A ideia de governança educacional multiescalar e a experiência do IFCE no Ceará (The multi-scalar educational governance ideal and the IFCE experience in Ceará)

Autores

  • Francisca Rejane Bezerra Andrade Universidade Estadual do Ceará
  • Odilon Monteiro da Silva Neto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Canindé.

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271992364

Resumo

Abstract
Starting from the perspective of the multi-scalar evaluation, it has entered the process of the expansion of the Federal Network of Professional and Technological Education in Ceará, Brazil, implemented by the IFCE. The experience in question is in direct harmony with the contradictions of the historical-social formation that characterizes Brazilian society. In view of this finding, the paths that were outlined in the implementation of the aforementioned policy were revisited, based on several classics produced in the light of a Brazilian intelligence. Firstly, it is concluded that the actions were not guided by a rational construction in the choice of cities served by the expansion. It is identified that factors of local order were prioritized over the directions indicated by the law that governs politics. On the other hand, while the expansion took place in effective terms, the courses offered to the society were placed in a way that did not dialogue with the realities and, this way, the expansion of the Federal Network of Professional and Technological Education in Ceará was done in a way that denies the sense by which it was instituted. Thus, a whole set of expectations generated by the society that understood the expansion as a synonym of human and social development, in a short time, was negatively surprised, because it is realized that in the XXI century, Brazil cannot advance in the promotion of development, which generates the involvement of society, in order to reduce the diverse asymmetries that mark Brazilian society since its genesis.

Resumo
Partindo da perspectiva da avaliação multiescalar, adentrou-se ao processo da expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica no Ceará, Brasil, implementada pelo IFCE. A experiência em questão se coloca em sintonia direta com as contradições da formação histórico-social que caracteriza a sociedade brasileira. Diante desta constatação revisitou-se, a partir de diversos clássicos produzidos a luz de uma inteligência brasileira, os caminhos que foram delineados na efetivação da referida política. Primeiramente, constata-se que as ações não foram orientadas por uma construção racional na escolha das cidades atendidas pela expansão. Identifca-se que fatores de ordem local se sobrepuseram ao sentido indicado pela lei que rege a política. Por sua vez, ao passo que a expansão se coloca em termos efetivos,
os cursos ofertados para a sociedade se colocaram de modo a não dialogar com as realidades e, desta forma, a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica no Ceará se coloca num caminho que nega o sentido pela qual a mesma fora instituída. Assim, todo um conjunto de expectativas geradas junto à sociedade que compreendia a expansão como sinônimo de desenvolvimento humano e social, num curto espaço de tempo, surpreende-se negativamente, pois se constata que em pleno século XXI, o Brasil não consegue avançar na promoção do desenvolvimento, que gere envolvimento da sociedade, de modo a reduzir as diversas assimetrias que marcam a sociedade brasileira desde sua gênese.

Resumen
Partiendo de la perspectiva de la evaluación multiescalar, se adentró en el proceso de expansión de la Red Federal de Educación Profesional y Tecnológica en Ceará, Brasil, implementada por el IFCE. La experiencia en cuestión se sitúa en sintonía directa con las contradicciones de la formación histórico-social que caracteriza a la sociedad brasileña. Ante esta constatación se revisó, a partir de diversos clásicos producidos a la luz de una inteligencia brasileña, los caminos que fueron delineados en la efectividad de dicha política. Primero, se pone en contacto con que las acciones no fueron orientadas por una construcción racional en la elección de las ciudades atendidas por la expansión. Se identifca, qué factores de orden local, se sobrepusieron al sentido indicado por la ley que rige la política. Por su parte, mientras que la expansión se coloca en términos efectivos, los cursos ofrecidos para la sociedad se colocaron de modo a no dialogar con las realidades y, de esta forma, la expansión de la Red Federal de Educación Profesional y Tecnológica en Ceará se coloca en un camino que niega el sentido por el cual fue instituida. Así, todo un conjunto de expectativas generadas junto a la sociedad que comprendía la expansión como sinónimo de desarrollo humano y social, en un corto espacio de tiempo, se sorprende negativamente, pues se entera que en pleno siglo XXI, Brasil no logra avanzar en la sociedad promoción del desarrollo, que genere implicación de la sociedad, de modo a reducir las diversas asimetrías que marcan la sociedad brasileña desde su génesis.

