PRESSUPOSTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS PARA FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL

Autores

  • Silvia Pereira Gonzaga Moraes Universidade Estadual de Maringá-UEM
  • Luciana Figueiredo Lacallo Arrais Universidade Estadual de Maringá-UEM
  • Thaís Sá Gomes Universidade Estadual de Maringá - PR
  • Eliana Cláudia Graciliano Universidade Estadual de Maringá - PR
  • Juliana Vignoto Universidade Estadual de Maringá-PR

DOI:

https://doi.org/10.14244/19827199352

Resumo

O objetivo do presente texto constitui-se em refletir sobre os pressupostos teórico-metodológicos que subsidiam o processo formativo na Oficina Pedagógica de Matemática da Universidade Estadual de Maringá (OPM/UEM), Brasil, a fim de reconhecer suas implicações na formação contínua de professores. Para o desenvolvimento desta pesquisa, apoiamo-nos em estudos e trabalhos realizados nos encontros formativos junto aos participantes da OPM/UEM. O público alvo da OPM/UEM é formado, preferencialmente, por professores da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A apropriação do conhecimento teórico pelos professores que ensinam matemática e a sua forma de ensiná-lo aos escolares são características essenciais da OPM/UEM, a qual é concebida como espaço de aprendizagem docente tanto para os participantes quanto para os professores-formadores. O texto organiza-se em duas partes: na primeira, abordamos o significado e o funcionamento da OPM/UEM e, em seguida, os conceitos fundamentais que subsidiam o processo formativo na OPM, os quais estão ancorados nos pressupostos da teoria histórico-cultural. Para finalizar, tecemos algumas considerações sobre a importância da teoria histórico-cultural no processo de formação de professores, visto que os pressupostos desta teoria permitiu-nos pensar a concepção de educação escolar vinculada às formas de desenvolvimento do psiquismo humano. Nesse caso em especial, nos instrumentalizou na intervenção e compreensão do movimento de aprendizagem docente. Salienta-se que para estabelecer um “novo” contexto de formação contínua de professores, marcado pela intencionalidade de promoção do desenvolvimento humano, significa concretizar a finalidade social da educação escolar, que é a de inserir os sujeitos na história por meio da apropriação das máximas produções humanas.

Palavras-chave: Teoria histórico-cultural; Organização do ensino; Formação docente; Ensino de matemática.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

28-11-2012

Como Citar

MORAES, S. P. G.; ARRAIS, L. F. L.; GOMES, T. S.; GRACILIANO, E. C.; VIGNOTO, J. PRESSUPOSTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS PARA FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 138–155, 2012. DOI: 10.14244/19827199352. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/352. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2012-03-31
##plugins.generic.dates.accepted## 2012-08-15
##plugins.generic.dates.published## 2012-11-28