Discursos sobre as ciências humanas no bolsonarismo: da repetição à prática (Discourses about human sciences according to bolsonarism: from repetition to practice)

Alison Sullivan de Sousa Alves, Francisco Vieira da Silva

Resumo


In this paper we analyze discourses about Human Sciences within the social and political movement called Bolsonarism (movement in favor of the Brazilian president Jair Bolsonaro). Our objective is to relate repetitions of specific truths about this area to practices revealed by institutional attacks that minimize this field of knowledge and the subjects who work with it. Taking it into consideration, we support this work with theoretical perspectives proposed by Michel Foucault about enunciation, discourse, discourse practice, discourse formation, power, knowledge and truth. The corpus of this work surrounds a variety of enunciations made by the president Bolsonaro, former educational ministers and further supporters, which rebounded on digital medias. The study has a descriptive-qualitative character, with predominating qualitative approaches. Our analysis allows to perceive that the repetition of adverse discourses about Human Sciences reveals a project of unilateral and authoritarian power which primarily objectives to hinder a raising of subjects with critical opinions that may counteract the wills of a bolsonarist practical discourse. As it conceives this knowledge field as a target to be aimed, as a potential enemy, the bolsonarist project proposes to mischaracterize Human Sciences’ researches along the public opinion and, therefore, to scrap educational institutions and impoverish the scientific research.

Resumo

Neste artigo, analisam-se discursos sobre as Ciências Humanas no esteio do movimento social e político denominado de bolsonarismo. O intento é relacionar a repetição de determinadas verdades acerca dessa área do conhecimento com a prática que se revela em ataques institucionais para minimizar esse campo do saber e os sujeitos que nele atuam. Para tanto, busca-se respaldo teórico na perspectiva de Michel Foucault acerca do enunciado, do discurso, da prática discursiva, da formação discursiva, do poder, do saber e da verdade. O corpus de análise percorre diversos enunciados produzidos pelo presidente Bolsonaro, os ex-ministros da Educação e demais apoiadores, os quais tiveram repercussão na mídia digital. Trata-se de um estudo descritivo-qualitativo, cuja abordagem segue um viés predominantemente qualitativo. A análise possibilita entrever que a repetição de discursos desfavoráveis às Ciências Humanas revela um projeto de poder autoritário e unilateral que objetiva, sobretudo, minar a emergência de um sujeito crítico que possa contrariar as vontades de verdade da prática discursiva bolsonarista. Na medida em que concebe esse campo do saber como um alvo a ser atingido, como um inimigo em potencial, o projeto bolsonarista se propõe a descaracterizar as pesquisas das Ciências Humanas junto à opinião pública e, com isso, sucatear as instituições de ensino e precarizar a pesquisa científica.

Palavras-chave: Análise do discurso, Ciências humanas, Poder político, Bolsonarismo.

Keywords: Discourse analysis, Human Science, Political power, Bolsonarism.

References

AGOSTINI, Renata. MEC cortará verba de universidade por ‘balbúrdia’ e já enquadra UnB, UFF e UFBA. O Estado de S. Paulo, 2019. Disponível em: <https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,mec-cortara-verba-de-universidade-por-balburdia-e-ja-mira-unb-uff-e-ufba,70002809579> Acesso em: 02 jul. 2020.

AMARAL, Luciana. Weintraub deixa saldo negativo e projeto sem perspectiva no Congresso. UOL, 2020. Disponível em: <https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/06/25/weintraub-deixa-saldo-negativo-e-projeto-sem-perspectiva-no-congresso.htm> Acesso em: 02 jul. 2020. 

AVANÇA a perseguição ideológica às Ciências Humanas e Sociais. Associação Brasileira de Ciência Política, 2020. Disponível em: <https://cienciapolitica.org.br/noticias/2020/04/avanca-perseguicao-ideologica-ciencias-humanas-e-sociais> Acesso em: 01 jul. 2020.

