O encontro da criança com o livro didático: representações da infância

Autores

  • Taciana Zanolla Professora da Rede Municipal de Ensino de Caxias do Sul.
  • Flávia Brocchetto Ramos Universidade de Caxias do Sul
  • Verônica Bohm Doutora em Educação Professora na UCS

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271993511

Palavras-chave:

Infância, Livro didático, Identidade, Representações sociais.

Resumo

O ingresso no Ensino Fundamental é momento de transição e possibilita o contato da criança com um livro didático. Com quais imagens de crianças representadas os alfabetizandos se deparam no livro? Que elementos de constituição do ser criança são comunicados? Neste artigo, buscamos responder a essas questões por meio de uma pesquisa qualitativa descritiva, que visa a descrever e analisar as representações sociais da infância nas imagens da parte inicial da obra Ápis Língua Portuguesa – 1º ano (2017). O livro foi selecionado pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2019 e está presente em muitas escolas públicas brasileiras nas cinco regiões do País. O estudo parte da descrição dos elementos constitutivos das imagens para a compreensão das representações sociais (MOSCOVICI, 1978) presentes, discutindo-as com base na concepção de linguagem como constitutiva do ser humano (VYGOTSKY, 1989, 2008) e em estudos sobre a infância (STEARNS, 2006). Ao interagir com o livro didático, os estudantes não apenas têm acesso a conhecimentos, mas também entram em contato com representações identitárias. As imagens iniciais do livro didático retratam diferentes origens e características físicas e individuais das crianças. Contudo, a diversidade de etnias e as características físicas não dão conta da diversidade social e cultural das infâncias brasileiras, o que não contribui para a constituição subjetiva dos estudantes.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Taciana Zanolla, Professora da Rede Municipal de Ensino de Caxias do Sul.

Mestranda em Educação na Universidade de Caxias do Sul.

Graduada em Letras

Flávia Brocchetto Ramos, Universidade de Caxias do Sul

Doutor em Letras.

Professora no PPGEd UCS

Verônica Bohm, Doutora em Educação Professora na UCS

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Caxias do Sul (2003), mestrado em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2016) e é especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (2017). Atualmente é professora na Universidade de Caxias do Sul

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: 2017. Disponível em: <https://bit.ly/2BHitds>. Acesso em: 23mar. 2019.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: MEC; SEB, 2009.

CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro. A teoria das representações sociais em Moscovici e sua importância para a pesquisa em educação. Aprender: Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação, Vitória da Conquista, ano 2, n. 2, p. 105-114, 2004.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Escolha PNLD 2019 – Orientações. Brasília: 2018. Disponível em: <http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/escolha-pnld-2019> Acesso em: 25 set. 2018.

MOSCOVICI, Serge. La psychanalyse, son image et son public. Paris: PUF, 1976.

MOSCOVICI, Serge. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

MOSCOVICI, Serge. On social representation. In: FORGAS, J.P. (org.). Social cognition. London: Academic Press, 1981, p.181-209.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em Psicologia Social. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

OLIVEIRA, Maria Kohl de. Vygotsky e o processo de formação de conceitos. In: LA TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Maria Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 27. ed. São Paulo: Summus, 2016. p. 23-34.

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL. Apresentação. Caxias do Sul: 2018. Disponível em: <https://caxias.rs.gov.br/cidade> Acesso em: 2 set. 2018.

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL. Ensino Fundamental. Caxias do Sul: 2018. Disponível em: <https://caxias.rs.gov.br/servicos/educacao/ensino-fundamental> Acesso em: 2 set. 2018.

STEARNS, Peter. A infância. São Paulo: Contexto, 2006.

TRINCONI, Ana; BERTIN, Terezinha; MARCHEZI, Vera. Ápis Língua Portuguesa – 1º ano. 3.ed. São Paulo: Ática, 2017.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. A formação social da mente. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. Pensamento e linguagem. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

ZIMERMAN, David Epelbaum; OSORIO, Luiz Carlos [et. al]. Como trabalhamos com grupos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

Downloads

Publicado

19-05-2020

Como Citar

ZANOLLA, T.; RAMOS, F. B.; BOHM, V. O encontro da criança com o livro didático: representações da infância. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e3511090, 2020. DOI: 10.14244/198271993511. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/3511. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2019-06-16
##plugins.generic.dates.accepted## 2020-02-26
##plugins.generic.dates.published## 2020-05-19

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)