Situações escolares envolvendo a questão religiosa: recursos docentes e suas origens (School situations involving the religious issue: teaching resources and their origins)

Gabriela Abuhab Valente

Resumo


The aim of this article is to identify and analyze the genesis of the resources used by teachers to deal with school situations, especially those related to the religious matter. The constitution of resources for teaching practice does not come only from professional experience, mainly in the Brazilian case, where there are no official rules or prescriptions for this subject. Thus, it is questioned: what are the resources mobilized by teachers in situations involving the religious question? What are the origins of these resources for action in real and often unpredictable situations? It is supposed that the action resources used in teaching practices are consistent with the plurality of references that constitute the teaching identity. Based on ethnographic interviews with eighteen teachers from Elementary School II in the State of São Paulo, 54 situations involving the religious question were collected. All the situations were analyzed in what concerns the resources used by the teachers. For this article four situations will be exposed, they were chosen because they are representative, and they serve to exemplify and to assist the argument developed here. To sum up, this paper reveals that the origin of the repertoires used in the teaching practice, as far as the religious question is concerned, comes from the personal competences, which are closely associated with characteristics of the Brazilian socio-cultural configuration, such as the hybrid dispositions of habitus and the mixture between public sphere and private sphere. All things considered, these aspects of the Brazilian culture culminate in the naturalization of the religious in the teaching practice.

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar e analisar as origens dos recursos utilizados pelos docentes para gerir situações escolares envolvendo a questão religiosa. A constituição de recursos para a prática docente não advém apenas da experiência profissional, principalmente quando se trata de um assunto para o qual não há normas ou prescrições oficiais. Desta forma, questiona-se: quais são os recursos mobilizados pelos docentes em situações envolvendo a questão religiosa? Quais são as origens desses recursos para a ação em situação real, muitas vezes, imprevisível? Tem-se como hipótese que os recursos de ação utilizados nas práticas docentes condizem com a pluralidade de referências que constituem a identidade docente. A partir de entrevistas etnográficas com 18 docentes do Ensino Fundamental II no Estado de São Paulo, foram recolhidas 54 situações envolvendo a questão religiosa. Todas as situações foram analisadas no que concerne aos recursos utilizados pelos docentes. Para este artigo, foram selecionadas quatro situações que serão expostas por serem representativas e por exemplificarem e auxiliarem no argumento aqui desenvolvido. Conclui-se que a origem dos repertórios utilizados na prática docente, no que concerne à questão religiosa, advém das competências pessoais dos profissionais que, por sua vez, estão intimamente associadas com características da configuração sociocultural brasileira, como a mistura entre esfera pública e esfera privada e as disposições híbridas de habitus que culminam com a naturalização do religioso na prática docente.

Palavras-chave: Prática docente, Religião e educação, Formação de profissionais da educação, Repertório.

Keywords: Teaching practices, Religion and education, Teacher training, Resources.

References

ALBUQUERQUE, E. M. Avaliação da técnica de amostragem “Respondent-driven Sampling” na estimação de prevalências de Doenças Transmissíveis em populações organizadas em redes complexas. 2009. 99p. Dissertação de Mestrado em Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca; Rio de Janeiro: Ministério da Saúde – Fiocruz, 2009.

BEAUD, Stéphane; WEBER, Florence. Guia para a pesquisa de campo – produzir e analisar dados etnográficos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1982.

CLOT, Yves. Travail et pouvoir d’agir, Paris: PUF, 2008.

CUNHA, Luiz A. A Educação Brasileira na Primeira Onda Laica. Rio de Janeiro. Edição do autor. Disponível em http://www.luizantoniocunha.pro.br/. Acesso em 10 de março de 2017.

FARIAS, Cibele. A laicidade do estado brasileiro e os feriados nacionais. Dissertação de mestrado em Ciências das religiões. 2012. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. 2012.

FISCHMANN, Roseli. Estado laico. São Paulo: Memorial da América Latina. 2008.

FRANCO, Maria Amélia do R. S. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (on-line). Brasília, v. 97, n. 247, p. 534-551, set/dez, 2016.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1991.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo demográfico 2010 - Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Censos/Censo_Demografico_2010/Caracteristicas_Gerais_Religiao_Deficiencia/caracteristicas_religiao_deficiencia.pdf. Acesso em 7 out. 2013.

JOAS, H.  La créativité de l’agir. In: J. BAUDOUIN; J. FRIEDRICH (Eds). Théories de l'action et éducation (pp. 27-43). Genève: Raisons Éducatives, 2001.

