A Educação Ambiental mediada pelas tecnologias da informação e comunicação no Instituto Federal do Amazonas – Campus Humaitá (Environmental Education mediated by information and communication technologies at the Federal Institute of Amazonas - Humaitá Campus)

Clarides Henrich de Barba, Ana Paula Batista Lopes

Resumo


This research has by objective investigate how the Technologies Information and Communication (ICT) that can be used in the learning process of the environment education with students the 2nd year of the course technical teaching integrated to high school of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Amazonas - IFAM Campus of Humaitá (Brazil). The theoretical framework used was based on authors from Environmental Education as well as on Information and Communication Technologies in Environmental Education. The use of ICTs and their pedagogical contributions was investigated through bibliographic research. The methodology used was qualitative in research the form action through lectures and workshops with students carry out a questionnaire to diagnose the students' knowledge of ICT they own. Through the importance the environmental care as well as the disposal of solid waste, in school and outside. The results indicate that the students have knowledge of ICT, they use them of conscientious form and respect environmental. Thus, through the use of ICT, the students develop a reflection on the importance of Environmental Education for the conservation of the environment, as well as the use of technological resources for a better quality of life.

Resumo

Esta pesquisa tem por finalidade investigar como as Tecnologias da Informação e Comunicação – (TICs) podem ser utilizadas no processo da aprendizagem da Educação Ambiental, com estudantes do 2º ano do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, do Instituto Federal de Educação, Ciência, Tecnologia do Amazonas – IFAM Campus Humaitá. O referencial teórico utilizado foi baseado em autores da Educação Ambiental bem como nas Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Ambiental. Investigou-se, por meio da pesquisa bibliográfica, a utilização das TICs e suas contribuições pedagógicas. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa na forma de pesquisa-ação por meio de palestras e oficinas com estudantes, e a aplicação de um questionário para diagnosticar quais conhecimentos eles detinham sobre essas tecnologias. Abordou-se a relevância do cuidado com o meio ambiente visando à sensibilização ambiental, assim como o descarte de resíduos sólidos, tanto na escola quanto fora dela. Os resultados apontam que os educandos possuem conhecimentos sobre as TICs e as utilizam de forma consciente em respeito ao meio ambiente. Desse modo, por meio da utilização das tecnologias, os estudantes desenvolvem uma reflexão sobre a importância da Educação Ambiental para a conservação do meio ambiente, assim como o uso dos recursos tecnológicos para uma melhor qualidade de vida.

Palavras-chave: Educação ambiental, Tecnologia da informação e da comunicação, Práticas pedagógicas.

Keywords: Environmental education, Information and communication technology. Pedagogical practices.

References

BARBA, Clarides Henrich de. “Ambientalização curricular” no ensino superior: o caso da Universidade Federal de Rondônia, campus de Porto Velho. 2011, 310 f., Tese (Doutorado em Educação Escolar), Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras, Campus de Araraquara, 2011.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BONELLI, Cláudia Maria Chagas. Meio ambiente, poluição e reciclagem, 2 ed., São Paulo: Blucher, 2010.

BONILLA, Maria Helena Silveira. Software Livre e Educação: uma relação em construção. Perspectiva, Florianópolis, v. 32, n. 1, 205-234, jan./abr. 2014.

CARVALHO, Isabel de Moura.  A invenção do sujeito ecológico. Sentidos e trajetórias em Educação Ambiental. Porto Alegre: Editora da UFRGRS, 2001.

CARVALHO, Luiz Marcelo. A Temática Ambiental e o Processo Educativo: dimensões e abordagens. In: CINQUETTI, Heloisa Chalmers Sisla; LOGAREZZI, Amadeu. Consumo e Resíduos - Fundamentos para o trabalho educativo. São Carlos: EdUFSCar, 2006, p. 18-41.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em redes. 8. ed., São Paulo: Paz e Terra, 2000.

