Uso dos softwares de autoria na elaboração de recursos didáticos para a formação de professores (Use of authoring software in the development of didactic resources for teacher education)

João Francisco Staffa da Costa, Valderez Marina do Rosário Lima, Emanuella Silveira Vasconcelos, Adriano Rodrigo Debus

Resumo


This paper presents the results of a research carried out with a group of Pedagogy students in a private higher education institution in Rio Grande do Sul (Brazil), making use of Hot Potatoes authoring software aiming at the development of didactic materials. The theoretical foundation was based on pointing out the features, advantages, disadvantages and contributions of software as a technology for teacher education. The objective of this research was to verify the contributions (advantages and disadvantages) of using Hot Potatoes authoring software in the development of activities related to mathematical literacy for Youth and Adult Education (EJA) in the perception of university students. The qualitative and exploratory research had the participation of 22 collaborators who were attending the EJA Teaching Methodology discipline. A workshop was held to present the functionalities of the software and to develop activities by the participants, based on the use of scripts prepared by the researchers. Data collection occurred through a questionnaire with closed questions to draw the profile of participants and open questions to capture their perceptions regarding the software. For data analysis, the Discursive Textual Analysis (ATD) was used. It was concluded that the use of this software has advantages, disadvantages and didactic aspects to be considered when using it.

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa desenvolvida com um grupo de estudantes de Pedagogia em uma instituição privada de ensino superior do Rio Grande do Sul, fazendo o uso do software de autoria Hot Potatoes visando ao desenvolvimento de materiais didáticos. A fundamentação teórica baseou-se em apontar as funcionalidades, vantagens, desvantagens e contribuições do software como tecnologia para formação docente. O objetivo da pesquisa foi verificar as contribuições (vantagens e desvantagens) do uso do software de autoria Hot Potatoes no desenvolvimento de atividades relacionadas à alfabetização matemática para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) na percepção dos universitários. A investigação de cunho qualitativo e do tipo exploratória contou com a participação de 22 colaboradores que estavam cursando a disciplina de Metodologia de Ensino da EJA. Realizou-se uma oficina para apresentação das funcionalidades do software e para desenvolvimento de atividades com os participantes, a partir do uso de roteiros elaborados pelos pesquisadores. A coleta de dados ocorreu por meio de questionário com questões fechadas para traçar o perfil dos participantes e questões abertas para captar as suas percepções com relação ao software. Para a análise dos dados, utilizou-se a Análise Textual Discursiva (ATD). Concluiu-se que o uso do referido software apresenta vantagens, desvantagens e aspectos didáticos a serem considerados acerca de sua utilização.

Resumen

Este artículo presenta los resultados de una investigación realizada con un grupo de estudiantes de pedagogía en una institución privada de educación superior en Rio Grande do Sul (Brasil), utilizando el software de autoría Hot Potatoes para el desarrollo de materiales didácticos. La base teórica se basó en señalar las características, ventajas, desventajas y contribuciones del software como tecnología para la formación del profesorado. El objetivo de esta investigación fue verificar las contribuciones (ventajas y desventajas) del uso del software de autoría Hot Potatoes en el desarrollo de actividades relacionadas con la alfabetización matemática para la Educación de Jóvenes y Adultos (EJA) en la percepción de los estudiantes universitarios. La investigación cualitativa y exploratoria contó con la participación de 22 colaboradores que asistían a la disciplina Metodología de Enseñanza EJA. Se realizó un taller para presentar las funcionalidades del software y desarrollar actividades por parte de los participantes, basado en el uso de guiones preparados por los investigadores. La recolección de datos se realizó a través de un cuestionario con preguntas cerradas para dibujar el perfil de los participantes y preguntas abiertas para capturar sus percepciones sobre el software. Para el análisis de datos, se utilizó el análisis textual discursivo (ATD). Se concluyó que el uso de este software tiene ventajas, desventajas y aspectos didácticos a tener en cuenta al usarlo.

Palavras-chave: Softwares de autoria, Formação de professores, Análise textual discursiva.

Keywords: Authoring software, Hot Potatoes, Teacher training, Discursive textual analysis.

Palabras claves: Software de autoría, Formación del profesorado, Análisis textual discursivo.

References

BECKER, Fernando. Educação e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 2001.

