Estratégias de aprendizagem e variáveis sociodemográficas de professores de licenciaturas

Autores

  • Gisele Fermino Demarque Jeronymo Secretaria Estadual de Educação do Paraná
  • Paula Mariza Zedu Alliprandini Universidade Estadual de Londrina/Departamento de Educação http://orcid.org/0000-0003-4677-4258

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992911

Palavras-chave:

Psicologia cognitiva, Estratégias de aprendizagem, Formação de professores.

Resumo

Este artigo fundamenta-se na Psicologia Cognitiva/Teoria do Processamento da Informação, com ênfase no estudo de estratégias de aprendizagem utilizadas por professores universitários para aprender. Analisa a frequência do uso de estratégias de aprendizagem de professores de uma universidade do norte do Paraná em função de variáveis sociodemográficas. Participaram da pesquisa 56 professores, sendo 57,14% do sexo feminino e 42,46% do sexo masculino. A coleta de dados foi online, por meio de formulários do Google Drive. Os resultados evidenciaram que grande parte dos professores utilizam com maior frequência as estratégias de Autorregulação Cognitivas e Metacognitivas se comparado as de Autorregulação de Recursos Internos/Contextual e Social. Os participantes do sexo feminino e professores do departamento de Letras Vernáculas apresentaram-se mais estratégicos. Ressalta-se a necessidade de incluir nos cursos de licenciatura os conteúdos sobre estratégias de aprendizagem, a fim de possibilitar aos professores acesso ao conhecimento de novos modelos de ensinar a aprender.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gisele Fermino Demarque Jeronymo, Secretaria Estadual de Educação do Paraná

Professor Pedagogo junto a Rede Estadual de Educação do Paraná, Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina

Paula Mariza Zedu Alliprandini, Universidade Estadual de Londrina/Departamento de Educação

Pós-Doutora em Psicologia pela Cornell University - USA

Mestre e Doutora pela FFCLRP/USP

Departamento de Educação - àrea Psicologia da Educação

Referências

ALLIPRANDINI, Paula Mariza Zedu; SCHIAVONI, Andreza; MÉLLO, Diene Eire de; SEKITANI, Juliane Tiemi. Estratégias de aprendizagem utilizadas por estudantes na educação a distância: implicações educacionais. Psic. da Ed., São Paulo, 38, 1º sem. de 2014, pp. 5-16.

ALMEIDA, L. S. Facilitar a aprendizagem: ajudar os alunos a aprender e a pensar. Psicologia Escolar e Educacional. Portugal, v. 6, n. 2, p. 155-165, 2002.

ATKINSON, Richard; SHIFFRIN, Richard. The control processes of short memory. California: Stenford University, 1971. (Technical Report, n. 173). Disponível em: <https://suppes-corpus.stanford.edu/techreports/IMSSS_173.pdf>. Acesso em: 1 dez. 2016.

ÁVILA, Luciana Toaldo Gentilini; FRISON, Lourdes Maria Bragagnolo; VEIGA SIMÃO, Ana Margarida. Estratégias de autorregulação de aprendizagem: contribuições para a formação de estudantes de Educação Física. Revista Iberoamericana de Educación, Madrid, v. 70, n. 1, p. 63-78, 2016. Disponível em: https://rieoei.org/RIE/article/view/7 Acesso em: 24 nov. 2016.

BARABÁSI, Tünde. Primary school teachers learning experiences in child-and adulthood and the pedagogical task of teaching to learn. Acta Didactica Napocensia, Cluj-Napoca, v. 6, n. 2, p. 49-60, 2013. Disponível em: <https://eric.ed.gov/?id=EJ1053638>. Acesso em: 20 dez. 2016.

BAETEN, Marlies; DOCHY, Filip; STRUYVEN, Katrien; PARMENTIER, Emmeline; VANDERBRUGGEN, Anne. Student-centred learning environments: an investigation into student teachers’ instructional preferences and approaches to learning. Learning Environments Research, Netherlands, v. 19, n. 1, p. 43-62, Apr. 2016. Disponível em: <http://link.springer.com/article/10.1007/s10984-015-9190-5>. Acesso em: 27 nov. 2016.

