AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR: DESAFIOS E POTENCIALIDADES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Betina Magalhães Bitencourt, Marilia Bortoluzzi Severo, Shalimar Gallon

Resumo


A educação no ensino superior é um tema que tem obtido grande espaço no meio social e acadêmico, tendo em vista o considerável aumento no número de ingressantes. Um dos fatores relevantes nesse debate é a avaliação da aprendizagem, que está relacionada ao novo contexto em que se insere o ensino superior, seja no Brasil ou no mundo: a emergência da educação a distância (EaD). Esta recente modalidade de ensino tem levantado questionamentos relevantes, visto que os ambientes virtuais de ensino e aprendizagem possuem características e desafios peculiares, próprios das transformações tecnológicas que vêm moldando as relações humanas e sociais ao longo das últimas décadas. Essas considerações configuram o problema de pesquisa deste estudo, que busca analisar as formas tradicionais de avaliação, bem como as tendências atuais, através de uma análise de sua aplicabilidade no panorama contemporâneo do ensino superior. A ideia é mostrar que a avaliação, como instrumento mecânico e formal, não é adequada nem suficiente para as novas demandas em termos de ensino. Com a disseminação do ensino a distância, novas formas de avaliação são necessárias, seja na educação presencial ou a distância, a fim de que o processo avaliativo se constitua em uma verdadeira ferramenta pedagógica, e que permita a demonstração da construção do saber, na forma mais abrangente possível, através da seleção dos instrumentos mais pertinentes a cada tipo de conhecimento a ser avaliado.

Palavras-chave: Método Tradicional de Aprendizagem; Novas Tendências na Avaliação da Aprendizagem; Educação Presencial; Educação a Distância.

DOI: http://dx.doi.org/10.14244/19827199607


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/19827199607

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br