BOLSONARISTAS não querem Paulo Freire patrono da educação. Istoé, 2019. Disponível em: <https://istoe.com.br/bolsonaristas-nao-querem-paulo-freire-patrono-da-educacao/> Acesso em: 02 jul. 2020.

BOLSONARO critica Paulo Freire, e Twitter lembra que ‘energúmeno’ é referência mundial em educação. HuffPost, 2019.  Disponível em: <https://www.huffpostbrasil.com/entry/paulo-freire-energumeno_br_5df7d8fae4b0ae01a1e51db2> Acesso em: 02 jul. 2020.

BOLSONARO diz que jovem brasileiro tem “tara” por formação superior. Exame,  2018. Disponível em: <https://exame.com/brasil/bolsonaro-diz-que-jovem-brasileiro-tem-tara-por-formacao-superior/> Acesso em: 30 jun. 2020.

BORGES, Helena. Bolsonaro defende cortes em cursos de Humanas e diz que dinheiro do contribuinte deve ir para ‘leitura, escrita e fazer conta’. O Globo, 2019. Sociedade. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/bolsonaro-defende-cortes-em-cursos-de-humanas-diz-que-dinheiro-do-contribuinte-deve-ir-para-leitura-escrita-fazer-conta-23623980> Acesso em: 02 jul. 2020.

CAFARDO, Renata. Ao avançar no ensino domiciliar, Bolsonaro prioriza 7 mil em vez de trabalhar para 45 milhões. Terra, 2019.  Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/educacao/ao-avancar-no-ensino-domiciliar-bolsonaro-prioriza-7-mil-em-vez-de-trabalhar-para-45-milhoes,90ffd9f6c72da49b96570fc30aaf39f33s9vyad2.html> Acesso em: 01 jul. 2020.

CARLOS Bolsonaro diz que Humanas ensinam ‘como dar a rosca sem dor’. Catraca Livre,  2019. Disponível em: <https://catracalivre.com.br/cidadania/carlos-bolsonaro-diz-que-humanas-ensinam-como-dar-a-rosca-sem-dor/> Acesso em: 01 jul. 2020.

CHARLOT, Bernard. A questão antropológica na Educação quando o tempo da barbárie está de volta, Educ. rev. Curitiba, v. 35 n.73, jan./fev. 2019.

CURCINO, Luzmara. “Conheceis a verdade e elas vos libertará: livros na eleição presidencial de Bolsonaro, Discurso & Sociedad, Santiago, v. 13, n.3, p. 468- 494, 2019. 

ERNESTO, Marcelo. Entenda a briga entre olavistas e militares no governo Bolsonaro. Estado de Minas, 2019. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/05/07/interna_politica,1051683/entenda-a-briga-entre-olavistas-e-militares-no-governo-bolsonaro.shtml> Acesso em: 02 jul. 2020.

FIGUEIREDO, Patrícia. Bolsonaro mente ao dizer que Haddad criou o ‘kit gay’. El País, 2018. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/12/politica/1539356381_052616.html> Acesso em: 02 jul. 2020.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do Saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Ed. Graal, 1998.  

GESTORES educacionais criticam falta de orientação do MEC durante a pandemia. Agência Câmara de Notícias, 2020. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/noticias/657705-gestores-educacionais-criticam-falta-de-orientacao-do-mec-durante-a-pandemia/> acesso em: 02 jul. 2020.

GIACOMONI, Marcelo Paniz.; VARGAS, Anderson Zalewski. Foucault, a Arqueologia do Saber e a Formação Discursiva. Veredas, Juiz de Fora, v. 14, n. 2, p. 119-129, fev/2010. Disponível em: <https://periodicos.ufjf.br/index.php/veredas/article/view/25129> Acesso em: 01 jul. 2020.

GOVERNO Bolsonaro corta recursos da educação básica. Rede Brasil Atual, 2019. Disponível em: <https://www.redebrasilatual.com.br/educacao/2019/07/governo-bolsonaro-corta-recursos-da-educacao-basica/> Acesso em: 02 jul. 2020.

