Ensino de psicologia da educação nos cursos de pedagogia: uma análise nas universidades públicas paranaenses

Autores

  • Ana Paula Gonçalves Arantes Gennari Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).
  • Marília Bazan Blanco Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).
  • Roberta Negrão de Araújo Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992855

Palavras-chave:

Pedagogia, Psicologia da educação, Ensino de psicologia.

Resumo

A Psicologia da Educação é uma das disciplinas que auxilia a Pedagogia, uma vez que corresponde a um ramo da Psicologia que discute princípios e teorias psicológicas voltados aos métodos de ensino. Para tanto, compõe a grade curricular do curso de Pedagogia, abordando as inúmeras dimensões do desenvolvimento psicológico bem como do processo de ensino e de aprendizagem, com a finalidade de empregá-los como subsídios necessários à formação de professores e à sua atuação. Diante do exposto, o objetivo geral da pesquisa consiste em analisar os conteúdos abordados nas disciplinas de Psicologia nos cursos de Pedagogia das Universidades Públicas Estaduais do Paraná e a percepção das acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, de uma das universidades pesquisadas, sobre a referida disciplina. Com a análise dos ementários, percebeu-se que não existe um padrão entre as universidades no tocante à carga horária e à nominação das disciplinas, bem como dos conteúdos referentes ao ensino de Psicologia da Educação. A partir dos resultados, identificou-se que as acadêmicas compreendem a importância da disciplina de Psicologia da Educação para a formação docente, ainda que a carga horária seja considerada insuficiente para abarcar as teorias psicológicas relacionadas à Educação; evidenciou-se, ainda, a ausência da articulação entre teoria e prática na disciplina.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Paula Gonçalves Arantes Gennari, Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).

Professora Pedagoga da Secretaria Estadual de Ensino do Paraná. 

Mestre em Ensino (2017- 2019) pela Universidade Estadual do Norte do Paraná. Especialista em Políticas Públicas para Educação (2013-2014) pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). E graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia(2012) Tecnologia em Informática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-CP /2008). 

Marília Bazan Blanco, Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2002), Mestrado em Análise do Comportamento pela Universidade Estadual de Londrina (2007) e Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos (2015). É docente do Centro de Ciências Humanas e da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná- Campus Cornélio Procópio, especialista em Psicopedagogia e Neuropsicologia com interesse nos temas: Psicologia Educacional, Neuropsicologia, Psicologia da aprendizagem e do desenvolvimento, Dificuldades de aprendizagem, Educação Especial e os Transtornos do Neurodesenvolvimento.

Roberta Negrão de Araújo, Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná campus de Cornélio Procópio (PPGEN/UENP-CP).

Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Londrina. Especialização em Orientação e Supervisão. Graduada em Licenciatura em Ciências, com Habilitação em Química. Professora Adjunta A - Universidade Estadual do Norte do Paraná/ Campus Cornélio Procópio. Professora da rede pública estadual - Paraná - Colégio Estadual Monteiro Lobato. 

Referências

ALMEIDA, P. C. A. Discutindo a relação professor-licenciado e aluno-adolescente à luz da formação em psicologia. In: AZZI, R. G.; BATISTA, S. H. S. S.; SADALLA, A. M. F. A. Formação de professores: discutindo o ensino de psicologia. Campinas: Alínea, 2000, p.97-118.

ASSOCIAÇÃO PSICOLÓGICA AMERICANA. Dicionário de Psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2010.

BOCK, A. M. B; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. de L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Editora Saraiva, 2001.

BOCK, A. M. B. A Psicologia no Brasil. In: Psicologia: Ciência e Profissão. Brasília, v. 30, n. especial, Dec. 2010. p. 246-271. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932010000500013&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 25 out. 2017.

BRASIL. Decreto-Lei nº1190 de 04/04/1939. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/1937-1946/Del1190.htm. Acesso em 28 out. 2017.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Resolução CNE/CP n. 02/2015, de 1º de julho de 2015. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, p. 8-12, 02 de julho de 2015. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=02/07/2015&jornal=1&pagina=1&totalArquivos=72. Acesso em 28 out. 2017.

CARRAHER, T. N. Aprender pensando: contribuições da psicologia cognitiva para a educação. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

CARRARA, K. (Org.). Introdução à Psicologia da Educação: seis abordagens. São Paulo: Avercamp, 2004.

GATTI, B. A estrutura e dinâmica das licenciaturas: problemas antigos, alternativas e o papel da psicologia da educação. Psicologia da Educação. São Paulo. Revista do programa de estudos pós graduados, n. 1, nov. 1995. p. 21-33.

