CONDIÇÕES ESCOLARES E LABORAIS DE ADOLESCENTES AUTORES DE ATOS INFRACIONAIS: UM DESAFIO À SOCIOEDUCAÇÃO

Vania Cristina Pauluk de Jesus

Resumo


O texto trata de análises e considerações sobre situação laboral e educacional de adolescentes que cometeram atos infracionais e cumprem medida socioeducativa de internação no Centro de Socioeducação de Ponta Grossa - CENSE/PG, Brasil. Num primeiro momento, discorremos sobre a crescente preocupação societária com a violência. Em seguida, situamos as possibilidades de medidas socioeducativas, conforme a legislação vigente, para os adolescentes autores de atos infracionais. Passamos então, para análise e discussão dos dados de escolarização e trabalho em que se encontravam os adolescentes que passaram no CENSE/PG no período de um ano. Finalmente, fazemos considerações sobre as possibilidades e desafios da união entre educação e trabalho.


Palavras chaves: socioeducação; trabalho; escola; educação.


DOI: http://dx.doi.org/10.14244/19827199648


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/19827199648

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br