JANARY JUNIOR; SILVEIRA, Wilson. Projeto revoga lei que declarou Paulo Freire patrono da educação. Agência Câmara de Notícias, 2019. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/noticias/558470-projeto-revoga-lei-que-declarou-paulo-freire-patrono-da-educacao/> Acesso em: 02 jul. 2020.

KLEM, Bruna Sultz. PEREIRA, Mateus; ARAÚJO, Valdei. (Org.). Do fake ao fato: (des) atualizando Bolsonaro. Vitória: Milfontes, 2020.

MACHADO, Roberto. Por uma Genealogia do Poder. In.: FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Ed. Graal, 1998.

MARTINS, Maria do Carmo. Reflexos reformistas: o ensino das humanidades na ditadura militar brasileira e as formas duvidosas de esquecer, Educ. rev. Curitiba, n. 51, p. 37-50, jan./mar. 2014.

MENEZES, Dyelle; PERA, Guilherme. “É a maior revolução na área de ensino no país dos últimos 20 anos”, diz ministro. Gov.br, 2019.  Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/12-acoes-programas-e-projetos-637152388/83511-e-a-maior-revolucao-na-area-de-ensino-no-pais-dos-ultimos-20-anos-diz-ministro> Acesso em: 02 jul. 2020.

MINISTRO Vélez diz que vai revisar livros didáticos sobre golpe de 64 e ditadura. G1, 2019. Disponível em: <https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2019/04/04/ministro-velez-diz-que-vai-revisar-livros-didaticos-sobre-golpe-de-64-e-ditadura.ghtml> Acesso em: 02 jul. 2020.

ORDINE, Nuccio. A utilidade do inútil: um manifesto. Trad. Luiz Bombassaro. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.

‘OLAVISTAS’ acusam militares de sabotagem e de isolar o ministro da Educação. Gazeta do Povo, 2019. Disponível em: <https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/olavistas-acusam-militares-de-sabotagem-e-de-isolar-o-ministro-da-educacao-6s7bb3fxu0ji5d76moblcpxhp/> Acesso em: 02 jul. 2020.

‘OLAVISTAS’ e militares estão entre os grupos que brigam por poder no Ministério da Educação. Itatiaia, 2019. Disponível em: <https://www.itatiaia.com.br/noticia/olavistas-emilitaresestao-entre-os-grupos-que> Acesso em: 02 jul. 2020.

OLIVEIRA, Rodrigo Perez. O negacionismo científico olavista: a radicalização de um certo regime epistemológico. In: KLEM, B. S.; PEREIRA, M.; ARAÚJO, V. (Org.). Do fake ao fato: (des) atualizando Bolsonaro. Vitória: Milfontes, 2020. p. 81-100.

ORGIS, Guido. O que o MEC pode fazer além de discutir o ‘olavismo’. Gazeta do Povo, 2019. Disponível em: <https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/guido-orgis/o-que-o-mec-pode-fazer-alem-de-discutir-o-olavismo/> Acesso em: 02 jul. 2020.

PAULO Freire é declarado patrono da educação brasileira. Agência Senado, 2012. Sanções/Vetos. Disponível em: <https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2012/04/16/paulo-freire-e-declarado-patrono-da-educacao-brasileira> Acesso em: 02 jul. 2020.

PROPOSTA DE PLANO GOVERNO DE JAIR BOLSONARO. O caminho da prosperidade, 2018. Disponível em: <http://divulgacandcontas.tse.jus.br/candidaturas/oficial/2018/BR/BR/2022802018/280000614517/proposta_1534284632231.pdf>. Acesso em: 05 jul. 2020.

PRATA, Pedro. Propostas para a educação: o que já foi feito pelo governo Bolsonaro? O Estado de S. Paulo, 2019. Disponível em: <https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,propostas-para-a-educacao-o-que-ja-foi-feito-pelo-governo-bolsonaro,70002857514> Acesso em: 02 jul. 2020.

