Raciocínio computacional no ensino de língua inglesa na escola: um relato de experiência na perspectiva BYOD (Computational thinking to teaching English in high school: an experience report in the BYOD perspective)

Ecivaldo de Souza Matos, Fábio Correia de Rezende

Resumo


Computational Thinking (CT) is a set of logical-operational cognitive skills or processes of reasoning, based on Computer Science. Abstraction, pattern recognition, algorithmic reasoning, and decomposition are examples of some of these skills that form the four pillar of CT. Some researchers have considered these skills as useful, and even mandatory to to cognitive development of the schoolchildren. In this paper, we present practical aspects and the possible contributions of CT in the development of competence of reading and interpreting English texts. Didactic interventions were carried out in high school classes of a public school, supported by the Bring Your Own Device (BYOD) approach, in which the students used their own smartphones. During these interventions, the students developed concept maps and podcasts, performed online exercises and the traditional exam, all of that composed the set of evaluation instruments. It was possible to understand that the CT skills are intrinsically present and contributed to the development of the reading and writing skills in English. According to testimonials, we highlight that the BYOD approach provided new conceptions and perspectives on the use of electronic equipment in function of the  students’ learning.

Resumo

O Raciocínio Computacional (RC) é um conjunto de habilidades ou processos cognitivos lógico-operacionais de raciocínio, fundamentadas na Ciência da Computação. Abstração, reconhecimento de padrões, raciocínio algorítmico e decomposição são exemplos de algumas dessas habilidades que formam os quatro pilares do RC. Alguns pesquisadores consideram essas habilidades úteis, e até mesmo fundamentais, para o desenvolvimento cognitivo dos estudantes. Nesse sentido, este relato de experiência tem por objetivo apresentar aspectos práticos e possíveis contribuições do RC no desenvolvimento da competência de leitura e interpretação de textos de diferentes naturezas na disciplina de língua inglesa. Para isso, realizaram-se intervenções didáticas em uma turma do ensino médio de uma escola pública, apoiadas na abordagem Bring Your Own Device ou, simplesmente, BYOD, em que os estudantes usaram seus próprios aparelhos celulares. Durante o desenvolvimento das intervenções, os estudantes construíram mapas conceituais e podcasts, realizarem exercício online e a tradicional prova, os quais compuseram o conjunto de instrumentos avaliativos do bimestre. Por meio dessas intervenções, foi possível identificar como as habilidades do RC estiveram intrinsecamente presentes e contribuíram para o desenvolvimento da competência de leitura e escrita em língua inglesa, elencada pelos Parâmetros Curriculares Nacionais. Conforme relatos, além da articulação didática com o RC, a abordagem BYOD proporcionou à professora e aos estudantes novas concepções e perspectivas sobre o uso de equipamentos eletrônicos em função da aprendizagem deles mesmos.

Palavras-chave: Raciocínio computacional, Ensino de inglês, Mobile learning, Educação em computação.

Keywords: Computational thinking, English teaching, Mobile learning, Computer science education.

References

ALBERTA Education. School Technology Branch. Bring your own device: a guide for schools. 2012. Disponível em:http://education.alberta.ca/admin/technology/research.aspx. Acesso em: 01 fev. 2017.

ALLAN, Walter; COULTER, Bob; DENNER, Jill; ERICKSON, Jeri; LEE, Irene; MALYN-SMITH, Joyce; MARTIN, Fred. Computational thinking for youth. White Paper for the ITEST Learning Resource Centre na EDC. Small Working Group on Computational Thinking (CT), 2010. Disponível em: http://stelar.edc.org/publications/computational-thinking-youth. Acesso em: dez 2017.

ARAÚJO, Ana Liz; ANDRADE, Wilkerson; GERRERO, Dalton Serey. Pensamento Computacional sob a visão dos profissionais da computação: uma discussão sobre conceitos e habilidades. In: Anais dos Workshops do VI Congresso Brasileiro de Informática na Educação. v. 4, n 1, 2015. p. 1454-1563.

ARMONI, Michal. Computing in schools: On teaching topics in computer science theory. ACM Inroads, v. 1, n. 1, p. 21-22. 2010. DOI=http://dx.doi.org/10.1145/1721933.1721941

BARBOSA, Márcio Lobo; ALVES, Álvaro Santos; JESUS, José Carlos Oliveira; BURNHAM, Teresinha Fróes. Mapas conceituais na avaliação da aprendizagem significativa. In: Anais do XVI Simpósio Nacional de Ensino de Física, v. 14, 2005,  p. 1-4.

BELL, Tim; WITTEN, Ian; FELLOWS, Mike. Ensinando Ciência da Computação sem o uso do computador. Computer Science Unplugged, 2011.

BOCCONI, Stefania; CHIOCCARIELLO, Augusto; DETTORI, Giuliana; FERRARI, Anusca; ENGELHARDT, Katja. Developing computational thinking in compulsory education Implications for policy and practice. European Commission, JRC Science for Policy Report. 2016.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. PCN+ ensino médio: Orientações educacionais complementares aos parâmetros curriculares nacionais, Brasília: MEC. 2002. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/linguagens02.pdf. Acesso em: set 2017.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Base Nacional Comum Curricular. 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: set 2017.

BRITANNICA, Encyclopaedia. Phenol: Encyclopaedia Britannica Online Academic Edition. Encyclopædia Britannica Inc. 2012. Disponível em: https://www.britannica.com/. Acesso em: 01 fev. 2017.

BROOKSHEAR, J-Glenn. Ciência da Computação: uma visão abrangente. Porto Alegre, Bookman Editora, 2005.