BEHAR, Patricia et al. Objetos de Aprendizagem para a Educação a Distância. In: Modelos pedagógicos em educação a distância. Porto Alegre: Artmed, 2009. Cap. 3. P. 66-92.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. – 2. ed – Campinas, SP: Autores Associados, 2001. – (Coleção educação contemporânea).

BERTIN, Roseli et al. Desenvolvendo jogos educacionais por meio de softwares de autoria. RENOTE, v. 13, n. 1, 2015.

BOVO, V, G. O uso do computador na educação de jovens e adultos. Revista PEC. Curitiba, v. 2, nº 1, julho, 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/>. Acesso em: 03 out. 2019.

BRASIL. Ministério de Educação e do Desporto. Conselho Nacional de Educação/ Conselho Pleno. Resolução CNE/CP 1, de 18 de fevereiro de 2002. Institui diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores da educação básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília, DF, 18 fev. 2002. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_02.pdf>. Acesso em: 03 set. 2019.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 2001.

COSTA, João Francisco Staffa da. O uso de softwares de autoria na educação de jovens e adultos: percepção de futuros professores. 2019. 99f. Trabalho de conclusão de curso (Especialização em Informática Instrumental para professores da Educação Básica [Educação]. Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, 2019. Disponível em:<https://lume.ufrgs.br/handle/10183/197245 > Acesso em 07 de set. 2019.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. O planejamento da pesquisa qualitativa. Teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006.

DONDA, Leny Gallego. O Freeware Hot Potatoes e seu potencial como ferramenta de aprendizagem. 2008. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1062-4.pdf> Acesso em 02 de set. 2019.

GADOTTI, Moacir. Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias. Objetos de aprendizagem para o letramento informacional. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Brasília, v. 9, n.2, p. 387-405, jul./dez.2016.

HEREDIA, Jimena de Melo; DE MORAES, Marialice; VIEIRA, Eleonora Milano Falcão. Uso de tecnologias digitais de informação e comunicação por docentes. Revista Conexão UEPG, v. 13, n. 1, p. 130-141, 2017.

MALLMANN, E. M. et al. Ensino-Aprendizagem mediado por tecnologias em rede: complexidade da performance docente. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 21, n. 2, p. 309-334, jul.-dez. 2013. Disponível em < https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/download/3853/3028>. Acesso em 06 out. 2019.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. Ijuí: Editora Unijuí, 2011.

MORAN, J.M. Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. Campinas: Papirus, 2001.

NÓVOA, Antonio. (Coord.). Os professores e sua formação. Lisboa-Portugal: Dom Quixote, 2002.

QUINTAS, Maria José Miranda Pires. Aprendizagem Colaborativa da Eletricidade com Ensino Interativo. 2017. 424f. Tese (Doutorado em ensino e divulgação das Ciências. [ensino]) - Universidade do Porto, Portugal, 2017.

SANTOS, Tássia Ferreira; BEATO, Zelina; ARAGÃO, Rodrigo. As TICS´s e o ensino de línguas. 2012. SEPEXLE – Seminário de Pesquisa e Extensão em Letras. Anais do III SEPEXLE. Universidade Estadual de Santa Cruz.

SCHEUNEMANN, Camila Maria Bandeira; LOPES, Paulo Tadeu Campos. Análise de um hipertexto digital no Ensino de Ciências: Percepções de alunos do Ensino Fundamental. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 5, p. 14-35, 2018.

SILVA, Adão de Oliveira et. at. O uso do Hot Potatoes como ferramenta de complemento às atividades educativas e reforço ao ensino. In: UNIASSELVI Revista Maiêutica. Santa Catarina. Editora Uniasselvi, 2018, p. 85-92.

SOARES, Kátia Martins; LIMA, Regina da Silva; SCHMITT, Marcelo Augusto Rauh. Projeto piloto de formação no ambiente virtual de aprendizagem MOODLE Didático IFRS: conhecendo os objetos de aprendizagem. Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, v. 7, n. 1, 2018.

VALENTE, José Armando. Análise dos diferentes tipos de softwares usados na educação. 2006. p.71 – 85. Disponível em: http://br.geocities.com/secdrr/valente.htm Acesso em: 02 set. 2019.

VESTENA, Rosemar de Fátima; CONCEIÇÃO, Martha Silva; ORTIZ, Neiva Lilian Ferreira. Histórias Infantis e Anos Iniciais: uma possibilidade interdisciplinar para acessar conhecimentos científicos. Pedagogia em Foco, v. 12, n. 8, p. 167-184, 2017.

e3750068


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993750

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br