Affordances da formação de professores de línguas na era digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271993723

Palavras-chave:

Educação intercultural, Tecnologia da informação e da comunicação, Línguas estrangeiras modernas, formação de professores.

Resumo

O objetivo deste estudo é refletir sobre affordances na formação de professores de línguas adicionais (L2) na era digital. Com esse objetivo, algumas intervenções pedagógicas foram realizadas na disciplina de “Estágio Supervisionado” do curso de Licenciatura em Letras Inglês de uma universidade federal do Sudeste brasileiro, a fim de ilustrar e embasar essa reflexão por meio de dados empíricos das percepções de professores de inglês em formação. O arcabouço teórico se baseia na noção de affordance em relação aos efeitos da globalização com suas tecnologias de informação e comunicação (TICs) na formação de professores de L2 na era digital, com a ampliação da interculturalidade por meio de abordagens híbridas como a CLIL (Content and Language Integrated Learning), COIL (Collaborative Online International Learning) e Intercompreensão. Os dados foram gerados por meio de observação participante e entrevistas com os professores formadores e em formação, e incluem: 1) discussões de textos sobre ensino de idiomas, interculturalidade e uso de tecnologias na educação; 2) reuniões virtuais em formato COIL, com professores em formação, matriculados na disciplina de estágio supervisionado na universidade no Brasil e na Universidade Alberto Hurtado, no Chile; 3) sessões de reflexão; e 4) entrevistas com os participantes. A análise sugere que as TICs e abordagens como a CLIL, COIL e Intercompreensão propiciam affordances para uma prática mais inclusiva (alcançando pessoas desfavorecidas financeiramente por meio da internet); multilíngue (por meio da inclusão de outras línguas além do inglês); e intercultural, permitindo contato e aprendizado entre culturas e línguas diferentes.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Kyria Rebeca Finardi, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora do Departamento de Linguagens, Cultura e Educação (DLCE) e dos Programas de  Pós Graduação em Educação (PPGE) e Linguística (PPGEL) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Carlos Alberto Hildeblando Junior, PPGE/UFES

Mestrando no Programa de Pós Graduação em Educação da UFES

Felipe Furtado Guimarães, PPGEL/UFES

Doutorando Programa de Pós Graduação em Linguística (PPGEL) da UFES

Referências

ABRAHAMS, Mary Jane; RÍOS, Pablo Silva. What happens with English in Chile? Challenges in teacher preparation. In: KAMHI-STEIN, Lía D.; MAGGIOLI, Gabriel Díaz; OLIVEIRA, Luciana C. De (Eds.). English language teaching in South America: Policy, preparation and practice. Bristol: Multilingual Matters, 2017, p.109-122.

AMORIM, Gabriel Brito; FINARDI, Kyria Rebeca. Internacionalização do ensino superior e línguas estrangeiras: Evidência de um estudo de caso nos níveis micro, meso e macro. Revista Avaliação, v. 22, n. 3, p. 614–632, 2017.

APPADURAI, Arjun. Grass roots globalization and the research imagination. Public Culture, v. 12, n. 1, p. 1-19, 2000. https://doi.org/10.1215/08992363-12-1-1

ARCHANJO, Renata; BARAHONA, Malba; FINARDI, Kyria Rebeca. Identity of foreign language pre-service teachers to speakers of other languages: Insights from Brazil and Chile. Colombian Applied Linguistics Journal, v. 1, n. 21, p. 62-75, 2019. doi.org/10.14483/22487085.14086

BAUMAN, Zygmunt. Liquid life. Cambridge: Polity Press, 2005.

CASTRO, Ana Laura Silva de; HILDEBLANDO JÚNIOR, Carlos Alberto; FINARDI, Kyria Rebeca. Teachers and students online but disconnected. INTED 2019 Proceedings, p. 420-427, 2019. dx.doi.org/10.21125/inted.2019.0186

CEO-DIFRANCESCO, Diane; BENDER-SLACK, Delane. Collaborative online international learning: Students and professors making global connections. In: MOELLER, Aleidine J. (Org.). Fostering connections, empowering communities, celebrating the world. Richmond: Terry, 2016, p. 147-174.

FINARDI, Kyria Rebeca. The slaughter of Kachru’s five sacred cows in Brazil: Affordances of the use of English as an international language. Studies in English Language Teaching, v. 2, n. 4, p. 401-411, 2014. https://doi.org/10.4025/actascilangcult.v39i2.30529.

