Bolsonarismo: a necropolítica brasileira como pacto entre fascistas e neoliberais (Bolsonarism: Brazilian necropolitics as pact between fascists and neoliberals)

João dos Reis Silva Júnior, Everton Henrique Eleutério Fargoni

Resumo


The text analyzes the changes and crises in the Brazilian political system and its consequences in civil society and scientific production with the victory of Bolsonaro in the 2018 elections. Based on the discussion of historical and recent elements, this article seeks to understand and debate the reasons and transformations in Brazilian society that formed the electoral intent that characterized Bolsonarism. It is shown that this movement is also responsible for one of the most dramatic periods in the country's political history. It ends by analyzing the rupture of Brazilian political stability, attacks on institutions, economic crisis and politicization of science under ideological attack through the pendulum narrowing of Bolsonarism with fascism.

Resumo

O texto analisa as mudanças e crises no sistema político brasileiro e suas consequências na sociedade civil e produção científica com a vitória de Bolsonaro nas eleições [presidenciais] de 2018.  A partir da discussão de elementos históricos e recentes, este artigo busca compreender e debater as razões e transformações na sociedade brasileira que formaram o intento eleitoral que caracterizaram o Bolsonarismo. Mostra que este movimento é também responsável por um dos períodos mais dramáticos para a história política do país. Finaliza analisando a ruptura da estabilidade política brasileira, ataques às instituições, crise econômica e politização da ciência sob ataque ideológico por meio do pendular estreitamento do Bolsonarismo com o fascismo.

Resumen

El texto analiza los cambios y las crisis en el sistema político brasileño y sus consecuencias en la sociedad civil y la producción científica con la victoria de Bolsonaro en las elecciones de 2018. Basado en la discusión de elementos históricos y recientes, este artículo busca comprender y debatir las razones y transformaciones en la sociedad brasileña que formó la intención electoral que caracterizó al Bolsonarismo. Muestra que este movimiento también es responsable de uno de los períodos más dramáticos en la historia política del país. Termina analizando la ruptura de la estabilidad política brasileña, los ataques a las instituciones, la crisis económica y la politización de la ciencia bajo un ataque ideológico a través del estrechamiento pendular del Bolsonarismo con el fascismo.

Palavras-chave: Bolsonarismo, Ciência, Necropolítica, Neoliberalismo.

Keywords: Bolsonarism, Science, Necropolitic, Neoliberalism.

Palabras claves: Bolsonarismo, Ciencias, Necropolítica, Neoliberalismo.

References

ADORNO, T. W. Educação após Auschwitz. In: ADORNO, Theodor W. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995. pp. 119-138.

ADORNO, T. W. A teoria freudiana e o padrão de propaganda fascista. Margem Esquerda – ensaios marxistas. Boitempo Editorial, n. 7, 2006.

AMARAL, N. C. PEC 241: a “morte” do PNE (2014-2024) e o poder de diminuição dos recursos educacionais. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. v. 32, n. 3, p. 653 - 673 set./dez. 2016.

ANTUNES, R. Fenomenologia da crise brasileira. Lutas Sociais, São Paulo, vol.19 n.35, p.09-26, jul./dez. 2015.

ARENDT, H. Origens do Totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras: 1989

BRESSER-PEREIRA, L. C. A construção política do Brasil:  sociedade, economia e Estado desde a Independência. São Paulo: Editora 34 Ltda., 2015

BUTLER, J. Ideologia de anti-gênero e a crítica da era secular de Saba Mahmood. Debates do NER, v. 2, n. 36, 2019

CROCHÍK, J. L. Nota sobre o texto “A teoria freudiana e o padrão da propaganda fascistas”, de T. W. Adorno. Margem Esquerda – ensaios marxistas. Boitempo Editorial, n. 7, 2006.

DAWKINS, R. O Gene Egoísta., Belo Horizonte: Editora Itatiaia; São Paulo: Universidade da Universidade de São Paulo, 1978.

DOWBOR, L. A era do capital improdutivo. São Paulo: Autonomia Literária e Outras Palavras, 2017.

FARINELLI, V. Bolsonaro já cumpriu o que prometeu: temos 30 mil mortos. Opera Mundi, 02 jun. 2020. Disponível em https://bityli.com/cToWW Acesso em: 21 jun. 2020.

FEITOSA, C. Pós-verdade e política. Revista Cult, 19 jul. 2017. Disponível em https://revistacult.uol.com.br/home/pos-verdade-e-politica/  Acesso em: 01 jun. 2020.

LACLAU, E. On populist reason. Londres: Verso, 2005

LÖWY, M. Da tragédia à farsa: o golpe de 2016 no Brasil. In:  Por que gritamos golpe: para entender o impeachment e a crise. São Paulo: Boitempo, 1ª ed. 2016.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos 4. reimp. São Paulo: Boitempo, 2010

MBEMBE, A. Necropolíticas. Arte e ensaios. Edição nº 32 da Revista do PPGAV/EBA/UFRJ. Rio de Janeiro. Dezembro de 2016.

NIETZSCHE, F. Genealogia da moral: Uma polêmica. 1 ed. São Paulo. Companhia das Letras, 2009.

PAULANI, L. Brasil delivery: servidão financeira e estado de emergência econômico. São Paulo: Boitempo, 2008.

PLATÃO. Teeteto. Domínio Público. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000068.pdf Acesso em: 15 de maio, 2020.

POCHMANN, M. Estado e capitalismo no Brasil: a inflexão atual no padrão das políticas públicas do ciclo político da nova república. Educ. Soc., Campinas, v. 38, nº. 139, p.309-330, abr-jun., 2017.

SAGAN, C. O mundo assombrado pelos demônios. A ciência vista como uma vela no escuro., Coleção: A Linha do Horizonte. Local: Editorial Planeta, 1995.

SILVA JÚNIOR, J. R. The new Brazilian University: A busca por resultados comercializáveis: para quem? 1. ed. Bauru: Canal 6, 2017

SILVA JÚNIOR, J. R; FARGONI, E. H. E. Mundialização da educação superior: notas sobre economia, produção de conhecimento e impactos na sociedade civil. Trabalho & Educação, v.28, n.3, p.35-49, set-dez, 2019a.

SILVA JÚNIOR, J. R.; FARGONI, E. H. E. Escola sem partido: a inquisição da educação no Brasil. In: BATISTA, E. L.; ORSO, P. J.; LUCENA, C. (Orgs.) Escola sem partido ou a escola da mordaça e do partido único a serviço do capital. Uberlândia: Navegando Publicações, 2019b.

SILVA JÚNIOR, J. R.; FARGONI, E. H. E. Future-se: o ultimato na Universidade Estatal Brasileira. Educ. Soc., Campinas, v. 41, e239000, 2020.

SINGER, A. Brasil, junho de 2013, classes e ideologias cruzadas. Novos estud. - CEBRAP, São Paulo, n. 97, p. 23-40, nov. 2013.

STANLEY, J. How Fascism Works: The Politics of Us and Them. New York: Random House, 2018.

THOREAU, H. D. A desobediência civil. São Paulo: Penguin Classics, Companhia das Letras, 2012.

e4533133


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271994533

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br