Inclusão no ensino superior: produção científica do Programa de pós-graduação em Educação Especial da UFSCar

Autores

  • Renata Andrea Fernandes Fantacini CLARETIANO - Centro Universitário UFSCar - Universidade Federal de São Carlos (bolsista LEDEF) http://orcid.org/0000-0001-6149-7987
  • Maria Amelia Almeida Professora Associada do Departamento de Psicologia, Licenciatura em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação Especial da UFSCar. São Carlos, São Paulo, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271993208

Palavras-chave:

Educação especial, Inclusão, Educação Superior.

Resumo

No ano de 2018 o Programa de Pós-graduação em Educação Especial (PPGEEs) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) completou 40 anos de existência e vem contribuindo significativamente na produção de conhecimentos. Este estudo objetivou realizar um levantamento e análise das produções acadêmicas (dissertações e teses), referentes ao processo de inclusão do público-alvo da Educação Especial no Ensino Superior, concluídas entre os anos de 1981 (ano de defesa da primeira dissertação) a 2018. Trata-se de uma revisão sistemática da bibliografia (RBS) apresentada como uma possibilidade de melhor compreender a produção do conhecimento em termos de Brasil. Verificamos que foram defendidas 618 dissertações (mestrado) e 198 teses (doutorado) pelos seus egressos, sendo encontrados 7 estudos, sendo 6 teses e 1 dissertação, das quais todas atendiam os critérios estabelecidos, ou seja, estudos sobre a inclusão no Ensino e/ou Educação Superior de estudantes público-alvo da Educação Especial. Os resultados evidenciaram que a temática ainda é pouco explorada, inclusive nas pesquisas dos estudantes egressos do PPGEEs da UFSCar. Concluímos que mesmo apesar do número reduzido de estudos encontrados, todos são considerados valiosos, na medida em que trouxeram muitas contribuições para a literatura específica da área. Espera-se que este estudo contribua para a ampliação das expectativas de pesquisa neste contexto.

 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Renata Andrea Fernandes Fantacini, CLARETIANO - Centro Universitário UFSCar - Universidade Federal de São Carlos (bolsista LEDEF)

Doutora em Educação Especial pelo Programa de Pós-graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos - UFSCar.

Coordenadora do Curso de graduação em Educação Especial - Licencitaura e dos cursos de Pós-graduação em Pedagogia Hospitalar e Transtorno do Espectro Autista (TEA) do Claretiano - Centro Universitário de Batatais.

Docente e Tutora dos dursos de graduação e pós-graduação  do Claretiano - Centro Universitário.

Tutora do LEDEF (Curso de perfeiçoamento em Letramento para o aluno com deficiência) - UFSCar

Maria Amelia Almeida, Professora Associada do Departamento de Psicologia, Licenciatura em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação Especial da UFSCar. São Carlos, São Paulo, Brasil

PhD em Educação pela University of Georgia, UGA, Estados Unidos. Doutora e Mestre em Educação Especial pela Vanderbilt University, Estados Unidos. Professora Associada do Departamento de Psicologia, Licenciatura em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Docente do Programa de Pós-graduação em Educação Especial da UFSCar. São Carlos, São Paulo, Brasil

 ameliama@terra.com.br

 

Referências

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 9050: Acessibilidade de Pessoas Portadoras de Deficiência a Edificações, Espaço, Mobiliário e Equipamento Urbano. Rio de Janeiro: ABNT, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação – MEC. Aviso Circular nº. 277, de 8

de maio de 1996. Diário Oficial [da] União, Brasília, 8 maio 1996. Disponível em: <http://portal.mec.gov. br/seesp/arquivos/pdf/aviso277.pdf>. Acesso em: 20 jul. 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Superior. Edital nº 2. Programa Incluir. Diário Oficial [da] União, nº 93, seção 3, p. 39-40, Brasília, 17 maio 2005. Disponível em: <http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=3&pagina=39&data=17/05/2005>. Acesso em: 20 jul. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Documento orientador do Programa Incluir: acessibilidade na educação superior, 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?Itemid=495&catid=191%3Asesu&id=13380%3Aprograma-incluir-edital-e-resultados&option=com_content&view=article>. Acesso em: 20 jul. 2018.

BRASIL. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. 2011. Diário Oficial [da] União, Brasília, 17 nov. 2011. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7611.htm>. Acesso em: 20 jul. 2018.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resumo técnico do Censo da Educação Superior 2017 [recurso eletrônico]. – Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2019. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/informacao-da-publicacao/-/asset_publisher/6JYIsGMAMkW1/document/id/6725796>. Acesso em: 16 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf>. Acesso em: 20 jul. 2018.]

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, 29 ago. 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20112014/2012/lei/l12711.htm>. Acesso em: 02 jun. 2018.

BRASIL. Programa Incluir. Documento Orientador Programa Incluir Acessibilidade na Educação Superior Secadi/SESu. 2013a. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2017.

BRASIL. Referenciais de Acessibilidade na Educação Superior e a Avaliação in loco do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). 2013b. Disponível em: <http://www.ampesc.org.br/_arquivos/download/1382550379.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2017.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com deficiência). Diário Oficial [da] União, Brasília, 6 jul. 2015. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm>. Acesso em: 02 jun. de 2017.

BRASIL. Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei no 12.711, de 29 de agosto de 2012. Para dispor sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnico de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Diário Oficial [da] União, Brasília, 28 dez. 2016. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20152018/2016/lei/L13409.htm>. Acesso em: 06 jun. 2018.

BRIEGA, D. A. M. O ENEM como via de acesos do surdo ao ensino superior brasileiro. 2017. 121f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2017.

CASTRO, S. F. Ingresso e permanência de estudantes com deficiência em universidades públicas brasileiras. 2011. 278f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2011.

FANTACINI, R. A. F. Ações do Núcleo de Acessibilidade na EaD de uma instituição de educação superior privada e a satisfação dos estudantes com deficiência. 2017. 192f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2017.

GUERREIRO, E. M. B. R. Avaliação da satisfação do aluno com deficiência no Ensino Superior: estudo de caso da USFCar. 2011. 229f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2011.

LOPES, B. J. S. Programa de Transição para a vida adulta de jovens com deficiência intelectual em ambiente universitário. 2016. 246f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2016.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MORGADO, L. A. S. Trajetórias acadêmicas de pessoas com deficiência no ensino superior brasileiro. 2017. 91f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2017.

OLIVEIRA, A. S. S. Estudantes com deficiência no ensino superior: subsídios para a política de inclusão da UNIMONTES. 2011. 182f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, 2011.

PPGEEs. Programa de Pós-graduação em Educação Especial. UFSCar. Homepage. Teses e dissertações defendidas. Disponível em: <http://www.ppgees.ufscar.br/defesas-dissertacoes-defendidas/dissertacoes>. Acesso em: 20 jul. 2018.

Downloads

Publicado

09-09-2020

Como Citar

FANTACINI, R. A. F.; ALMEIDA, M. A. Inclusão no ensino superior: produção científica do Programa de pós-graduação em Educação Especial da UFSCar . Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e3208127, 2020. DOI: 10.14244/198271993208. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/3208. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2019-01-08
##plugins.generic.dates.accepted## 2020-08-21
##plugins.generic.dates.published## 2020-09-09

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)