Periódicos científicos: sua inserção em materiais didáticos no curso de especialização em Educação e Tecnologias da UFSCar (Scientific journals: its insertion in didactics materials in the specialization course on Educational Technologies from UFSCar)

Gabriela Ricci, Braian Veloso

Resumo


This paper aims at analyzing the use of scientific electronic papers and journals in the didactics material of the specialization Course on Educational Technologies from UFSCar. The bibliographical analysis focused on the development and legitimacy of scientific journals. The purpose of the documental analysis on the didactic material, composed by 48 volumes, was to verify the kinds of material cited and suggested in the multimedia study guides. The data show that books are the most cited material, whereas other electronic materials are the most suggested kind of complementary material. The international scientific community considers papers published in scientific journals as the main and most legitimate mean of scientific knowledge sharing. They are the third most cited and suggested kind of material by the author-docents. This result indicates dissociation between the course didactics material and its innovative proposal of hybrid, flexible and integrated education. It is also dissociated from the international trends of scientific knowledge legitimacy. Such dissociation, commonly found in human sciences, may jeopardize the quality of the Brazilian science and its integration in the international scientific community.

Resumo

Este artigo pretende analisar a utilização de artigos e periódicos científicos eletrônicos no material didático do curso de especialização em Educação e Tecnologias da UFSCar. Para tanto, foi feita análise bibliográfica sobre o desenvolvimento dos periódicos científicos e a questão da legitimidade conferida a esse tipo de publicação. A análise documental do material didático do curso, composto por 48 volumes, teve como objetivo avaliar o tipo de material citado e indicado nos guias de estudo multimídia. Os dados levantados mostram que os livros são o material mais citado pelos autores do material didático, enquanto outros tipos de material eletrônico compõem a maioria das indicações de material complementar. Os artigos publicados em periódicos científicos, considerados pela comunidade científica internacional o principal e mais legítimo meio de divulgação de ciência, aparecem como terceiro tipo de material mais citado e indicado pelos docentes autores. Esse resultado aponta uma dissociação do material didático do curso e a sua proposta inovadora de formação híbrida, flexível e integrada, bem como as tendências internacionais de legitimação do conhecimento científico. Tal dissociação, comumente encontrada nas ciências humanas, pode ferir a qualidade da ciência produzida no Brasil e sua integração na comunidade científica internacional.

Palavras-chave: Periódicos científicos, Legitimidade, Material didático, Educação a distância.

Keywords: Scientific journals, Legitimacy, Didactics materials, Educational technology.

References

BATES, Tony. The promise and the myths of e-learning in post-secondary education. In: CASTELLS, Manuel. The network society: a cross-cultural perspective. Cheltenham: Edward Elgar Publishing, 2004. p. 271-292.

BLOCKEEL, Christophe et al. Review the ‘peer review’. Reproductive Biomedicine Online, v. 35, p. 747-749, 2017.

CASTELLS, Manuel. The rise of the network society. 2. ed. Oxford: Blackwell, 2000.

CASTELLS, Manuel. Informationalism, networks, and the network society: a theoretical blueprint. In: CASTELLS, Manuel. The network society: a cross-cultural perspective. Cheltenham: Edward Elgar Publishing, 2004. p. 3-45.

FERREIRA, Catarina et al. The evolution of peer review as a basis for scientific publication: directional selection towards a robust discipline? Biological Reviews, v. 91, p. 957-610, 2016.

HAMES, Irene. Peer review in a rapidly evolving publishing landscape. In: CAMPBELL, R.; PENTZ, E.; BORTHWICK, I. Academic and Professional Publishing. New Delhi: Oxford Cambridge, 2012. p. 15-52.

HARNAD, Stevan. Learned inquiry and the net: the role of peer review, peer commentary and copyright. Learned publishing, v. 11, n. 4, p. 283-292, 1998.

LETA, Jacqueline. Brazilian growth in the mainstream science: the role of human resources and national journals. Journal of Scientometrics Research, v. 1, n. 1, p. 44-51, 2012.

LÉVY, Pierre. Education and training: new technologies and collective intelligence. Prospects, v. 27, n. 2, p. 249-263, 1997.

MILL, Daniel. Flexibilidade educacional na cibercultura: analisando espaços, tempos e currículo em produções científicas da área educacional. RIED, v. 17, n. 2, p. 97-126, 2014.

MILL, Daniel et al. (Eds.). Coleção Educação e Tecnologias Curso de Especialização. São Carlos: Pixel, 2017.

MILL, Daniel; SANTIAGO, Glauber; OLIVEIRA, Camila. Educação e Tecnologias: proposta de formação aberta, flexível, híbrida e integrada. EduTec, São Carlos, 14 dez. 2018. Disponível em: <http://edutec.ead.ufscar.br/index.php/proposta-pedagogica/>. Acesso em: 01 mar. 2019.

MUELLER, Suzana P. M. A comunicação científica e o movimento de acesso livre ao conhecimento. Ciência da informação, v. 35, n. 2, p. 27-38, 2006.

NATURE EDITORIAL. Review rewards; welcome efforts are being made to recognize academics who give up their time to peer review. Nature, v. 514, p. 274, 2014.

NATURE MATERIALS EDITORIAL. The cost of salami slicing. Nature Materials, v. 4, p. 1, 2005.

OLIVEIRA, Érica B. O uso de periódicos científicos eletrônicos por docentes e pós-graduandos do Instituto de Geociências da USP. Ciência da Informação, v. 36, n. 3, p. 59-66, 2007.

OLIVEIRA, Érica B. P. M. Periódicos científicos eletrônicos: definições e histórico. Informação e Sociedade, v. 18, n. 2, p. 69-77, 2008.

PACKER, Abel L. Os periódicos brasileiros e a comunicação da pesquisa nacional. Revista USP, v. 89, p. 26-61, 2011.

POSTMAN, Neil. Technopoly: the surrender of culture to technopoly. Nova Iorque: Vintage, 1993.

PRODANOV, Cleber C.; FREITAS, Ernani C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RIGHETTI, Sabine; GAMBA, Estêvão. Ciências humanas levam Brasil à elite da produção científica. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 jun. 2019. Ilustríssima. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2019/06/ciencias-humanas-levam-brasil-a-elite-da-producao-cientifica.shtml?utm_source=facebook&fbclid=IwAR1AI7J1UXERa23Z4-9VU4VRQ7M-8MkCXXSQOvp_K_r3R-u0BbqPdqvGZo8>. Acesso em: 02 jul. 2019.

SILVA, Edna L.; MENEZES, Estera M.; PINHEIRO, Liliane V. Avaliação da produtividade científica dos pesquisadores nas áreas de ciências humanas e sociais aplicadas. Informação e Sociedade, v. 13, n. 2, p. 193-222, 2003.

SPIER, Ray. The history of the peer-review process. TRENDS in Biotechnology, v. 20, n. 8, p. 357-358, 2002.

TENOPIR, Carol; HITCHCOCK, Brenda; PILLOW, Ashley. Use and users of electronic library resources. Council on Library and Information Resources. Washington. 2003.

e3708067


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993708

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br