Currículo interdisciplinar no ensino integral: concepções de professores paulistas de Ciências da Natureza e Matemática (Conceptions of integral school and interdisciplinary curriculum)

Autores

  • Harryson Júnio Lessa Gonçalves Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira UNESP/FEIS
  • Bianca Rafaela Boni Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira UNESP/FEIS
  • Ana Clédina Rodrigues Gomes Faculdade de Ciências da Educação, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992386

Resumo

In the last decades, full-time schools have been implemented in Brazil with the aim of providing students a global education involving not only scientific knowledge, but also the constitution of knowledge in an integrated way in several areas. The bases for a proposal of integral education must take place under the perspective of interdisciplinarity, since it provides conditions of teaching in a dynamic way among the disciplines, linked to the society's problems and personal perspectives, promoting in this scope the education of subjects based on ethics, in the development of intellectual autonomy and critical thinking. In this sense, the present study aimed to characterize the implementation of an integral school proposal and its interface with interdisciplinarity based on the analysis of the praxis of teachers of Natural Sciences and Mathematics in the context of a paulista public school. The research was an exploratory and descriptive one, characterized as an ethnographic research, being therefore, a qualitative research in education and presented as one of its main results that the curricular proposals are shown as quite innovative, but they face some obstacles such as the fragility in the teachers' formation and the interference of aspects of the policies that impede their full development.

Resumo
Nas últimas décadas, as escolas de tempo integral têm sido implementadas no Brasil com o intuito de oferecer aos educandos uma formação global envolvendo não apenas o conhecimento científico, mas também a constituição de saberes de forma integrada em diversas áreas. As bases para uma proposta de educação integral devem se dar sob a perspectiva da interdisciplinaridade, uma vez que proporciona condições de ensino de maneira dinâmica entre as disciplinas, atreladas aos problemas da sociedade e perspectivas pessoais, promovendo nesse âmbito a educação de sujeitos baseada na ética, no desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico. Nesse sentido, o presente estudo objetivou caracterizar a implementação de uma proposta de escola integral e sua interface com a interdisciplinaridade a partir da análise sobre a práxis de professores de Ciências da Natureza e Matemática no contexto de uma escola pública paulista. A investigação constituiu-se como exploratória e descritiva, caracterizada como uma pesquisa etnográfica, tratando-se, portanto, de uma pesquisa qualitativa em educação e apresentou como um de seus principais resultados que as propostas curriculares se mostram como bastante inovadoras, porém enfrentam alguns obstáculos como a fragilidade na formação de professores e a interferência de aspectos das políticas governamentais que impedem seu pleno desenvolvimento.

Keywords: Integral education program, Interdisciplinary curriculum, Teacher training.
Palavras-chave: Programa de ensino integral, Currículo interdisciplinar, Formação de professores.

References

BRANCO, Veronica. Desafios para a implantação da Educação Integral: análise das experiências desenvolvidas na região sul do Brasil. Educar em Revista: Editora UFPR Curitiba, n. 45, p. 111-123, jul./set. 2012.

BRASIL. Parecer CNE/CEB nº 15/1998: diretrizes curriculares nacionais para o Ensino Médio. Brasília: CNE/CEB, 1998. 

CASTRO, Adriana de; LOPES, Roseli Esquerdo. A escola de tempo integral: desafios e possibilidades. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 71, p. 259-282, abr./jun. 2011.

CAVALIERE, Ana Maria Villela. Educação Integral: uma nova identidade para a escola brasileira? Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 81, p. 247-270, dez. 2002. Disponível em <http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 15 abril 2017.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia? São Paulo: Edições Loyola, 1996 (1979).

GONÇALVES, Antonio Sérgio. Reflexões sobre Educação Integral e Escola de Tempo Integral. Cadernos Cenpec, n. 2. 2006.

SÃO PAULO. Decreto n° 59.354 de 15 de julho de 2013. Dispõe sobre o Programa Ensino Integral de que trata a Lei Complementar nº 1.164, de 4 de janeiro de 2012, alterada pela Lei Complementar nº 1.191, de 28 de dezembro de 2012. Disponível em: <http://goo.gl/HYkw9l>. Acesso em: 20 abril de 2017.

SÃO PAULO. Decreto n° 57.571 de 02 de dezembro de 2011. Altera a composição do Conselho Consultivo do Programa Educação - Compromisso de São Paulo. Disponível em: <http://goo.gl/GepM46>. Acesso em: 20 abril de 2017.

SÃO PAULO. Diretrizes do programa ensino integral. 2012?. Disponível em: <http://www.educacao.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/342.pdf>. Acesso em: 20 abril de 2017.

SÃO PAULO. Lei complementar n°1.191 de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre o Programa Ensino Integral em escolas públicas estaduais e altera a Lei Complementar nº 1.164, 4 de janeiro de 2012, que institui o Regime de Dedicação Plena e Integral - RDPI e a Gratificação de Dedicação Plena e Integral – GDPI aos integrantes do Quadro do Magistério em exercício nas Escolas Estaduais de Ensino Médio de Período Integral, e dá providências correlatas. Disponível em: <http://www.al.sp.gov.br/norma/?id=169046>. Acesso em: 20 abril de 2017.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Harryson Júnio Lessa Gonçalves, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira UNESP/FEIS

Professor na Faculdade de Engenharia da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP, câmpus de Ilha Solteira, vinculado ao "Departamento de Biologia e Zootecnia", ao "Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência" (Faculdade de Ciências - câmpus de Bauru) e ao "Programa de Pós-Graduação em Ensino e Processos Formativos" (câmpi de São José do Rio Preto, Ilha Solteira e Jaboticabal). É líder do "Grupo de Pesquisa em Currículo: Estudos, Práticas e Avaliação - GEPAC" da UNESP. Suas reflexões permeiam as seguintes temáticas: Teorias e Perspectivas Curriculares, Educação Matemática, Educação Comparada, Educação Intercultural Indígena, Diversidade Cultural, Escola de Tempo Integral e Educação Profissional.

Bianca Rafaela Boni, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira UNESP/FEIS

Graduanda em Ciências Biológicas na Universidade Estadual Paulista " Júlio de Mesquita Filho" - UNESP, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. Participou do Projeto de Pesquisa " Interdisciplinaridade na Escola: currículo, concepções e práticas", como bolsista pela FAPESP. Participa do "Grupo de Pesquisa em Currículo: Estudos, Práticas e Avaliação (GEPAC)" e do "Núcleo Afro-brasileiro de Ilha Solteira" (NABISA). Atua principalmente nos seguintes temas: Interdisciplinaridade, Currículos e Ensino Integral.

Ana Clédina Rodrigues Gomes, Faculdade de Ciências da Educação, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA

Professora da Faculdade de Ciências da Educação e do Programa de Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras) da Unifesspa e Coordenadora Geral do PARFOR/UNIFESSPA. Pesquisadora das temáticas: Diversidade Cultural; Currículo; Formação de Professores.

Downloads

Publicado

10-05-2019

Como Citar

LESSA GONÇALVES, H. J.; BONI, B. R.; GOMES, A. C. R. Currículo interdisciplinar no ensino integral: concepções de professores paulistas de Ciências da Natureza e Matemática (Conceptions of integral school and interdisciplinary curriculum). Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 645–658, 2019. DOI: 10.14244/198271992386. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2386. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2017-08-13
##plugins.generic.dates.accepted## 2018-11-29
##plugins.generic.dates.published## 2019-05-10