FINARDI, Kyria Rebeca. What can Brazil learn from multilingual Switzerland and its use of English as a multilingua franca. Acta Scientiarum (UEM), v. 39, n. 2, p. 219-228, 2017.

FINARDI, Kyria Rebeca. English as a global language in Brazil: A local contribution. In: GIMENEZ, Telma; EL KADRI, Michele Salles; CALVO, Luciana Cabrini Simões. (Orgs.). English as a Lingua Franca in teacher education: A Brazilian perspective. 1. ed. Berlin/Boston: De Gruyter Mouton, 2018, p. 71-86.

FINARDI, Kyria Rebeca. Internationalization and multilingualism in Brazil: Possibilities of Content and language integrated learning and intercomprehension approaches. International Journal of Educational and Pedagogical Sciences, v. 13, n. 5, p. 655-659, 2019.

FINARDI, Kyria Rebeca; PORCINO, Maria Carolina. Tecnologia e metodologia no ensino de Inglês: Impactos da globalização e da internacionalização. Ilha do Desterro, n. 66, p. 239-282, 2014. https://doi.org/10.5007/2175-8026.2014n66p239

FINARDI, Kyria Rebeca; PORCINO, Maria Carolina. Facebook na ensinagem de inglês como língua adicional. In: ARAUJO, Julio Cesar Rosa; LEFFA, Vilson Jose. (Orgs.). Redes sociais e ensino de língua: O que temos de aprender. São Paulo: Editora Brasileira Comercial, 2016, p. 99-115.

FINARDI, Kyria Rebeca; TYLER, Jhamille. The role of English and technology in the internationalization of education: Insights from the analysis of MOOCs. In: 7th International Conference on Education and New Learning Technologies, 2015, Barcelona. Edulearn15 Proceedings. Barcelona: Iated, 2015, v. 1. p. 11-18.

FINARDI, Kyria Rebeca; LEÃO, Roberta Gomes; AMORIM, Gabriel Brito. Mobile assisted language learning: Affordances and limitations of Duolingo. Education and Linguistics Research, v. 2, n. 2, p. 48-65, 2016.

FINARDI, Kyria Rebeca; PREBIANCA, Gicele Vergine Vieira; MOMM, Christiane Fabíola. Tecnologia na educação: O caso da Internet e do inglês como linguagens de inclusão. Cadernos do IL, n. 46, p. 193-208, 2013.

FINARDI, Kyria Rebeca; PREBIANCA, Gicele Vergine Vieira; SCHMITT, Jeovani. English distance learning: Possibilities and limitations of MEO for the flipped classroom. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 16, n. 2, p. 181-208, 2016.

FLEURI, Reinaldo Matias. Intercultura e educação. Revista Brasileira de Educação, n. 23, p. 16-35, 2003. https://doi.org/10.1590/S1413-24782003000200003

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 50. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GIBSON, James Jerome. The ecological approach to visual perception. Boston: Houghton Mifflin, 1979.

GUIMARÃES, Felipe Furtado; FINARDI, Kyria Rebeca. Interculturalidade, Internacionalização e Intercompreensão: qual a relação? Revista Ilha do Desterro, v. 71, n. 3, p. 15-37, 2018.

HILDEBLANDO JÚNIOR, Carlos Alberto; FINARDI, Kyria Rebeca. Internationalization and virtual collaboration: Insights from COIL experiences. Ensino em Foco, v. 1, n. 2, p. 19-33, 2018.

JENKINS, Jennifer. Repositioning English and multilingualism in English as a Lingua Franca. Englishes in Practice, v. 2, n. 3, p. 49-85, 2015.

LANKSHEAR, Colin; KNOBEL, Michele. New literacies: Changing knowledge and classroom learning. Burckingham: Open University Press, 2003.

LEWIS, Tim; O’DOWD, Robert. Introduction to online intercultural exchange and this volume. In: O’DOWD, Robert; LEWIS, Tim (Orgs.). Online intercultural exchange: Policy, pedagogy, practice. Nova York: Routledge, 2016, p. 3-20.

LINN, M. C.; EYLON, B.-S. Science learning and instruction: Taking advantage of technology to promote knowledge integration. Nova York: Routledge, 2011.

