Projeto acadêmico e gestão democrática no ensino superior público: o caso da UNIFESP- campus Guarulhos (Academic Project and democratic management in public higher education: the case of UNIFESP – Guarulhos campus)

Marineide de Oliveira Gomes, Daniel Arias Vazquez

Resumo


This work presents an experience report about the academic management (2013-2017) in the Human Sciences´campus of the Federal University of São Paulo (Unifesp), based in Guarulhos/SP, Brazil. We highlight three important aspects involved in the consolidation process of the campus and which we seek to problematize in the text: i) a perspective of democratic management, the incentive to the ecology of knowledge and the expansion of the social appropriation of the campus in its territory; ii) the limits and possibilities of collective production Political Pedagogical Project of the campus, with the identification of convergent points and their interfaces; iii) the presentation of the main academic results achieved in the period analyzed in the areas of teaching, research and extension. In the period of academic management, there were significant advances in terms of infrastructure and internal democratization, but it was not possible to construct - effectively and collectively - a solid, integrated and integrative Pedagogical Political Project. Nevertheless, important academic results were obtained for the campus, for Unifesp and also for the municipality of Guarulhos, in the areas of teaching, research and extension, even in an environment of clear dispute for internal hegemony on campus, considering the context of your implementation process.

Resumo

O trabalho apresenta um relato de experiência sobre a gestão acadêmica (2013-2017) no campus de Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), localizado em Guarulhos/SP. Destacamos três aspectos importantes envolvidos no processo de consolidação do campus e que buscamos problematizar no texto: i) uma perspectiva de gestão democrática, o incentivo à ecologia de saberes e a ampliação do pertencimento social do campus no território de sua localização; ii) os limites e as possibilidades de produção coletiva do Projeto Político Pedagógico do campus, com a identificação de pontos convergentes e suas interfaces; iii) a apresentação dos principais resultados acadêmicos alcançados no período analisado nos âmbitos do ensino, da pesquisa e da extensão. No período da gestão acadêmica houve significativos avanços em termos de infraestrutura e de democratização interna, porém não foi possível contudo construir - de forma efetiva e coletivamente - um Projeto Político Pedagógico sólido, integrado e integrador. Ainda assim, foram obtidos resultados acadêmicos importantes para o campus, para a Unifesp e para o município de Guarulhos, nos âmbitos do ensino, da pesquisa e da extensão, mesmo em um ambiente de clara disputa por hegemonia interna no campus, considerando o contexto do seu processo de implantação.

Resumen

El trabajo un presenta relato de experiencia sobre la gestión académica (2013-2017) en el campus de Ciencias Humanas de la Universidad Federal de São Paulo (Unifesp), ubicado en Guarulhos/SP, Brasil. Destacamos tres aspectos importantes involucrados en el proceso de consolidación del campus y que buscamos problematizar en el texto: i) una perspectiva de gestión democrática, el incentivo a la ecología de saberes y la ampliación de la pertenencia social del campus en el territorio de su ubicación; ii) los límites y las posibilidades de producción colectiva del Proyecto Político Pedagógico (PPP) del campus, con la identificación de puntos convergentes y sus interfaces; iii) la presentación de los principales resultados académicos alcanzados en el período analizado en los ámbitos de la enseñanza, la investigación y la extensión. En el período de la gestión académica, hubo significativos avances en términos de infraestructura y de democratización interna, pero no fue posible construir - de forma efectiva y colectivamente - un Proyecto Político Pedagógico sólido, integrado e integrador. Sin embargo, se han obtenido resultados académicos importantes para el campus, para la Unifesp y también para el municipio de Guarulhos, en los ámbitos de la enseñanza, la investigación y la extensión, aunque en un ambiente de clara disputa por hegemonía interna en el campus, considerando el contexto de su proceso de implantación.

Palavras-chave: Gestão democrática, Projeto político pedagógico, Universidade pública, Unifesp - campus Guarulhos.

Keywords: Democratic management, Political pedagogical project, Public university, Unifesp – Guarulhos campus.

Palabras-clave: Gestión democrática, Proyecto político pedagógico, Universidad pública.

References

ARAÚJO. M. A. D.; PINHEIRO. H. D. Reforma gerencial do Estado e rebatimentos no sistema educacional: um exame do REUNI. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 18, n. 69, p. 647-668, out. /dez. 2010.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS DIRIGENTES DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR/FORUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS. IV Pesquisa do Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das IFES Brasileiras (2014), Uberlândia, 2016. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/356294790/perfil-Socioeconomico-Dos-Graduandos-Das-Ifes; Acesso em 18/01/2018.

BALL, S.; BOWE, R. El curriculum nacional y su ‘puesta en práctica’: el papel de los departamentos de materias o asignaturas. Revista de Estudios del Curriculum, v.1, n. 2, p. 105-131, 1998.

BOBBIO, N. O futuro da democracia: uma defesa das regras do jogo. 7ª Ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

BORDIEU, P.; PASSERON, J. C. La Reproduction: élements pour une théorie du système d’enseignement. Paris: Les Éditions de Minuit, 1970.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira – INEP – Censo da Educação Superior: Notas Estatísticas, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/censo-da-educacao-superior; Acesso em 08/01/2019.

BRASIL. Lei Federal nº 13.005/2014. Institui o Plano Nacional de Educação. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm; Acesso em 10/01/2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto Federal nº 6.096/2007 – Institui o Plano de Reestruturação das Universidades Federais. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm; acesso em 02/04/2018.

