PORTFÓLIOS: MAIS UM MODISMO NA EDUCAÇÃO?

Autores

  • Eliane de Fátima Vieira Tinoco Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14244/19827199246

Resumo

O presente ensaio foi produzido a partir de uma inquietação produzida por alguns relatos de professores e alunos sobre o que estavam produzindo como sendo portfólios. O que são portfólios? Como eles vêm sendo apropriados pelos professores nos diversos níveis de ensino? Como se avalia por meio desse instrumento? Esses questionamentos foram realizados por professores em diferentes turmas de formação continuada com as quais trabalhei nos últimos anos. Com base principalmente em Fernando Hernandez, o texto é construído apresentando o portfólio como um instrumento que possibilita constante reflexão, sendo que aluno e professor poderão visualizar os documentos tendo em mente os objetivos e os critérios anteriormente acordados, dialogando com as soluções e os problemas que forem surgindo, a partir das tarefas solicitadas. O objetivo é contribuir para a compreensão desse instrumento de avaliação, que vem sendo muito comentado no interior das escolas, mas sobre o qual as práticas estão incoerentes. Apresentando o conceito, os elementos que compõem um portfólio e a forma de avaliá-lo, espero fornecer subsídios para a melhor utilização desse instrumento por professores e alunos nos diversos níveis de ensino. No entanto, acredito que para uma correta interpretação dos modos de se trabalhar com o portfólio, o investimento em formação continuada precisa ser contínuo para que a educação não fique à mercê de interpretações de segunda mão. É por meio da formação continuada que cada professor pode, por sua vontade e persistência, se transformar em pesquisador, com uma forte base conceitual, capaz de mudar, inclusive, sua postura política.

Palavras-chave
: Portfólio; Ensino; Avaliação.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eliane de Fátima Vieira Tinoco, Universidade Federal de Uberlândia

Eliane de Fátima Vieira Tinoco é mestre em Educação, com graduação em Educação Artística – Habilitação em Artes Plásticas, ambos pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). É professora de Artes da Rede Pública Municipal de Uberlândia, cargo que está cedido à UFU, onde atua como coordenadora do Pólo UFU da Rede Arte na Escola, um programa que trabalha com formação continuada de professores de Artes. Está atuando como professora formadora da Rede Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. Possui pesquisas nas linhas de ensino de Artes e avaliação educacional sendo membro dos grupos NUPEA (Núcleo de Pesquisa em Ensino de Arte) e GEPAE (Grupo de Pesquisa em Avaliação Educacional) ambos na UFU. É membro do Comitê de Publicações da Rede Arte na Escola e membro do Conselho Consultivo da Revista Pátio Pedagógica. Tem experiência como professora no Ensino Superior.

Downloads

Publicado

28-11-2012

Como Citar

TINOCO, E. de F. V. PORTFÓLIOS: MAIS UM MODISMO NA EDUCAÇÃO?. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 457–467, 2012. DOI: 10.14244/19827199246. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/246. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Ensaios
##plugins.generic.dates.received## 2011-07-21
##plugins.generic.dates.accepted## 2012-05-04
##plugins.generic.dates.published## 2012-11-28