KNOBLAUCH, Adriane. Aprendendo a ser professor: um estudo sobre a socialização profissional de professoras iniciantes no município de Curitiba. 2008. 176p. Tese de Doutorado em Educação. PUC-SP, 2008.

KNOBLAUCH, Adriane. Religião e formação docente: desafios para uma educação mais tolerante. 37ª Reunião Nacional da ANPED – 04 a 08 de outubro de 2015, UFSC – Florianópolis.

KNOBLAUCH, Adriane. Relação entre religião, gosto por criança e mudança social: a escolha por Pedagogia. In: MELO, Benedita Portugal e; DIOGO, Ana Matias; FERREIRA, Manuela; LOPES, João Teixeira; GOMES, Elias Evangelista. (Orgs.). Entre crise e euforia: práticas e políticas educativas no Brasil e em Portugal. 1ed. Porto: Universidade do Porto/Faculdade de Letras, 2014.

LANTHEAUME, Françoise; HÉLOU, Cristophe. La souffrance des enseignants. Une sociologie pragmatique du travail enseignant. Paris: PUF, 2008.

MARIANO, Ricardo. Expansão pentecostal no Brasil: O caso da Igreja Universal. Estudos Avançados (USP. Impresso), São Paulo, v. 52, p. 121-138, 2004.

MARTUCCELLI, Danilo. Existen individuos en el Sul? Santiago: LOM Ediciones, 2010.

MÉNARD, Charlène; VALENTE, Gabriela. «Le concept de laïcité en France et au Brésil et ses conséquences pour l’éducation et la formation», In: Actes du Colloque doctoral international de l'éducation et de la formation. Nantes: 27-28 octobre 2016 (actes en ligne : http://www.cren.univ-nantes.fr/).2016.

MIRANDA, Ana Paula Mendes de. A força de uma expressão. Comunicações do ISER. As máscaras de guerra da intolerância. Número 66, ano, 31, 2012. Pp. 60-73.

PIERUCCI, Antonio Flávio. De olho na modernidade religiosa. Revista Tempo Social. v. 20, n2. São Paulo, nov. 2008.

PRAIRAT, Eirick. De la déontologie enseignanteParis: PUF, 2005. 115 p.

RESENDE, José Manuel; DIONÍSIO, Bruno. Itinerários à luz da Sociologia Pragmática: o que os lugares comuns trazem à comunalidade escolar Terceiro Milênio: Revista Crítica de Sociologia e Política. Volume 6, número 1, janeiro a junho de 2016.

SCHWARTZ, Yves. La conceptualisation du travail, le visible et l'invisible, L'Homme et la société (n° 152-153), p. 47-77. 2004. DOI 10.3917/lhs.152.0047

SETTON, Maria da Graça J. A teoria do habitus em Pierre Bourdieu: uma leitura contemporânea. In: Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, ANPED, maio/agosto, n/20, p. 60-70, 2002.

SETTON, Maria da Graça J.; VALENTE, Gabriela. Religião e educação: um estado da arte – 2003/2013. Caderno CEDES. vol. 46 no.160 São Paulo abr./jun. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/198053143529

SILVA, Vagner. Intolerância religiosa: impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Edusp, 2007.

SILVA, R. A. C.. Entre a Maldição e a Consequência. A participação de Igrejas e Organizações Religiosas nas políticas de prevenção, mitigação e superação de desastres. In: II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA DAS RELIGIÕES, 2016, Florianópolis - SC. Caderno de programação e resumos. Florianópolis - SC: Colmeia Editorial, 2016. p. 68-68.

VALENTE, Gabriela. A presença oculta da religiosidade na prática docente. 2015. Dissertação de mestrado. Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. 2015.

VALENTE, Gabriela. A indissociabilidade de características identitárias dos professores: entre disposições seculares e religiosas. In: SETTON, Maria da Graça (org.) Sociologia da socialização: novos aportes teóricos. São Paulo: FEUSP, 2018a.

VALENTE, Gabriela. Le phénomène religieux et les politiques éducatives au Brésil. Apperçus du 30e colloque de l’ADMEE-Europe. L’évaluation en éducation et en formation face aux transformations des sociétés contemporaines. Luxembourg: Université du Luxembourg, 2018b.

VAN DER MAREN, Jean-Marie. Méthodes de recherche pour l’éducation. Pédagogies en développement. Méthodologie de la recherche. De Boeck Université. PUM, Bélgica, 1995.

e3121051


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993121

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br