AÇÕES AFIRMATIVAS E DEMOCRACIA CONTEMPORÂNEA NA EDUCAÇÃO

Adriana Maria Tonini, Antonio Marcelo Jackson F da Silva

Resumo


O final do século XX e o ingresso no século XXI produziram um modelo de democracia que procura reunir o direito das minorias, garantido pelo sistema de cotas, o entendimento de “escola para todos” como fator crucial para a produção de uma possível igualdade e, por fim, a ação das instituições políticas para melhor organizar os conflitos sociais. É evidente que tais ideias, para se concretizarem, necessitam de fórmulas que devam colocá-las “na prática”, particularmente em virtude de que isso se confronta com todo um sistema cultural produzido ao longo de dois séculos, pelo menos (o sistema político, econômico e social denominado liberalismo). Assim, para dar conta da “escola para todos” não há como não pensar em atrelar o currículo às questões sociais e suas demandas. É preciso, portanto, entender o papel do currículo no processo.

Palavras-chave: Democracia; Educação; Currículo; Cotas.


DOI: http://dx.doi.org/10.14244/19827199642

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/19827199642

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br