BORTOLETTO, Denise. Estratégias de aprendizagem e de regulação emocional de estudantes dos cursos de formação de professores. 2011. 171 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

BORTOLETTO, Denise; BORUCHOVITCH, Evely. Learning strategies and emotional regulation of pedagogy students. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 23, n. 55, p. 235-242, 2013.

BORUCHOVITCH, Evely. Autorregulação da aprendizagem: contribuições da psicologia educacional para a formação de professores. Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 401-409, 2014.

BORUCHOVITCH, Evely. Estratégias de aprendizagem e desempenho escolar: considerações para a prática educacional. Psicologia: reflexão e crítica, Porto Alegre, v. 12, n. 2, p. 361-376, 1999. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.ao?id=18812208>. Acesso em: 10 jul. 2015.

BORUCHOVITCH, Evely; SANTOS, Acácia Aparecida Angeli. Psychometric studies of the learning strategies scale for University Students. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 25, n. 60, p. 19-27, 2015. Disponível em: <http://www.journals.usp.br/paideia/article/view/97058/96103>. Acesso em: 11 set. 2016.

CUNHA, Neide de Brito; BORUCHOVITCH, Evely. Percepção e conhecimento de futuros professores sobre seus processos de aprendizagem. Pro-Posições, Campinas, v. 27, n. 3, p. 31-56, dez. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73072016000300031&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 6 jan. 2017.

DAVIS, Claudia; NUNES, Marina M. R.; NUNES, Cesar A. A.. Metacognição e sucesso escolar: articulando teoria e prática. Cad. Pesqui., São Paulo , v. 35, n. 125, p. 205-230, maio 2005 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742005000200011&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 09 ago. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742005000200011.

DEMBO, Myron H.; SELI, Helena. Motivation and learning strategies for college success: a focus on self-regulated learning. 5. ed. New York: Routledge, 2016.

DEMBO, Myron. Applying educational psychology. 5. ed. New York: Longman, 1994.

EYSENCK, Michael W.; KEANE, Mark T. Manual de psicologia cognitiva. 5. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2007.

FISHER, Robert. Teaching children to think. Oxford: Basil Backwell, 1990.

KORKMAZ, Ozgen; KAYA, Sinan. Adapting online self-regulated learning scale into turkish. Turkish Online Journal of Distance Education-TOJDE, Eski?ehir, v. 13, n. 1, p. 1302-1308, Jan. 2012. Disponível em: <http://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ976929.pdf>. Acesso em: 12 fev. 2017.

KRAWEC, Jennifer; MONTAGUE, Marjorie. The role of teacher training in cognitive strategy instruction to improve math problem solving. Learning Disabilities Research & Practice, Virgínia, n. 29, p. 126-134, 2014. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/ldrp.12034/>. Acesso em: 20 nov. 2016.

LEMOS, Lucas Schumacher. Estratégias de aprendizagem de estudantes de pedagogia: relações com característica demográficas e autopercepção de desempenho. 2016. 73 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

LOPES DA SILVA, Adelina; VEIGA SIMÃO, Ana Margarida; SÁ, Isabel. Aprendizagem autorregulada: Perspectivas psicológicas e educacionais. Porto: Porto Editora, 2004.

MARINI, Janete Aparecida da Silva; BORUCHOVITCH, Evely. Estratégias de aprendizagem de alunos brasileiros do Ensino Superior: considerações sobre adaptação, sucesso acadêmico e aprendizagem autorregulada. Revista Eletrônica de Psicologia, Educação e Saúde, [S. l.], v. 1, p. 102-126, 2014.

MONEREO, Carles Font (Coord); CASTELLÓ BADIA, Montserrat; CLARIANA I MUNTADA, Mercè; PALMA MUÑOZ, Montserrat; PÉREZ CABANÍ, M. Lluïsa. Estrategias de enseñanza y aprendizaje: formación del professorado y aplicación em la escuela. Barcelona: Grao, 2007.