COSTA, Elenice dos Santos; DE CARLI, Ana Alice; SANTOS, Daniele da Costa Rubim Messeder dos. Educação Ambiental consciente por meio do uso das tecnologias da informação e comunicação no processo ensino-aprendizagem. Setembro de 2016, p.8. Disponível em: http://www.meioambientepocos.com.br/anais-2016. pdf

GIROTO, Cláudia Regina Mosca; POKER, Rosimar Bortolini; OMOTE, Sadao. As tecnologias nas práticas pedagógicas inclusivas. Marília. Oficina Universitária; São Paulo. Cultura Acadêmica, 2012.

GOMES, José Ferreira. A tecnologia na sala de aula. Novas tecnologias e educação: Ensinar a aprender, aprender a ensinar (Organizadores: Fátima Vieira e Maria Teresa Restivo). Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. 2014. Pp. 17-44. Disponível em: <http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/13021.pdf> Acesso em 25 de Julho de 2017.

LÉVY, Pierre. Tecnologias da Inteligência - O Futuro do Pensamento da Humanidade na Era da Informática. 1993. Disponível em: <http://wp.ufpel.edu.br/franciscovargas/files/2015/03/LEVY-Pierre-1998-Tecnologiasda-Intelig%C3%AAncia.pdf> Acesso em: 04 dez.2017.

MORAN, José Manuel. Os novos espaços de atuação do Professor com as tecnologias. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n.12, p.13-21, maio/ago. 2004. Disponível em: <http://www.pucrs.br/famat/viali/tic_literatura/artigos/189117821002.pdf> Acesso em 10 de Agosto de 2017.

OLIVEIRA, Cláudio de; MOURA, Samuel Pedrosa. TIC’s na educação: a utilização das tecnologias da informação e comunicação na aprendizagem do aluno. 2015. Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/pedagogiacao/article/viewFile/11019/8864> Acesso em 04 de Agosto de 2017

PONTES, Elivelton. O que é e como fazer um mapa mental?, 2017. Disponível em: https://eadbox.com/mapa-mental/> Acesso em 20 de Novembro de 2017.

PRETTO, Nelson De Luca. Reflexões: ativismo, redes sociais e educação. Salvador: EDUFBA, 2013.

RAMOS, Sérgio. Tecnologias da Informação e Comunicação: conceitos básicos. Portugal, 2008. Disponível em: <http://livre.fornece.info/media/download_gallery/recursos/conceitos_basicos/TIC-Conceitos_Basicos_SR_Out_2008.pdf> Acesso em 20 de Julho de 2017.

RODRIGUES, Gelze Serrat de Souza Campos; COLESANTI, Marlene T. de Muno. Educação Ambiental e as novas tecnologias de informação e comunicação. Sociedade& Natureza, Uberlândia, 20 (1): 51-66, jun. 2008. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/viewFile/9398/5743> Acesso em 30 de Julho de 2017.

SEABRA, G.; MENDONÇA, I., (Eds.). Educação ambiental: Responsabilidade para a conservação da sociobiodiversidade. João Pessoa: Editora Universitária, 2011.

SERAFIM, Maria Lúcia; SOUSA, Robson Pequeno de. Multimídia na educação: o vídeo digital integrado ao contexto escolar. In: SOUSA, Robson Pequeno de; MOITA, Filomena da M. C da S. C.; CARVALHO Ana Beatriz Gomes (Orgs). Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

SORRENTINO, Marcos et al. Educação Ambiental como política pública. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 2, p. 285-299, maio/ago. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n2/a10v31n2.pdf> Acesso em 10 de Agosto de 2017.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2011.

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos et al. A inserção da Educação Ambiental na educação básica: que fontes de informação os professores utilizam para sua formação? Ciênc. Educ., Bauru, 2013, v. 19, n. 2, p. 359-377.

VIEIRA, Fátima; RESTIVO, Maria Teresa (orgs.) Novas tecnologias e educação: ensinar a aprender, aprender a ensinar. Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. 2014. Disponível em: <http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/13021.pdf> Acesso em 25 de Julho de 2017.

e3768014


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993768

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br