Teoria histórico-cultural e suas contribuições para o ensino de artes visuais (Historical-cultural theory and its contributions to visual arts teaching)

Ana Rita da Silva, Beatriz Aparecida Zanatta

Resumo


The content of this article accrues from a master's research in Education, whose subject matter was the organization of art education in the historical-cultural perspective for the formation of aesthetic reading ability of elementary school students. The aim of this paper is to present some basic concepts of historical-cultural theory in order to explain the formation and development of psychological functions of the human being, emphasizing the role of social relations and cultural mediations, especially teaching-learning interactions, specifically in art. It is based on the premise that art occupies a place of relevance in human development by providing mediation with the higher forms of thought and sensibility, boosting the development of personality. The ability to metaphorize the world broadens perception beyond the appearance of objects and imagination to build new ways and ways of seeing the world. In this perspective, the methodology adopted in this study was the bibliographic research focusing on the historical-cultural theory, discussing its contributions to the organization of the teaching-learning process of visual arts. The conclusions of the work point to the pertinence of the historical-cultural theory for the teaching of art, in the sense of helping to understand how the symbolic elements, historically produced, propel the integral psychological development of Students.

Resumo

O conteúdo deste artigo decorre de uma pesquisa de mestrado em Educação, que teve como objeto de investigação a organização do ensino de arte na perspectiva histórico-cultural para a formação da capacidade de leitura estética dos estudantes do ensino fundamental. O objetivo do artigo é apresentar alguns conceitos básicos da teoria histórico-cultural que explicam a formação e o desenvolvimento das funções psicológicas do ser humano, dando ênfase ao papel das relações sociais e das mediações culturais nas interações de ensino-aprendizagem, especificamente em arte. Parte-se da premissa que a arte ocupa lugar de relevância no desenvolvimento humano por proporcionar a mediação com as formas superiores de pensamento e sensibilidade, impulsionando o desenvolvimento da personalidade. A capacidade de metaforizar o mundo amplia a percepção para além da aparência dos objetos e instiga a imaginação a construir novas formas e modos de ver o mundo. Nesta perspectiva, a metodologia adotada neste trabalho foi a pesquisa bibliográfica com foco na teoria histórico-cultural, discutindo as suas contribuições para a organização do processo de ensino-aprendizagem de artes visuais. As conclusões do trabalho apontam para a pertinência da teoria histórico-cultural para o ensino da arte, no sentido de ajudar a compreender como os elementos simbólicos, historicamente produzidos, impulsionam o desenvolvimento psicológico integral dos estudantes.

Palavras-chave: Teoria Histórico-Cultural, Ensino de arte, Desenvolvimento psicológico.

Keywords: Historical and Cultural Theory, Teaching art.

References

DAVYDOV, V.V. Problemas do ensino desenvolvimental: a experiência da pesquisa teórica e experimental na Psicologia. In: DAVÍDOV, V. V. La enseñanza escolar y el desarrollo psíquico. Revista Soviet Education, Moscú Vol XXX, N° 8,  273 p., August/1988.

DAVYDOV. V. Uma nova abordagem para a interpretação da estrutura e do conteúdo da atividade. Tradução de José Carlos Libâneo a partir do texto: “A new approach to the interpretation of activity structure an content”. In: Hedegard, Mariane e Jensen Uffe Juul. Activity theory and social practice: cultural-historical approaches. Aarhus (Dinamarca), Aarthus University Press, 2009.

FICHTNER, B. Introdução na abordagem histórico-cultural de Vygotsky e seus Colaboradores. Apostila para curso ministrado para o Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. 2010. 102 p.

FITTIPALDI, C. B. Conceitos centrais de Vygostky: Implicações pedagógicas. Revista Educação, I(2), 2006. p. 50-54.

FREITAS, R. A. M. da Madeira. Pesquisa em Didática: o experimento didático formativo. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA ANPED CENTRO-OESTE: DESAFIOS DA PRODUÇÃO E DIVULGAÇÃO DO CONHECIMENTO, 10., 2010, Uberlândia. Anais... Uberlândia, 2010. P. 1-11.

LIMA, M. G. A psicologia da arte e os fundamentos da teoria histórico-cultural do desenvolvimento humano. Revista Interações, Vol. 5, n. 9, pp. 73-81 jan/jun 2000.

OLIVEIRA, M. K. Vygotsky, aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione, 1998. 111 p.

PRESTES, Zoia Ribeiro. Quando não é quase a mesma coisa: análise de traduções de Lev Seminovitch Vigotsky no Brasil - repercussões no campo educacional. 2010. 295 f. (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, 2010.

ROSA, E. Z.; ADRIANI, A. G. Psicologia sócio-histórica: uma tentativa de sistematização epistemológica e metodológica. In: KAHHALE, Edna M. Peters (Org.). A diversidade da pedagogia. 2. Ed. São Paulo: Cortez, 2006.

SCHLICHTA, C. A. B. D. Ensino da arte, formação dos sentidos e leitura da imagem: reflexões sobre o que parece explicado. In: 18º ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS TRANSVERSALIDADES NAS ARTES VISUAIS. Anais... pp. 3212-3225, Salvador, set/2009.

SMOLKA, A. L. Comentários. VYGOTSKI, L. S. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico. Tradução Zóia Prestes. São Paulo-SP: Ática, 2010. 120 p.

SILVA, F. G. da S. Conceitos de Vigotski no Brasil: produção divulgada nos cadernos de pesquisa. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 633-661, set./dez. 2004.

VIGOTSKI. L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984. 191 p.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1991, 168 p.

VIGOTSKI. L. S. Pensamento e linguagem. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989. 520 p.

VIGOTSKI, L. S. Psicología del arte. Traducción: Carles Roche. Barcelona. Paidós, 2006. 364 p.

VIGOTSKI. L. S. Pensamiento y habla. Trad. Alejandro Ariel González. Buenos Aires: Colihue, 2007. 672 p.

VIGOTSKI. L. S. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico: livro para professores/Lev Semionovich Vigotski; apresentação e comentários Ana Luiza Smolka; tradução Zoia Prestes. São Paulo: Ática, 2010.120 p.

e3500063


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993500

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br