OLIVEIRA, Hailton Barreiros de; MORO, Leandro Silva, SANTOS, Patricia Peixoto dos; SILVA, Wellington dos Reis. A Formação Pedagógica de professores na Pós-Graduação Stricto Sensu: Os casos UFU E UFMG. Poiésis Pedagógica, 9 vol. 2, 2012, p. 3–19. Disponível em: https://doi.org/https://doi.org/10.5216/rpp.v9i2.17299

PAVESI, Marilza Aparecida; ALLIPRANDINI, Paula Mariza Zedu. Autorregulação da aprendizagem de alunos cursos a distância em função do sexo. Unopar Científica: ciências humanas e educação, Londrina, v. 16, n. 2, p. 100-108, abr. 2015. Disponível em: <http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/ensino/article/viewFile/2893/2830>. Acesso em: 10 fev. 2017.

PAVESI, Marilza Aparecida. Análise da aprendizagem autorregulada de alunos de cursos à distância em função das áreas de conhecimento, faixa etária e sexo. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2014.

PIANCA, Humberto José Cardoso. Estratégias de Aprendizagem utilizadas por professores da Educação Básica da Rede Pública de Ensino do Paraná. 2016. 119 fls. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2016.

PINTRICH, Paul; GROOT, Elizabeth V. Motivational and self-regulated learning components of classroom academic performance. Journal of Educational Psychology, Arlington, v. 82, n. 1, p. 33-40, 1990. Disponível em: <http://rhartshorne.com/fall-2012/eme6507-rh/cdisturco/eme6507-eportfolio/documents/pintrich%20and%20degroodt%201990.pdf>. Acesso em: 24 dez. 2016.

SANTOS, Osmar José Ximenes. O professor enquanto estudante: suas estratégias de aprendizagem. 2008. 143 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

SANTOS, Osmar José Ximenes; BORUCHOVITCH, Evely. Estratégias de aprendizagem e aprender a aprender: concepções e conhecimento de professores. Psicologia: ciência e profissão, Brasília, v. 31, n. 2, p. 284-295, 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932011000200007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 6 jun. 2015.

SCHULTZ, Duane P.; SCHULTZ, Sydney Ellen. História da psicologia moderna. 10. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

SCHUNK, Dale H.; ZIMMERMAN, Barry. J. Self-regulation of learning and performance: issues and educational applications. Hillsdale: Erlbaum, 1994.

STERNBERG, Robert J. Psicologia cognitiva. 5. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2016.

VEIGA SIMÃO, Ana Margarida. Aprendizagem estratégica: uma proposta na autorregulação. Lisboa: Ministério da Educação, 2002.

WEINSTEIN, Claire Ellen; ACEE, Taylor W.; JUNG, JaeHak. Self?regulation and learning strategies. New Directions for Teaching and Learning, Medford, v. 2011, n. 126, p. 45-53, 2011.

WEINSTEIN, Clarice Ellen.; MAYER, Richard E. The teaching of learning strategies. Inovation Abstracts, Austin, v. 5, n. 32, Nov. 1983.

ZIMMERMAN, Barry J.; MARTINEZ-PONS, Manuel. Development of a structured interview for assessing student use of self-regulated learning strategies. American Educational Research Journal, Washington, n. 23, p. 614-618, Dec. 1986. Disponível em: <http://aer.sagepub.com/content/23/4/614>. Acesso em: 15 nov. 2015.

Publicado

15-01-2020

Como Citar

JERONYMO, G. F. D.; ALLIPRANDINI, P. M. Z. Estratégias de aprendizagem e variáveis sociodemográficas de professores de licenciaturas . Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e2911024, 2020. DOI: 10.14244/198271992911. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2911. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2018-07-20
##plugins.generic.dates.accepted## 2018-11-29
##plugins.generic.dates.published## 2020-01-15