O encontro da criança com o livro didático: representações da infância (The child's meeting with the teaching book: representations of childhood)

Taciana Zanolla, Flávia Brocchetto Ramos, Verônica Bohm

Resumo


Admission to Elementary School is a time of transition and it often allows the first contact of the child with a teaching book. Who does this child meet in the book? Which elements of constitution of child being are communicated? In this article, we intend to answer these questions through a qualitative descriptive research, which aims at describing and analyzing social representations of childhood in the pictures of the first part of Ápis Língua Portuguesa – 1º ano (2017). The study departs from the description of elements that constitute pictures for comprehension of social representations (MOSCOVICI, 1978) which are present there, discussing them, based on the concept of language as a constitutive part of the human being (VYGOTSKY, 1989, 2008), and on studies on childhood (STEARNS, 2006). When interacting with the teaching book, students have access not only to knowledge, but also to contact with identity representations. The initial images of the teaching book portrait different origins, as well as physical and individual characteristics of kids. But, diversity of ethnic groups and physical characteristics does not cover social and cultural diversity of Brazilian childhoods, and this does not contribute to student’s subjective constitution.

Resumo

O ingresso no Ensino Fundamental é momento de transição e possibilita o contato da criança com um livro didático. Com quais imagens de crianças representadas os alfabetizandos se deparam no livro? Que elementos de constituição do ser criança são comunicados? Neste artigo, buscamos responder a essas questões por meio de uma pesquisa qualitativa descritiva, que visa a descrever e analisar as representações sociais da infância nas imagens da parte inicial da obra Ápis Língua Portuguesa – 1º ano (2017). O livro foi selecionado pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2019 e está presente em muitas escolas públicas brasileiras nas cinco regiões do País. O estudo parte da descrição dos elementos constitutivos das imagens para a compreensão das representações sociais (MOSCOVICI, 1978) presentes, discutindo-as com base na concepção de linguagem como constitutiva do ser humano (VYGOTSKY, 1989, 2008) e em estudos sobre a infância (STEARNS, 2006). Ao interagir com o livro didático, os estudantes não apenas têm acesso a conhecimentos, mas também entram em contato com representações identitárias. As imagens iniciais do livro didático retratam diferentes origens e características físicas e individuais das crianças. Contudo, a diversidade de etnias e as características físicas não dão conta da diversidade social e cultural das infâncias brasileiras, o que não contribui para a constituição subjetiva dos estudantes.

Resumen

El ingreso a la Enseñanza Fundamental es un momento de transición y posibilita el contacto del niño con un libro didáctico. Con qué imágenes de niños, representando a aquellos que están alfabetizándose, se deparan en el libro? Qué elementos de constitución del ser niño son comunicados? En este artículo, buscamos responder estas preguntas por medio de una investigación cualitativa descriptiva, que tiene por objetivo describir y analizar las representaciones sociales de la infancia en las imágenes de la parte inicial de la obra Ápis Língua Portuguesa – 1º ano (2017). El libro fue seleccionado por el Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2019 y está presente en muchas escuelas públicas brasileñas en las cinco regiones del País. El estudio parte de la descripción de los elementos constitutivos de las imágenes para la comprensión de las representaciones sociales (MOSCOVICI, 1978) presentes, discutiéndolas con base en la concepción de lenguaje como constitutiva del ser humano (VYGOTSKY, 1989, 2008) y en estudios sobre la infancia (STEARNS, 2006). Al interactuar con el libro didáctico, los estudiantes no apenas tienen acceso a conocimientos, sino también entran en contacto con representaciones de identidad. Las imágenes iniciales del libro didáctico retratan diferentes orígenes y características físicas e individuales de los niños. Sin embargo, la diversidad de etnias y las características físicas no abarcan la diversidad social y cultural de las infancias brasileñas, lo que no contribuye para la constitución subjetiva de los estudiantes.

Palavras-chave: Infância, Livro didático, Identidade, Representações sociais.

Keywords: Childhood, Teaching book, Identity, Social representations.

Palabras clave: Infancia, Libro didáctico, Identidad, Representaciones sociales.

References

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: 2017. Disponível em: <https://bit.ly/2BHitds>. Acesso em: 23mar. 2019.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: MEC; SEB, 2009.

CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro. A teoria das representações sociais em Moscovici e sua importância para a pesquisa em educação. Aprender: Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação, Vitória da Conquista, ano 2, n. 2, p. 105-114, 2004.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Escolha PNLD 2019 – Orientações. Brasília: 2018. Disponível em: <http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/escolha-pnld-2019> Acesso em: 25 set. 2018.

MOSCOVICI, Serge. La psychanalyse, son image et son public. Paris: PUF, 1976.

MOSCOVICI, Serge. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

MOSCOVICI, Serge. On social representation. In: FORGAS, J.P. (org.). Social cognition. London: Academic Press, 1981, p.181-209.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em Psicologia Social. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

OLIVEIRA, Maria Kohl de. Vygotsky e o processo de formação de conceitos. In: LA TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Maria Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 27. ed. São Paulo: Summus, 2016. p. 23-34.

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL. Apresentação. Caxias do Sul: 2018. Disponível em: <https://caxias.rs.gov.br/cidade> Acesso em: 2 set. 2018.

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL. Ensino Fundamental. Caxias do Sul: 2018. Disponível em: <https://caxias.rs.gov.br/servicos/educacao/ensino-fundamental> Acesso em: 2 set. 2018.

STEARNS, Peter. A infância. São Paulo: Contexto, 2006.

TRINCONI, Ana; BERTIN, Terezinha; MARCHEZI, Vera. Ápis Língua Portuguesa – 1º ano. 3.ed. São Paulo: Ática, 2017.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. A formação social da mente. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. Pensamento e linguagem. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

ZIMERMAN, David Epelbaum; OSORIO, Luiz Carlos [et. al]. Como trabalhamos com grupos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

e3511090


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993511

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br