REZENDE, Costança. Weintraub: 'Não quero sociólogo, antropólogo e filósofo com meu dinheiro', Uol, 2020.Disponível em <https://noticias.uol.com.br/colunas/constanca-rezende/2020/06/14/weintraub-nao-quero-sociologo-antropologo-e-filosofo-com-meu-dinheiro.htm>. Acesso em 07 jul. 2020.

ROCHA, Gessyca. Vélez teve a terceira gestão mais curta no MEC desde 1985; veja lista com todos os ministros. G1,  2019. Disponível em: <https://g1.globo.com/educacao/noticia/2019/04/08/velez-teve-a-terceira-gestao-mais-curta-no-mec-desde-1985-veja-tempo-de-gestao-de-todos-os-ministros.ghtml> Acesso em: 01 jul. 2020.

SALDAÑA, Paulo. Em meio a pandemia, governo Bolsonaro investe contra pesquisa em ciências humanas. Folha de S. Paulo, 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/03/em-meio-a-pandemia-governo-bolsonaro-investe-contra-pesquisa-em-ciencias-humanas.shtml> Acesso em: 01 jul. 2020.

SALDAÑA, Paulo. Gestão de Weintraub no MEC foi marcada por ataques e projetos parados. Folha de S. Paulo, 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/06/gestao-de-weintraub-no-mec-foi-marcada-por-ataques-e-projetos-parados.shtml> Acesso em: 01 jul. 2020.

SANTOS, Fabiano, TANSCHEIT, Talita. Quando velhos atores saem de cena: a ascensão da nova direita política no Brasil, Colomb.int, Bogotá, n.99,p. 151-186, jul/sep. 2019.

SEIXAS, Rodrigo. A retórica da pós-verdade: o problema das convicções. EID&A, Ilhéus, n. 18, p. 122-138, abr./2019. Disponível em: <file:///C:/Users/Cliente%20Especial/Desktop/MESTRADO/LEITURAS%20DE%20TEXTOS/SEIXAS%20(TEXTO).pdf> Acesso em: 03 jun. 2020.

SIMON, Rodrigo. Novos critérios da Capes vão cortar bolsas até de cursos de excelência. Folha de S. Paulo, 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2020/03/novos-criterios-da-capes-vao-cortar-bolsas-ate-de-cursos-de-excelencia.shtml> Acesso em: 01 jul. 2020.

SOUZA, Isabela. Projeto Escola Sem Partido: argumentos contra e a favor. Politize. 2018. Disponível em: <https://www.politize.com.br/projeto-escola-sem-partido/> Acesso em: 02 jul. 2020.

VEJA. Vídeo completo: a reunião de Bolsonaro com Ministros em 22 de abril. 2020. (1h32m40s). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=nfgv7DLdCqA> Acesso em: 15 jun. 2020.

VEJA. Universidades com ‘balbúrdia’ terão verbas reduzidas, diz Weintraub, 2019. Disponível em:  <https://veja.abril.com.br/brasil/universidades-com-balburdia-terao-verbas-reduzidas-diz-weintraub/>. Acesso em: 05 jun. 2020.

VILELA, Pedro Rafael. Bolsonaro anuncia Carlos Decotelli como novo ministro da Educação. Agência Brasil, 2020. Política. Disponível em: <https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2020-06/bolsonaro-anuncia-carlos-decotelli-como-novo-ministro-da-educacao> Acesso em: 30 jun. 2020.

ZINET, Caio. Especialistas descontroem os 5 principais argumentos do Escola Sem Partido. Educação Integral, 2016. Notícias. Disponível em: <https://educacaointegral.org.br/reportagens/especialistas-desconstroem-os-5-principais-argumentos-escola-sem-partido/> Acesso em: 02 jul. 2020.

e4524141


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271994524

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br