MENDES, Ana Rachel Macedo; FINARDI, Kyria Rebeca. Linguistic education under revision: Globalization and EFL teacher education in Brazil. Education and Linguistics Research, v. 4, n. 1, p. 45-64, 2018.

MONTE MÓR, Walkyria Maria. Foreign languages teaching, education and the new literacies studies: Expanding views. In: GONÇALVES, Gláucia Renate; ALMEIDA, Sandra Regina Goulart; PAIVA, Vera Lúcia Menezes de Oliveira e; RODRIGUES-JÚNIOR, Adail Sebastião (Orgs.). New Challenges in Language and Literature. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2009, p. 177-189.

MONTE MÓR, Walkyria Maria. Linguagem tecnológica e educação. Em busca de práticas para uma formação crítica. In: SIGNORINI, Inês; FIAD, Raquel Salek (Orgs.). Ensino de língua: Das reformas, das inquietações e dos desafios. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2012, p. 181-190.

ORTIZ, Ramón Andrés; FINARDI, Kyria Rebeca. Social inclusion and CLIL: Evidence from La Roseraie. In: International Conference on Education, Research and Innovation 2015, Sevilha. Iceri2015 Proceedings. Madri: Iated. v. 1. p. 7660-7666, 2015.

PAIVA, Vera Lúcia Menezes de Oliveira e. Propiciamento (affordance) e autonomia na aprendizagem de língua inglesa. In: LIMA, Diógenes Cândido de (Org.). Aprendizagem de língua inglesa: Histórias refletidas. Vitória da Conquista: Edições UESB, 2010, p.151-161.

PORTES, Alejandro. Capital social: origens e aplicações na sociologia contemporânea. Sociologia, Problemas e Práticas, Oeiras, n. 33, p. 133-158, 2000.

RADA, Juan. Oportunidades e riscos das novas tecnologias para a educação. In: TEDESCO, Juan Carlos (Org.). Educação e novas tecnologias: Esperanças ou incertezas?. São Paulo: Cortez, 2004, p. 109-119.

RAMOS, Natália. Interculturalidade(s) e mobilidade(s) no espaço europeu: viver e comunicar entre culturas. In: PINA, Helena; MARTINS, Felisbela; FERREIRA, Cármen (Orgs.). The overarching issues of the European space: Strategies for spatial (re)planning based on innovation, sustainability and change. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2013, p. 343-360.

RUBIN, Jon; GUTH, Sarah. Collaborative online international learning: An emerging format for internationalizing curricula. In: MOORE, Alexandra Schultheis; SIMON, Sunka. (Orgs.). Globally networked teaching in the humanities: Theories and practice. Nova York/Londres: Routledge, 2015, p. 15-27.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: Para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Epistemologías del sur. Utopía y práxis latinoamericana, v. 16, n. 54, p. 17-39, 2011.

TAQUINI, Reninni; FINARDI, Kyria Rebeca; AMORIM, Gabriel Brito. English as a medium of instruction at Turkish State Universities. Education and Linguistics Research, v. 3, n. 2, p. 35-53, 2017.

VAN LIER, Leo. The ecology and semiotics of language learning: A sociocultural perspective. Boston: Kluwer Academic Publishers, 2004.

VAN LIER, Leo. Agency in the classroom. In: LANTOLF, James P.; POEHNER, Matthew Edward (Orgs.). Sociocultural theory and the teaching of second languages. Londres: Equinox, 2008, p. 163-188.

VERTOVEC, Steven. Super-diversity and its implications. Ethnic and Racial Studies, v. 30, n. 6, p. 1024-1054, 2007.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Pensamento e linguagem. Tradução de Jeferson Luiz Camargo. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

WARSCHAUER, Mark. Social capital and access. Universal access in the information society, v. 2, n. 4, p. 315-330, 2003. https://doi.org/10.1007/s10209-002-0040-8

WARSCHAUER, Mark. Technology and social inclusion: Rethinking the digital divide. Cambridge: MIT Press, 2004.

Downloads

Publicado

15-01-2020

Como Citar

FINARDI, K. R.; HILDEBLANDO JUNIOR, C. A.; GUIMARÃES, F. F. Affordances da formação de professores de línguas na era digital . Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e3723011, 2020. DOI: 10.14244/198271993723. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/3723. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Educação e Mídias Digitais
##plugins.generic.dates.received## 2019-09-29
##plugins.generic.dates.accepted## 2019-12-23
##plugins.generic.dates.published## 2020-01-15