BRASIL. Lei Federal Nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior; altera a Lei Nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 jan. 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/> Acesso em: 10 mar. 2014.

BRASIL. Lei Federal Nº 10.260, de 12 de julho de 2001. Dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 jul. 2001b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/> Acesso em: 10 mar. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei Federal nº 9.394/96 - institui a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.html  Acesso em 02/04/2018.

BURNETT, H. O erro de diagnóstico da Unifesp.  Folha de São Paulo, 2012. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/50003-o-erro-de-diagnostico-da-unifesp.shtml: Acesso em: 20/04/2018.

CAMARGO, R. B.; JACOMINI, M.; GOMES, M. O. Desafios da Gestão Democrática na Educação Pública: 20 anos de LDB. Revista Eletrônica Pesquiseduca/ Universidade Católica de Santos, Santos, v.8, n.16, p.380-393, jul-dez, 2016.

CHAUÍ, M. Comunicação e Democracia. Conferência realizada no Instituto Lula em 13/04/2018. Disponível em: http://www.pt.org.br/marilena-chaui-comunicacao-e-democracia/; Acesso em 03/01/2019.

CHAUÍ, M. Cultura Política e Política Cultural. Revista do Instituto de Estudos Avançados, USP, 9 (23), p.71-84, 1995.

CURY, C. R. J. A qualidade da educação brasileira como direito. Educação & Sociedade, Campinas, v. 35, nº 129, p. 1053-1066, out-dez, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v35n129/0101-7330-es-35-129-01053.pdf; Acesso em: 10/03/2020.

CURY, C. R. J. O debate sobre a pesquisa e a avaliação da pós-graduação em educação. Revista Brasileira de Educação, v. 15, n. 43, p. 163-165, 2010.

DIAS SOBRINHO, J. Avaliação da educação superior. Petrópolis: Vozes, 2000.

DOSSE, F. O império do sentido: a humanização das Ciências Humanas. Tradução de Ilka Stern Cohen. São Paulo: Ed. Unesp, 2018.

FREIRE, P. Extensão ou Comunicação? 8ª ed. Tradução de Rosyska Darci de Oliveira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 21 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GIGLIO, C.M.B.  et al.  Residência Pedagógica: diálogo permanente entre a formação inicial e a formação contínua. In: GOMES, M.O. Estágios na formação de professores: possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão, São Paulo: Loyola, 2011, p.15-46.

GIROUX, H. Os professores como intelectuais: rumo a uma Pedagogia crítica da aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

GOMES, M.O. Universidades e escolas de educação infantil: identidades e formação contextualizada. In: REIS, M.; XAVIER, M.C.; SANTOS, L. (orgs.). Crianças e infâncias: educação, conhecimento, cultura e sociedade. São Paulo: Annablume, 2012, p. 151-164.

GOODSON, I. F. School subjects and curriculum change. Londres: Open University, 1993.

LUGLI, R. S. G. O novo público do ensino superior brasileiro e a tradição acadêmica: o caso das humanidades na UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo). Revista Linhas. Florianópolis, v. 15, n. 29, p. 297-316, jul./dez. 2014.

ORGANIZAÇÃO EUROPEIA PARA O COMÉRCIO E DESENVOLVIMENTO – OECD – Education at a Glance – Indicators, 2016. Disponível em: http://www.oecd.org/education/skills-beyond-school/education-at-a-glance-2016-indicators.htm; Acesso em 08/01/2019.

PEROSA, G. S.; COSTA, T. L. Uma democratização relativa? Um estudo sobre o caso da expansão da Unifesp. Educação e Sociedade, Campinas, v. 36, n. 130, p. 117-137, Mar. 2015.

SANTOMÉ TORRES, J. Globalização e Interdisciplinaridade: o currículo integrado. Ediciones Morata, SL, 1994.

SANTOS, M. Por uma Geografia Nova. São Paulo: Hucitec, Edusp, 1978.

SAVIAN FILHO, J. A Unifesp e as soluções provisórias. Carta Capital, 27/07/2012. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/educacao/crise-e-dinheiro-publico-na-unifesp; Acesso em:10/04/2018.

SOUSA-SANTOS, B. Na oficina do sociólogo artesão: aulas 2011-2016. São Paulo: Cortez, 2018.

SOUSA-SANTOS, B. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

SOUSA-SANTOS. B. A universidade do século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Análise do perfil de estudantes ingressantes da Universidade Federal de São Paulo, 2016, mimeo.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Projeto Político Pedagógico. Instituto das Cidades, 2015. Disponível em: https://unifesp.br/campus/zonaleste/images/campus_zona_leste/documentos/Projeto_Pedagogico/PPP/Unifesp_Projeto_Poltico_Pedagogico_Instituto_Das_Cidades.pdf; Acesso em 05/01/2019.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Proposta Pedagógica do Campus Guarulhos, 2006, mimeo.

VAZQUEZ, D. A. O desmonte social no Plano Temer-Meirelles. Carta Capital, 20/07/2016. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/politica/o-desmonte-social-no-plano-temer-meirelles/; Acesso em: 29/04/2020.

YOUNG, M. Currículo e Democracia: lições de uma crítica à ‘nova Sociologia da Educação’, Educação e Realidade, Porto Alegre, v.14, p. 29-40, jan/jun, 1981.

e3347086


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993347

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br