Gestão socioambiental na comunidade de remanescentes quilombolas de Cruz em Alagoas

Autores

  • Wellington Amâncio da Silva Universidade do Estado da Bahia- UNEB Universidade Federal de Alagoas - UFAL Grupo de Pesquisa “Ecologia Humana” – UNEB/CNPq. Núcleo de Estudos em Comunidades e Povos Tradicionais e Ações Socioambientais (NECTAS) UNEB/CNPq. Núcleo de Estudos Socioeconomia do Desenvolvimento Sustentável – Universidade do Estado da Bahia-UNEB/CNPq. http://orcid.org/0000-0002-8226-7491
  • Feliciano de Mira Universidade do Estado da Bahia- UNEB

DOI:

https://doi.org/10.14244/198271991771

Resumo

O presente artigo analisa o aporte teórico da disciplina Epistemologia da Gestão Socioambiental em sua contribuição à reflexão e à práxis socioambiental no semiárido nordestino brasileiro, especificamente no povoado quilombola Cruz, no contexto das aulas ministradas no programa de Pós-Graduação em Ecologia Humana; analisar suas possíveis contribuições à reflexão epistemológica em face da monocultura do saber como lógica em processo de superação; visa, ainda, apresentar alguns aspectos socioambientais da comunidade quilombola estudados do ponto de vista da ecologia de saberes. Por fim, apresentaremos alguns resultados de pesquisa efetivada na comunidade quilombola do Povoado Cruz, em Delmiro Gouveia, estado de Alagoas, Brasil – a pesquisa levou em consideração a lida da comunidade, seu modo de produção e subsistência como processos de interação homem/ambiente (MORAN, 1999, 2008, 2010, 2011; LEFF, 2010, 2012).

Palavras-chave: Ecologia Humana. Comunidades quilombolas. Gestão socioambiental. 

Environmental management in the quilombo community of Cruz – Alagoas

Abstract

This paper analyzes the theoretical basis of Epistemology discipline of Environmental Management for its contribution to reflection and environmental practice in satisfaction of the Brazilian semi-arid northeast, specifically in the village quilombo Cruz, in the context of classes taught in the Graduate Program in Ecology human; analyze their possible contributions to the epistemological reflection in the face of monoculture of knowledge and logic in overcoming process; it is intended to also present some environmental aspects, the quilombo studied from the point of view of knowledge of ecology. Finally, we present some research results carried out in the quilombo of the Village Cross in Delmiro Gouveia, State of Alagoas, Brazil - research took into account the deals of the community, their mode of production and living as man interaction processes-environment (MORAN 1999, 2008, 2010, 2011; LEFF, 2010, 2012).

Keywords: Human Ecology. Quilombo communities. Environmental management.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Feliciano de Mira, Universidade do Estado da Bahia- UNEB

Doutor com título obtido em 2005 em Socio-économie du Développement pela EHESS - École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris  e doutorado em Sociologia Económica e das Organizações pelo ISEG-Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa. Pós-Doutor em Estudos Culturais Comparados no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (2007-2012). Pesquisador e fundador do Núcleo de Estudos Socioeconomia do Desenvolvimento Sustentável – Universidade do Estado da Bahia-UNEB/CNPq.

Downloads

Publicado

30-11-2016

Como Citar

SILVA, W. A. da; MIRA, F. de. Gestão socioambiental na comunidade de remanescentes quilombolas de Cruz em Alagoas. Revista Eletrônica de Educação, [S. l.], v. 10, n. 3, p. 75–85, 2016. DOI: 10.14244/198271991771. Disponível em: https://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/1771. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2016-07-11
##plugins.generic.dates.accepted## 2016-09-20
##plugins.generic.dates.published## 2016-11-30