Q. Inserção Profissional de Egressos do PIBID: Desafios e Aprendizagens no Início da Docência, 2016. 243 f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2016.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, António (Org.). Vida de professores. p. 31 a 62. Porto: Porto Editora, 1992.

INGERSOLL, Richard. Is there really a teacher shortage? A report co-sponsored by the Center for the Study of Teaching and Policy and the Center for Policy Research in Education. Seattle: University of Washington, Center for the Study of Teaching and Policy, 2003. 150 p.

LIMA, Emilia F. (Org.). Sobrevivências: no inicio da docência. Brasília, Liber Livro: 2006.

MARCELO-GARCÍA, Carlos. Estudio sobre estrategias de inserción profesional en Europa. Revista Iberoamericana de educacion, n. 6, 1999, p. 1-15.

NÓVOA, Antônio. ENTRE A FORMAÇÃO E A PROFISSÃO: ensaio sobre o modo como nos tornamos professores. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1, p. 198-208, jan./abr. 2019.

OFSTED. The annual report of Her Majesty’s Chief Inspector of Schools: Standards and quality in education 2000/01. London: Office of Standards in Education, 2001, p.183.

OLIVEIRA, Fernanda L; CRUZ, Giseli B. A. inserção profissional de um egresso do PIBID: O caso de uma professora de matemática. Revista Portuguesa de Educação, V. 32, N. 2, pp. 5-23, 2019.

PRÍNCEPE, Lisandra; ANDRÉ, Marli. Condições de trabalho na fase de indução profissional dos professores. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1, p. 60-80, jan./abr. 2019.

SCHERFF, Lisa. Disavowed: The stories of two novice teachers. Teaching and Teacher Education, v. 24, p. 1317–1332, 2008.

SIGNORELLI, Gláucia; ANDRÉ, Marli. Contribuições do programa institucional de bolsas de iniciação à docência (PIBID) para a inserção profissional de professoras iniciantes. Revista Devir Educação, Lavras, vol.3, n.2, p.27-52 jul./dez., 2019.

SILVA, Kátia A. C. P. C. Professores em início de carreira: as dificuldades e descobertas do trabalho docente no cotidiano da escola. In: Anais [...] das Reuniões Anuais da ANPEd. 38º Reunião Anual da ANPEd, São Luis, MA, 2017. Disponível em: http://anais.anped.org.br/sites/default/files/arquivos/trabalhoencom_38anped_2017_gt08_i_textokatiacurado.pdf. Acesso em: 17 abr. 2020.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. 252p.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis, RJ: vozes, 2005.

VALE, Daniel O. C. Os saberes docentes construídos por egressos do Pibid de Educação Física em início de carreira. 2018. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

VEENMAN, Simon. Perceived problems of beginning teachers. Review of Educational Reserch, v. 54, n. 2, p. 143- 178, 1984.

WEISS, Eileen M. Perceived workplace conditions and first-year teachers’ morale, career choice commitment, and planned retention: A secondary analysis. Teaching and Teacher Education, v. 15, n. 8, p. 861–887, 1999.

Downloads

Publicado

11-04-2023

Como Citar

GARIGLIO, J. Ângelo; SANTOS, L. dos. A inserção na docência por egressos do PIBID: da formação aos desafios da vida profissional. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e4343021, 2023. DOI: 10.14244/198271994343. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/4343. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2020-05-05
##plugins.generic.dates.accepted## 2023-03-22
##plugins.generic.dates.published## 2023-04-11