Keywords: Multi-scalar evaluation, Expansion, Professional and technological education.
Palavras-chave: Avaliação multiescalar, Expansão, Educação profissional e tecnológica.
Palabras clave: Evaluación multiescalar, Expansión, Educación profesional y tecnológica.

References

ABREU, Capistrano de. Capítulos de história colonial 1580-1800. Brasília (DF): Senado Federal, 2006. 226 p.

ALBUQUERQUE Jr., Durval M. A invenção do nordeste e outras artes. São Paulo: Cortez, 1999. 338 p.

ALENCAR, José de. O demônio familiar. São Paulo: Martin Claret, 1998. 96 p.

BARRETO, Afonso Henriques de Lima. Os bruzundangas. Ática: São Paulo, 1996. 160 p.

BRASIL. Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília (DF): 2008.

CARVALHO, José Murilo de. Os bestializados. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. 216 p.

CUNHA, Euclydes da. Os sertões. São Paulo: Publifolha, 2000. 632 p.

DALE, Roger. A sociologia da educação e o estado após a globalização.      Educ. Soc., Campinas, v.31, n.113, p.1099-1120, out-dez 2010.

DAMATTA, Roberto. A casa e rua. Rio de Janeiro: Record, 1997. 164 p.

FAORO, Raimundo. Os donos do poder. 4ª ed. São Paulo: Biblioteca Azul, 2012. 944 p.

FREYRE, Gilberto. Casa grande e senzala. 56 ed. São Paulo: Global, 2006. 1260 p.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Maria Eliza Dalmazo de Afonso. Políticas docentes no Brasil. Um estado da arte. Brasília: Unesco, 2011. 300 p.

GOMES, Ângela de Castro. A invenção do trabalhismo. FGV: Rio de Janeiro, 2005. 320 p.

HOLANDA, Sérgio B. de. Raízes do Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 1996. 256 p.

IFB - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília. Um passado vestido de futuro: Fragmentos da memória da rede federal de educação profissional e tecnológica. Brasília: IFB, 2012. 341 p.

LEMOS, José de Jesus de Sousa. Mapa da exclusão social no Brasil: radiografia de um país assimetricamente pobre. 3ª ed. Fortaleza: BNB, 2012. 486 p.

MACHADO DE ASSIS, Joaquim Maria. Esaú e Jacó. São Paulo: Ática, 1996. 296 p.

MAINARDES, Jefferson; ALFERES, Marcia A. Sociologia das políticas educacionais. Contribuições de Roger Dale. Atos de Pesquisa em Educação - (FURB), v. 9, n.2, p. 392-416, maio/ago. 2014.

MENEZES, Eduardo Diatahy Bezerra de. Formação do povo brasileiro e da nação, seu agonístico caráter nacional. Revista do Instituto do Ceará, v.123, 2009.

RUA, Maria das G. Políticas públicas. 2ª ed. Florianópolis: UFSC, 2012. 134 p.

SOUZA, Celina. Políticas públicas: uma revisão da literatura. Sociologias [online]. 2006, n.16, pp.20-45. Disponível em:  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-45222006000200003. Acesso em 12 jul. 2018.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Francisca Rejane Bezerra Andrade, Universidade Estadual do Ceará

Graduada em Serviço Social - UECE, Mestre em Educação Brasileira - UFC; Doutora em Educação - USP, com doutorado sanduíche na J. W. Goethe Universität Frankfurt Am Main, Pós-doutora em Educação na J. W. Goethe Universität Frankfurt Am Main.

Professora do Curso de Graduação em Serviço Social, do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas na Universidade Estadual do Ceará.

Tutora do PET de Serviço Social da UECE e Pesquisadora CNPq.

Odilon Monteiro da Silva Neto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Canindé.

Professor do curso de Graduação em História do IFCe, Campus Canindé. Mestrando no Mestrado Interdiciplinar em História e Letras da Universidade Estadual do Ceará.

Downloads

Publicado

01-09-2018

Como Citar

ANDRADE, F. R. B.; SILVA NETO, O. M. da. A ideia de governança educacional multiescalar e a experiência do IFCE no Ceará (The multi-scalar educational governance ideal and the IFCE experience in Ceará). Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 811–824, 2018. DOI: 10.14244/198271992364. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/2364. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2017-07-31
##plugins.generic.dates.accepted## 2018-07-03
##plugins.generic.dates.published## 2018-09-01