A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação nas aulas de Matemática: limites e possibilidades

Autores

  • Reginaldo Fernando Carneiro UFJF
  • Cármen Lúcia Brancaglion Passos UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.14244/19827199729

Resumo

DOI: http://dx.doi.org/10.14244/19827199729
A utilização das tecnologias nas aulas de Matemática pode promover mudanças na dinâmica da sala de aula e também nas formas de ensinar e de aprender os conteúdos. Para tanto, os professores precisam compreender e ter clareza das possibilidades e também dos limites das tecnologias. Nesse contexto, este artigo busca discutir alguns limites e possibilidades da utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC – nas aulas de Matemática, sob a ótica de 16 professores. Esta pesquisa, de natureza qualitativa, utilizou questionários e entrevistas semiestruturadas para a produção de dados. A análise dos dados evidenciou que as TIC podem minimizar a exclusão digital e despertar nos alunos o interesse e a motivação para aprender Matemática. Podem ainda facilitar a compreensão dos conteúdos, como a visualização em Geometria, e desenvolver a criatividade e a imaginação. Identificamos diferentes formas de utilização nos comentários dos professores, sendo que, em regra, essas práticas não exploraram toda a potencialidade das tecnologias. Além disso, as primeiras experiências com as TIC podem ser vistas pelos alunos como diversão e, dessa forma, os objetivos do professor podem não ser alcançados. Assim, os professores estão ainda caminhando pela zona de conforto, mas eles parecem estar em um movimento de tatear, testar, experimentar e explorar as TIC nas aulas de Matemática.

Palavras-chave: Tecnologias da Informação e Comunicação, Limites, Possibilidades, Ensino e aprendizagem da Matemática.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

20-08-2014

Como Citar

CARNEIRO, R. F.; PASSOS, C. L. B. A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação nas aulas de Matemática: limites e possibilidades. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 101–119, 2014. DOI: 10.14244/19827199729. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/729. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2013-01-30
##plugins.generic.dates.accepted## 2013-10-13
##plugins.generic.dates.published## 2014-08-20