GUERRA, C. T. Conhecimento psicológico e formação de professores. In: AZZI, R. G.; BATISTA, S. H. S. S.; SADALLA, A. M. F. A. (Org.). Formação de professores: discutindo o ensino de psicologia. Campinas: Alinea, 2000. p. 69-96.

GUERRA, C. T. O ensino de psicologia na formação inicial de professores - constituição de conhecimentos sobre aprendizagem e desenvolvimento por estudantes de licenciatura. 2003. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas. Campinas: São Paulo, 2003.

LAROCCA, P. Psicologia e prática pedagógica: o processo de reflexão de uma professora. 2002. Tese de Doutorado em Educação – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

LEONARDO, N. S. T.; SILVA, V. G. A relação entre aprendizagem e desenvolvimento na compreensão de professores do Ensino Fundamental. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), São Paulo, v. 17, n. 2, 2013. p. 309-317. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pee/v17n2/v17n2a13.pdf. Acesso em 28 set. 2017.

LIBÂNEO, J. C. Psicologia educacional: uma avaliação crítica. In: SILVIA, T. M. L.; CODO, W. Psicologia social: o homem em movimento. São Paulo: Brasiliense, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 12 ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, 2003. p. 191-211.

PARANÁ. Lei Complementar nº. 103/04. Plano de Carreira dos Professores. Publicado no Diário Oficial nº. 6687 de 15/03/2004.

PARANÁ. Planos de Ensino do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Paraná. Campus de Apucarana. 2017. Disponível em: http://www.fecea.br/userfiles/planos%20de%20ensino%20pedagogia%202017.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Londrina. 2010. Disponível em: http://www.uel.br/ceca/pedagogia/pages/arquivos/Ementas pedagogia matutino e noturno.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Campus de Irati e Guarapuava. 2009. Disponível em: https://www2.unicentro.br/proen/files/2017/12/PEDAGOGIA-I-2009.pdf?x34126. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Cascavel. 2002. Disponível em: http://www.unioeste.br/cursos/cascavel/pedagogia/. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Campus de Cornélio Procópio. 2011. Disponível em:https://www.uenp.edu.br/pedagogia-ementas. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Campus de Jacarezinho. 2010. Disponível em: https://www.uenp.edu.br/pedagogia-cj-ementas. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Foz do Iguaçu. 2015. Disponível em: http://www.unioeste.br/campi/foz/foz-pedagogia.asp. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Francisco Beltrão. 2016. Disponível em: http://www.unioeste.br/campi/beltrao/bel-pedagogia.asp. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Paraná. Campus de União da Vitória. 2008. Disponível em: http://uniaodavitoria.unespar.edu.br/ensino/graduacao/pedagogia. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Ponta Grossa. Campus de Ponta Grossa. 2013. Disponível em: http://www3.uepg.br/pedagogia/ppc/. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Resolução 128/2013-CI-CCH. Universidade Estadual de Maringá. Modalidade de Educação à Distância. 2013. Disponível em: http://portal.nead.uem.br/site/img/_9NU_files/docs/128_13.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Ementa do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Maringá. Campus de Maringá e Cianorte. 2009. Disponível em: http://sites.uem.br/pen/deg/apoio-aos-colegiados-aco/documentos/cursos-1/cursos/pedagogia-matutino-noturno. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Edital de concurso para pedagogos nº. 037/2007. 2004.

PARANÁ, Secretaria Estadual de Educação. Caminhos Pedagógicos em Foco I. Cornélio Procópio: setembro de 2017.

SALA, E. M.; GOÑI, J. O. As teorias da aprendizagem escolar. In: COLL, C. Psicologia do ensino. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SALVADOR, C. C. Concepções e tendências atuais em psicologia da educação. In: COLL, C. et. al. Psicologia da Educação Escolar. Coleção Desenvolvimento Psicológico e Educação. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2004.

TONUS, K. P.; RODRIGUES, M. A. C. Psicologia e Educação: aproximação e apropriação. 2009. 184f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, 2009. Disponível em: http://livros01.livrosgratis.com.br/cp106300.pdf. Acesso em: 28 out 2017.

VEIGA, F. Psicologia da Educação. In: VEIGA, F. H. (Coord.). Psicologia da educação: teoria, investigação e aplicação: envolvimento dos alunos na escola. Lisboa: Climepsi Editora, 2013.

Publicado

15-01-2020

Como Citar

GENNARI, A. P. G. A.; BLANCO, M. B.; ARAÚJO, R. N. de. Ensino de psicologia da educação nos cursos de pedagogia: uma análise nas universidades públicas paranaenses. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e2855021, 2020. DOI: 10.14244/198271992855. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2855. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2018-06-25
##plugins.generic.dates.accepted## 2019-02-06
##plugins.generic.dates.published## 2020-01-15