Empreendedorismo, improvisação pedagógica e políticas públicas de educação: a nova agenda pós-Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271996142

Palavras-chave:

Improvisação pedagógica, Empreendedorismo, Política educacional, Covid-19.

Resumo

No contexto do século XXI, observa-se uma crescente ênfase na preparação para o empreendedorismo e a inovação, acompanhada pela utilização cada vez mais preponderante das tecnologias de informação e comunicação, especialmente na educação básica e ensino superior. A pandemia de Covid-19 acelerou a promoção de uma agenda tecnoliberal, caracterizada pela improvisação pedagógica e pela incorporação das tecnologias como instrumentos de gerenciamento da realidade educativa. Neste contexto, como a formação empreendedora e a improvisação pedagógica afetam a formação? Este estudo apresenta uma abordagem analítica de cunho crítico-dialético, visando a desvendar os matizes ideológicos que permeiam a educação empreendedora, bem como suas conexões intrínsecas com o papel desempenhado pelo corpo docente e a adoção de ferramentas tecnológicas digitais no contexto pós-pandêmico. O estudo enfatiza a lacuna existente no que tange aos alicerces filosóficos que deveriam fundamentar a formação para o empreendedorismo. Simultaneamente, realça a iminente necessidade de formulação de políticas públicas que fomentem uma incorporação crítica da tecnologia, tanto por parte de educadores quanto dos estudantes, almejando uma utilização eficaz no âmbito educativo. O texto sublinha a importância de uma abordagem crítica no ensino do empreendedorismo e destaca a necessidade de uma reflexão sobre processos de pseudoformação no panorama educativo que se delineia no cenário pós-Covid-19.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Artieres Estevão Romeiro, Universidad Técnica Particular de Loja (UTPL)

Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar - Brasil), Mestre em Filosofia da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP - Brasil), especialista em Gestão e Liderança Universitária pela Organização Interamericana de Ensino Superior (OUI - Canadá). Graduado em Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano, Brasil. Atualmente é pesquisador do Departamento de Ciências da Educação e Diretor Geral de Projeção e Desenvolvimento Institucional da Universidade Técnica Particular de Loja (UTPL - Equador). Docente do programa de pós-graduação em Educação da UTPL, coordenador do Areté - Grupo Multidisciplinar de Pesquisa em Educação (UTPL) e membro do grupo de pesquisa Teoria Crítica e formação ético-política (UFSCar/CNPQ).

Ingrid Weingärtner Reis, Universidad Técnica Particular de Loja (UTPL)

Doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade de São Paulo - USP na área de Economia, Organizações e Gestão do Conhecimento. Especialista em Metodologia de Educação a Distância e em Modelos de Gestão de Excelência, atua como professora pesquisadora no Departamento de Ciências Empresariais na Universidade Técnica Particular de Loja (UTPL – Equador). Trabalhou como consultora em gestão de processos, gestão de mudanças e em projetos de implementação de sistemas como Oracle, PeopleSoft, Ellucian e SAP. Pesquisadora do Grupo Areté - Grupo Multidisciplinar de Pesquisa em Educação (UTPL).

José Marcelo Juca-Aleustia, Universidad Técnica Particular de Loja (UTPL)

Doutor em Tecnologia Educacional pela Universidade das Ilhas Baleares - Espanha, Mestre em Tecnologia Educacional: E-Learning e Gestão do Conhecimento pela Universidade das Ilhas Baleares - Espanha, Bacharel em Engenharia da Computação pela Universidade Técnica Particular de Loja – Equador. Professor Universitário na Universidade Técnica Particular de Loja (UTPL – Equador). Pesquisador do Areté - Grupo Multidisciplinar de Pesquisa em Educação (UTPL).

Referências

ADORNO, Theodor. Teoría de la Seudocultura. Disponible en: https://www.proletarios.org/books/Horkheimer-Teoria_de_la_seudocultura.pdf. Acceso en ago. 2022.

ADORNO, Theodor.; HORKEHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Traducción Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

CARREHER, Shawn; WELSH, Dianne. Global Entrepreneurship. Iwoa: Kendall Hunt Publishing. 2015.

INICIARTE, A., PAREDES-CHACÍN, A. J., y ZAMBRANO, L. M. Teaching and technologies in times of covid-19 pandemic. Utopia y Praxis Latinoamericana, 25(Extra 8), 195-215, 2020. Disponible en: https://tinyurl.com/2p83z4ku. Acceso en: ago. 2022.

GABRIELSSON, J. et al. Connecting the past with the present: the development of research on pedagogy in entrepreneurial education. Education and Training, v. 62, n. 9, p. 1061–1086, 2020.

HÄGG, G.; GABRIELSSON, J. A systematic literature review of the evolution of pedagogy in entrepreneurial education research. International Journal of Entrepreneurial Behaviour and Research, v. 26, n. 5, p. 829–861, 2020.

HÄGG, G.; KURCZEWSKA, A. Connecting the dots: A discussion on key concepts in contemporary entrepreneurship education. Education and Training, v. 58, n. 7–8, p. 700–714, 2016.

HANNON, P. D. Teaching pigeons to dance: Sense and meaning in entrepreneurship education. Education + Training, v. 48, n. 5, p. 296–308, 1 jun. 2006.

MCKENZIE, L. “Philosophical orientations of adult educators”, Lifelong Learning: An Omnibus of Practice and Research, Vol. 9 No. 1, pp. 18-20, 1985.

MERRIAM, S. B. “Some thoughts on the relationship between theory and practice”, In: Merriam, S.B. (Ed.), Linking Philosophy and Practice (New Directions for Continuing Education), No. 15, Jossey-Bass, San Francisco, CA, pp. 87-91, 1982.

Nozu, S. y Kassar, M. Schooling of children and adolescents from Pantanal (Brazil) in times of COVID-19. Praxis Educativa. [S. l.], v. 15, p. 1–21, 2020.

ROMEIRO, A. et al. Ser maestro en tiempos de pandemia. Pearson: Lima, 2021.

SHAFIQ, S., et al. Exploring the triggering factors for mental stress of university students amid COVID-19 in Bangladesh: A perception-based study. Children and Youth Services Review, 120, 2021.

WALLO, A. et al. Balancing “Critique for Improvement” With “Critique for Emancipation” in Management Learning and Education. Journal of Management Education, v. 46, n. 3, p. 506–530, 1 jun. 2022.

WEBER, Max. La etica protestante y el espiritu del capitalismo. [s.l.] FCE - Fondo de Cultura Economica, 2011.

WINCH, C. and GINGELL, J. Philosophy and Educational Policy, RoutledgeFalmer, London, 2004.

Publicado

29-08-2023

Como Citar

ROMEIRO, A. E.; REIS, I. W.; JUCA-ALEUSTIA, J. M. Empreendedorismo, improvisação pedagógica e políticas públicas de educação: a nova agenda pós-Covid-19. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 17, p. e6142048, 2023. DOI: 10.14244/198271996142. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/6142. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Políticas Educativas e Perspectivas Formativas Pós-Covid-19
##plugins.generic.dates.received## 2022-08-18
##plugins.generic.dates.accepted## 2023-02-17
##plugins.generic.dates.published## 2023-08-29

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)