Os egressos do Programa Ciência sem Fronteiras pela percepção dos seus professores (The participants of the Science without Borders Program by the perception of their teachers)

Autores

  • Paulo Roberto Sehnem Univali
  • José Marcelo Freitas de Luna Univali

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271991919

Resumo

Abstract
This work is in line with Hudzig’s assertion that “internationalization demands assessment’. It assumes as its object of study the Science Without Borders Program (CsF), due to the fact that it is the largest initiative of mobility at the undergraduate level in Brazil. The Program is what we classify as an example of the internationalization process of universities. The proposal of the article is to assess whether the motivations that lead students to seek mobility are perceived at the end of this experiment by their teachers. To this end, the following research question is pursued: what are the contributions achieved by CsF graduates in the perception of their teachers? The survey sample consists of eight professors of the Production Engineering Course of the Federal University of Santa Catarina. The subjects were selected by the criteria of previous and subsequent contact among students and teachers. This methodological procedure was taken because the prior and further knowledge of the students would make the teachers more sensitive to changes in behavior and statements of contributions resulting from the mobility Program. Data analysis pointed out that the student mobility period allows the achievement of academic contributions, such as the sociocultural, the linguistic, the professional and the individual ones. It also allows us to state that there is a direct relationship between the achievement of contributions and intercultural communicative competence skills.
Keywords: University internationalization, Student mobility, Science without Borders Program.

Resumo
O presente trabalho se alinha à defesa de Hudzig de que “internacionalização demanda avaliação” e toma o Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) como seu objeto de estudo, por se tratar da maior iniciativa de mobilidade em nível de graduação do Brasil. O referido programa representa o que podemos classifcar como exemplo de materialização do processo de internacionalização das universidades. A proposta é avaliar se as motivações que levam alunos a buscarem a mobilidade se materializam ao fnal desta experiência com base na pergunta de pesquisa: quais os contributos obtidos pelos egressos do CsF na percepção dos seus respectivos professores? A amostra da pesquisa compõe-se por oito professores do curso de Engenharia da Produção da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Os sujeitos foram selecionados pelo critério de contato anterior e posterior à mobilidade, o que os tornaria mais sensíveis às mudanças de comportamentos e demonstrações de contributos, resultantes da experiência internacional. A quantidade de alunos egressos tidos em sala de aula variou entre quatro e doze alunos na condição pré-estabelecida. A análise dos dados apontou que o período de mobilidade estudantil permite a obtenção dos contributos acadêmico, sociocultural, linguístico, profssional e pessoal e que há uma relação direta entre a obtenção dos contributos e as habilidades de Competência Comunicativa Intercultural.
Palavras-chave: Internacionalização universitária, Mobilidade estudantil, Programa Ciência sem Fronteiras.

References

ARAÚJO, E. R.; SILVA, S. Temos de fazer um cavalo de Troia elementos para compreender a internacionalização da investigação e do ensino superior. Revista Brasileira de Educação, v.20, n.60, p.77-98, jan./mar. 2015.

DALCIN, V. L. A mobilidade dos estudantes universitários: contribuição para o desenvolvimento da interculturalidade. 2011. 151f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Educação) – Universidade de Lisboa, Lisboa, 2011.

GARDNER R. C.; LAMBERT, W. E. Attitudes and Motivation in second language learning. Rowley, Massachusetts: Newbury, 1972.

HUDZIG, J. Going Global 2014 – What is internationalisation? Vídeo, 2014. Disponível em: <https://www.britishcouncil.org/education/ihe/knowledge-centre/internationalisation/going-global-what-is-internationalisation> Acesso em: 09 abr. 2015.

KNIGHT, J. Modèle d’internationalisation ou comment faire face aux réalités et enjeux nouveaux. In: OCDE. L’enseignement supérieur em Amérique latine: la dimension internationale. Paris: Organization de Coopération et de Développement Économique, 2005. p. 11-45.

LARSEN, K.; VINCENT-LANCRIN,  S. Le commerce international de services d'éducation: Est-il bon? Est-il méchant?, Gestion de l'enseignement supérieur, vol. 14/3, dec. 2002. Disponível em:
http://dx.doi.org/10.1787/hemp-v14-art18-fr Acesso em: 12 dez. 2017.

LEAL, C.; RAMOS, K. M. C. Programa de mobilidade estudantil internacional: uma reflexão sobre experiências de estudantes do Curso de Pedagogia da UFPE. 2011. Disponível em: <http://www.ufpe.br/ce/images/Graduacao_pedagogia/pdf/2012.1/programa%20de%20mobilidade%20estudantil%20internacional.pdf>. Acesso em: 09 out. 2012.

LIMA, M. C; MARANHÃO, C. M. S. A. O sistema de educação superior mundial: entre a internacionalização ativa e passiva. Avaliação, Campinas, Sorocaba, SP, v.14, n.3, p.583-610, nov. 2009.

LUNA, J. M. F.; SEHNEM, P. R. Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais sobre mobilidade estudantil e política linguística. RBPAE, v.29, n.3, p.445-462, set/dez. 2013. 

MAINKA, P. J. As universidades europeias no período pré-moderno (século XII-1800). Educere et Educare, v.04, n.7, p.19-32, jan./jun. 2009.

MIURA, I. K. O processo de internacionalização da Universidade de São Paulo: um estudo de três áreas do conhecimento. 2006. 365f. Tese (Livre Docência) – FEA-RP, São Paulo, 2006.

PENNA, A. G. Percepção e realidade: introdução ao estudo da atividade perceptiva. 2ª ed. Rio de Janeiro: Imago, 1993.

PONS, E. B.; HERRERO, P. P.; ANDRÉS, M. V. M. La participación de los estudiantes universitarios en programas de movilidad: factores y motivos que la determinan. Revista Iberoamericana de Educación, n.42/5, p.01-14, 25 de abril de 2007.

RUDZKI, R. E. The strategic management of internationalization: towards a model of theory and practice. 1998. 331f. Tese (Doutorado em Filosofia) - School of Education, University of Newcastle upon Tyne, United Kingdom, 1998.

SALGUEIRO, V. Grand Tour: uma contribuição à historia do viajar por prazer e por amor à cultura. Revista Brasileira de História. São Paulo, v.22, n.44, p.289-310, 2002.

SEHNEM, P. R. As relações entre os contributos de programas de mobilidade internacional e a competência comunicativa intercultural de estudantes universitários. 2015. 357f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Itajaí - Univali, Itajaí, 2015.


Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paulo Roberto Sehnem, Univali

Doutor em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), com estágio sanduíche pela Universidade de Salamanca (Espanha). Diretor da LUPA Assessoria e Treinamento. Professor de Pós-graduação do IPGEX - Instituto de Pós-graduação e Extensão.

José Marcelo Freitas de Luna, Univali

[1] Doutor em Linguística pela Universidade de São Paulo, com estágio sanduíche na Universidade de Cambridge (Inglaterra); e pós-doutorado na Universidade do Texas, em Austin (Estados Unidos). Atualmente, é professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Educação da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), com publicações nas áreas de Linguística e Educação.

Downloads

Publicado

07-02-2018

Como Citar

SEHNEM, P. R.; LUNA, J. M. F. de. Os egressos do Programa Ciência sem Fronteiras pela percepção dos seus professores (The participants of the Science without Borders Program by the perception of their teachers). Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 104–119, 2018. DOI: 10.14244/198271991919. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/1919. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2016-10-27
##plugins.generic.dates.accepted## 2017-10-18
##plugins.generic.dates.published## 2018-02-07