Professores iniciantes em escolas de periferia: desafios da “sobrevivência” na sala de aula (Beginning teachers in periphery schools: challenges of “survival” in the classroom)

Fátima Maria Rodrigues Chagas da Silva, Laélia Portela Moreira

Resumo


e4183122

The beginning of the teaching practice is a phase of utmost importance for the constitution of the teacher's identity and it generally presents itself as being full of challenges. This article presents the results of a research that analyzed the main difficulties of the initial years of teaching, from the point of view of novice teachers teaching for the Municipality of Duque de Caxias (Brazil), complemented with testimonies of the pedagogical team. Concepts such as "Reality Shock" and "Professional Development" gave theoretical support to the research. The methodology included analysis of documents, questionnaires and interviews. The results made it possible to identify general challenges related to student learning, such as the work with literacy classes, students from integration programmes, difficulties in dealing with the diversity present in the classroom and also with the structural conditions of the system. The research made it possible to raise important aspects to be considered for in-service training, as well as reinforcing the need for integration policies for these teachers.

Resumo

O início da docência é uma fase de máxima importância para a constituição da identidade do professor e se apresenta, no geral, pleno de desafios. O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que analisou as principais dificuldades dos anos iniciais da docência, sob a ótica de professores iniciantes da Rede de Ensino do Município de Duque de Caxias, RJ, complementada com depoimentos da equipe pedagógica. Conceitos como “Choque de Realidade” e “Desenvolvimento Profissional” deram suporte teórico à pesquisa. A metodologia incluiu análise de documentos, questionários e entrevistas. Os resultados possibilitaram, além da identificação de desafios gerais relacionados à aprendizagem dos alunos, outros como, trabalho com turmas de alfabetização, com estudantes incluídos, dificuldades de lidar com a diversidade presente em sala de aula e ainda com as condições estruturais da Rede. A pesquisa favoreceu também o levantamento de aspectos importantes a serem considerados para a formação em serviço, bem como reforçou a necessidade de políticas de acolhimento a esses professores.

Resumen

El inicio de la docencia es una fase de máxima importancia para la constitución de la identidad del profesor y se presenta, en general, pleno de desafíos. El artículo presenta los resultados de una investigación que buscó analizar las principales dificultades de los años iniciales de la docencia, bajo la óptica de profesores iniciantes de la Red de Enseñanza del Municipio de Duque de Caxias, RJ (Brasil), complementada con testimonios del equipo pedagógico. Conceptos como "Choque de Realidad" y "Desarrollo Profesional" dieron soporte teórico a la investigación. La metodología incluyó análisis de documentos, cuestionarios y entrevistas. Los resultados posibilitar, además de la identificación de desafíos generales relacionados al aprendizaje de los alumnos, otros como, trabajo con grupos de alfabetización, con estudiantes incluidos, dificultades de lidiar con la diversidad presente en el aula y aún con las condiciones estructurales de la Red. La investigación favoreció también el levantamiento de aspectos importantes a ser considerados para la formación en servicio, así como reforzó la necesidad de políticas de acogida a esos profesores.

Palavras chave: Profissão docente, Professor iniciante, Formação em serviço.

Keywords: Teaching profession, Beginning teacher, In-service training.

Palabras clave: Profesión docente. Profesor principiante. Formación en servicio.

References

ANDRÉ, Marli. Políticas de valorização do trabalho docente no Brasil: algumas questões. Ensaio: Avaliação e. Políticas. Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 23, n. 86, p. 213-230, jan./mar. 2015.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BEHRENS, Marilda Aparecida; FEDEL, Tiago Reus Barbosa. Os contributos da reflexão e da experiência vivenciada na formação continuada de professores. Revista Eletrônica de Educação, v. 14, 1-13, e3009045, jan./dez. 2020.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm. Acesso em: 2 abr. 2016.

BRASIL. MEC-Ministério da Educação. O PNE - Plano Nacional de Educação (2014/2024) em Movimento. Disponível em: < http://pne.mec.gov.br/ >. Acesso em: 5 jun. 2016.

CALIL, Ana Maria Gimenes Corrêa; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Uma política voltada para os professores iniciantes de Sobral-CE. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 16, n. 50, p. 891-909, out./dez. 2016

DUQUE DE CAXIAS. Prefeitura Municipal. Secretaria Municipal de Educação. PME-Plano Municipal de Educação da Rede Escolar de Duque de Caxias. Duque de Caxias, 2015. Disponível em: http://smeduquedecaxias.rj.gov.br/portalsme/cpfpf/wp-content/uploads/2017/10/PME-2015-2025-PARTE-I.pdf

FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre alfabetização. 21. ed. São Paulo: Cortez, 1993.

