Impresso jornalístico estudantil nas produções científicas em educação (2002-2017)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271993203

Palavras-chave:

Impresso estudantil, Escrita de estudantes, Impresso como fonte.

Resumo

Objetiva-se neste estudo identificar as produções científicas sobre impressos jornalísticos estudantis no Brasil, com ênfase em estudos que os priorizem como fonte principal e/ou objeto de estudo e que sejam necessariamente escritos pelos e para estudantes. Neste sentido, fez-se um mapeamento das produções indexadas na BDTD e no Portal CAPES entre os anos de 2002 a 2017, o corpus de análise foi composto por seis dissertações e onze artigos. Utiliza-se o software de gerenciamento bibliográfico Mendeley Reference Manager, para gestão das referências bibliográficas e organização das produções, já a análise dos dados foi procedida por meio da Análise de Conteúdo de Laurence Bardin. Os resultados sinalizam que, as produções científicas sobre os impressos no Brasil evidenciam um universo amplo e distinto de obras e desdobramentos teórico-metodológicos, que possibilitam diferentes olhares e caminhos teóricos em estudos que privilegiam impressos como fontes e/ou objeto no campo da História da Educação. Posto isto, os domínios da historiografia da educação sobre impressos estudantis caminham em progressão, principalmente, com o movimento destes estudos na produção de artigos, monografias, dissertações e/ou livros, entretanto, como um todo, o documento ainda é pouco explorado no Brasil, e são parcos os estudos sobre impressos produzidos por e para estudantes.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cintia Medeiros Robles Aguiar, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/ Mestranda

Especialista em História e Cultura Afro-brasileira pela Faculdade Batista de Minas Gerais (2019). Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2017). Atualmente é Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Antropologia e Sociologia da Educação (GEPASE/CNPq) e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Jacira Helena do Valle Pereira Assis, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/ Professora permanente

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1988), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1997) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é Professora Titular- da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e atua no quadro permanente dos Programa de Pós-graduação em Educação - (cursos de Mestrado e Doutorado) e em Antropologia Social (curso de Mestrado). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Sociologia e Antropologia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, biografia e memorialistas; fronteira e diversidade cultural, famílias, escolas e estado laico.

Referências

ALMEIDA, Dóris Bittencourt; BASTOS, Maria Helena Camara. Culturas juvenis dos anos 1980 nas páginas do periódico estudantil: “JB - O Jornal do Becker” (Colégio Estadual D. João Becker - 1985/1986). Educar em Revista, n. 57, p. 239–259, 2015.

AMARAL, Giana Lange do. Os impressos estudantis em investigações da cultura escolar nas pesquisas histórico-institucionais. História da educação, v. 6, n. 11, p. 117–130, abr. 2002.

AMARAL, Giana Lange do. Os jornais estudantis Ecos Gonzagueanos e Estudante: apontamentos sobre o ensino secundário católico e laico (Pelotas/RS, 1930-1960). História da Educação, v. 17, n. 40, p. 121–142, ago. 2013.

AQUINO, Mary Jones Ferreira De Moura. Organização e imprensa estudantil no Colégio de São Luiz e Liceu Maranhense: processo de formação de uma elite letrada (1949-1958). São Paulo, 2016. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 4 ed. rev. e actual. Lisboa, PT: Edições 70, 2009.

BASTOS, Maria Helena Camara. Apresentação do dossiê escritas estudantis em periódicos escolares. Hist. Educ. [online]., v. 17, n. 40, p. 7–10, 2013.

BASTOS, Maria Helena Camara; ERMEL, Tatiane de Freitas. O jornal A Voz da Escola: escritas dos alunos do Colégio Elementar Souza Lobo (Porto Alegre/RS, 1934-1940). Hist. Educ. [online]., v. 17, n. 40, p. 143–173, 2013.

BIAZZETTO, Giovani. Jovens e política na imprensa estudantil: o periódico “O Julinho” (Porto Alegre/RS 1960). 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, 2016.

CATANI, Denice Barbosa; BASTOS, Maria Helena Camara (Orgs.). Educação em revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002.

CUNHA, Maria Teresa Santos, Folhas voláteis, papéis manuscritos: o pelotão de saúde no jornal infantil Pétalas (Colégio Coração de Jesus - Florianópolis/SC, 1945-1952). Revista História da Educação [online], p. 251–266, 2013.

GRAZZIOTIN, Luciane Sgarbi Santos. Do Schüler-Zeitung ao O Ateneu: marcas da cultura escolar nas páginas dos periódicos (São Leopoldo/RS, 1964-1973). História da Educação, v. 17, n. 40, p. 319–336, mar. 2013.

IJUIM, Jorge Kanehide. Jornal escolar do instrumento didático ao instrumento complexo. EccoS Revista Científica, v. 2, n. 2, p. 115–121, 2011.

PEREIRA, Marcus Vinícius Medeiros. Fundamentos teórico-metodológicos da pesquisa em educação: o ensino superior em música como objeto. Revista da FAEEBA – Educação e contemporaneidade, Salvador, v.22, n. 40, p. 221-233, jul./dez. 2013.

RABELO, Giani. O jornal escolar O Estudante Orleanense (Santa Catarina, 1949-1973). Revista História da Educação [online], v. 17, n. 40, p. 197–219, ago. 2013.

RODRIGUES, Cibele de Sousa. O Porvir, jornal literário e recreativo: propriedade de uma associação de estudantes do Atheneu Sergipense (1874). 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, 2016.

SÁ, Elizabeth Figueiredo de; MOREIRA, Kenia Hilda. A morte no cotidiano e no Vida Escolar em Campo Grande-MT. Revista Brasileira de História da Educação, v. 17, n. 3[46], p. 171–195, jul. 2017.

SCHWETER, Isis Sanfins. Organização e imprensa estudantil no Instituto de Educação Sud Mennucci (1952-1954). 2015. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2015.

SILVA, Cristiani Bereta da. Cultura escolar e cultura política: projeto de nacionalização e o jornal escolar A Criança Brasileira (Santa Catarina, 1942-1945). História da Educação, v. 17, n. 40, p. 175–195, ago. 2013.

VIDAL, Valdevania Freitas dos Santos. O Necydalus: um jornal estudantil do Atheneu Sergipense (1909-1911). 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) – Núcleo de Pós-Graduação em Educação, Pró-Reitoria de Pós- Graduação e Pesquisa, Universidade Federal de Sergipe, 2009.

VIEIRA, Patrícia Machado. Psiu! Fermento!: pastoral da juventude e imprensa estudantil nos anos 1980 a 1990. 2014. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, BR-RS, 2014.

WERLE, Flávia Obino Corrêa; BRITTO, Lenir Marina Trindade de Sá; NIENOV, Gisele. Escola Normal Rural e seu impresso estudantil. Educação em Revista (UFMG), v. 45, p. 81–105, jun. 2007.

YAMAKAWA, Eduardo Kazumi et al. Comparativo dos softwares de gerenciamento de referências bibliográficas: Mendeley, EndNote e Zotero. TransInformação, v. 26, n. 2, p. 167–176, 2014.

Publicado

03-03-2020

Como Citar

AGUIAR, C. M. R.; ASSIS, J. H. do V. P. Impresso jornalístico estudantil nas produções científicas em educação (2002-2017). Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 14, p. e3203058, 2020. DOI: 10.14244/198271993203. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/3203. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2019-03-15
##plugins.generic.dates.accepted## 2019-07-16
##plugins.generic.dates.published## 2020-03-03