GABARDO, Claudia Valéria Lopes. O início da docência no ensino fundamental na rede municipal de ensino. 2012. 127 f. Dissertação de Mestrado. UNIVILLE-Universidade da Região de Joinville. Joinville. 2012.

GARCIA, Carlos Marcelo. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto, 1999.

GARCIA, Carlos Marcelo. O professor iniciante, a prática pedagógica e o sentido da experiência. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 11-49, ago./dez. 2010. Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br < Acesso em: 13 jul. 2017.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, António. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Portugal: Porto, cap. 2, p. 31-61, 2013.

LEONE, Naiara Mendonça. A inserção no exercício da docência: necessidades formativas de professores em seus anos iniciais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. Disponível em: <http://culturaacademica.com.br/ img/arquivos/A_insercao_no_exercicio_da_docencia-Web_v2.pdf> Acesso em: 2 jan. 2018.

MAGALHÃES, Lígia Karam Corrêa de; AZEVEDO, Leny Cristina Soares Souza. Formação continuada e suas implicações: entre a lei e o trabalho docente. Cadernos Cedes, Campinas, v. 35, n. 95, p. 15-36, jan./abr. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ccedes/ v35n95/0101-3262-ccedes-35-95-00015.pdf>. Acesso em: 20 mai. 2106.

MARCELO, Carlos. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo, Revista de Ciências da Educação, n. 8, p. 7-22, jan./abr. 2009. Disponível em: < http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/130>.  Acesso em 2 jan. 2018.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Escola e desenvolvimento profissional da docência. In: GATTI, Bernardete Angelina et al. (Orgs.). Por uma política nacional de formação de professores. São Paulo: Unesp, p. 23-54, 2013.

MORGADO, José Carlos. Identidade e profissionalidade docente: sentidos e (im) possibilidades. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 73, p. 793-812, out./dez. 2011. Disponínel em http://www.redalyc.org/html/3995/399538139004/. Acesso em: 20 abr. 2018.

NÓVOA, Antônio. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista de Educación, n. 350, septiembre/diciembre 2009. Texto em Português disponível em: < www.revistaeducacion.mec.es/re350_09.html.> . Acesso em abr. 2018.

NÓVOA, Antônio. Os professores e o novo espaço público da educação. In: TARDIF, M.; LESSARD, C. (Org.). O ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Petrópolis: Vozes, 2012. p. 213-229.

NÓVOA, Antônio. Entrevista com o professor António Nóvoa. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 4, n. 1, p. 224-237, jan./jun. 2013. Disponível em: <http://www.seer.fv.br/seer/educacaoemperspectiva/index.php/ppgeufv/article/view/436/112>. Acesso em: 28 jan. 2017.

PINTO, Joseane Amâncio. Professores iniciantes da Rede Municipal de Ensino São José dos Campos: inserção, desafios e necessidades. 2016. 162f. Dissertação de Mestrado. Universidade de Taubaté. 2016. Disponível em:  <http://mpemdh.unitau.br/wp-content/uploads/2014/dissertacoes/mpe/Joseane-Amancio-Pinto.pdf> Acesso em: 10 jan. 2018.

ROLDÃO, Maria do Céu Neves. Formação docente: natureza e construção do conhecimento profissional. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p. 94-103, jan./abr. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a08v1234.pdf>. Acesso em: 4 nov. 2017.

ROMANOWSKI, Joana Paulin. Professores principiantes no Brasil: questões atuais. In: CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE PROFESSORADO PRINCIPIANTE E INSERCIÒN PROFESIONAL A LA DOCENCIA, 3, 2012, Santiago do Chile. Disponível em: <http://congressoprinc.com.br/artigo?id_artigo=195>. Acesso em: 20 set. 2017.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; MARTINS, Pura Lúcia Oliver. Desafios da formação de professores iniciantes. Páginas de Educación, Montevidéu, v. 6, n. 1, p. 81-94, jun. 2013. Disponível em: <http://www.scielo.edu.uy/pdf/pe/v6n1/v6n1a05.pdf >. Acesso em: 4 mar. 2017.

SILVA, Vandré Gomes da; ALMEIDA, Patrícia Cristina Albieri de; GATTI, Bernardete Angelina. Referentes e critérios para a ação docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 46, n. 160, p. 286-311, abr./jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cp/v46n160/ 1980-5314-cp-46-160-00286.pdf>. Acesso em: 3 jun. 2017.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271994183

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br