CHARLTON, Patricia; LUCKIN, Rosemary. Computational thinking and computer science in schools. What The Research Says’ Briefing, v. 2. 2012. [s.p.]

CHIOFI, Luiz Carlos; OLIVEIRA, Marta Regina Furlan de. O uso das tecnologias educacionais como ferramenta didática no processo de ensino e aprendizagem. In: Anais da III Jornada de Didática - Jornada de Didática: Desafios para a Docência e II Seminário de Pesquisa do CEMAD. Londrina, 2014. [s.p.]

COMPUTER AT SCHOOL. Computational Thinking: a guide for teachers. Hodder Education - the educational division of Hachette UK Digital Schoolhouse, 2015. Disponível em: https://community.computingatschool.org.uk/resources/2324/single. Acesso em: 01 set 2017.

CORREIA, Paulo Rogério Miranda; SILVA, Amanda Cristina; ROMANO JÚNIOR, Jerson Geraldo. Mapas conceituais como ferramenta de avaliação na sala de aula. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 32, n. 4, p. 4402-4408. 2010.

COSTA, Giselda dos Santos. Mobile learning: explorando potencialidades com o uso do celular no ensino-aprendizagem de língua inglesa como língua estrangeira com alunos da escola pública. 2013. 201f. Tese (Doutorado em Letras). Faculdade de Letras. Universidade Federal de Pernambuco. Recife. 2013.

CSIZMADIA, Andrew; SENTANCE, Sue. Teachers’ perspectives on successful strategies for teaching Computing in school. In: IFIP TCS. 2015.  Disponível em: <http://community.computingatschool.org.uk/files/6769/original.pdf>. Acesso em março 2018.

CSIZMADIA, Andrew; CURZON, Paul; DORLING, Mark; HUMPHREYS, Simon; NG, Thomas; SELBY, Cynthia; WOOLLARD, John. Computational thinking: A guide for teachers. Computing at Schools, 2015. Disponível em: https://community.computingatschool.org.uk/files/8550/original.pdf>.  Acesso em: 26 out. 2017.

DIAS, Reneildes; JUCÁ, Leina; FARIA, Raquel. High Up: ensino médio. Cotia, SP: Macmillan, 2013.

GOOGLE FOR EDUCATION. What is Computational Thinking? Computational Thinking for Educators. 2015. Disponível em: <https://computationalthinkingcourse.withgoogle.com/unit?lesson=8&unit=1. Acesso em: set 2017.

LEE, Irene; MARTIN, Fred; DENNER, Jill; COULTER, Bob; ALLAN, Walter; ERICKSON, Jeri; MALYN-SMITH, Joyce; WERNER, Linda. Computational thinking for youth in practice. ACM Inroads, v. 2, n. 1, 2011. p. 32-37.

LIUKAS, Linda. Hello Ruby: adventures in coding. New York: Feiwel & Friends, 2015.

LU, Zhao.; YING, Lu. Application of Podcast in Teaching and Learning Oral English for Non-English Majors. In: International Conference on Computational and Information Sciences, Shiyang, 2013. p. 1935-1938. doi: 10.1109/ICCIS.2013.506

MANNILA, Linda; VALENTINA, Dagiene; DEMO, Barbara; GRGURINA, Natasa; MIROLO, Claudio; ROLANDSSON, Lennart; SETTLE, Amber. Computational thinking in K-9 education. In: Proceedings of the working group reports of the 2014 on innovation & technology in computer science education conference. ACM, 2014. p. 1-29.

MOREIRA, Antonio Marco. Mapas conceituais e aprendizagem significativa (concept maps and meaningful learning). Cadernos do Aplicação, v. 11, n. 2, 1998. p. 143-156.

NCSEC. Team 11 in 2000. Concept map. 2000. National Computation Science Education Consortium Disponível em: <http://www.ncsec.org/team11/ Rubric Concep tMap.doc>. Acesso em: set. 2017.

NOVAK, Joseph. D. Meaningful learning: The essential factor for conceptual change in limited or inappropriate propositional hierarchies leading to empowerment of learners. Science education, Wiley Online Library, v. 86, n. 4, 2002. p. 548-571.

NOVAK, Joseph. Learning creating and using knowledge: Concept maps as facilitative tools in schools and corporations. [S.l.]: Routledge, 2010.

PAIVA, Luiz Fernando; FERREIRA, Ana Carolina; ROCHA, Caio; BARRETO, Jandiaci; MELHOR, André; LOPES, Randerson; MATOS, Ecivaldo. Uma experiência piloto de integração curricular do raciocínio computacional na educação básica. In: Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação, v. 4, 2015. p. 1300-1309.

RACHID, Laura. Cenário da educação básica no Brasil é alarmante, aponta Ideb. Revista Educação. São Paulo, 04 set. 2018. Disponível em:  http://www.revistaeducacao.com.br/cenario-da-educacao-basica-no-brasil-e-alarmante/. Acesso em: 26 de setembro de 2018.

RODRIGUEZ, Carla; ZEM-LOPES, Aparecida Maria; MARQUES, Leonardo; ISOTANI, Seiji. Pensamento Computacional: transformando ideias em jogos digitais usando o Scratch. In: Anais do Workshop de Informática na Escola. p. 62-71. 2015.

SILVA, Edson Coutinho. Mapas conceituais: propostas de aprendizagem e avaliação. Administração: Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 16, n. 4, p. 785-815, dez. 2015. ISSN 2358-0917. Disponível em: <https://raep.emnuvens.com.br/raep/article/view/385/196>. Acesso em: 06 nov. 2017. doi: https://doi.org/10.13058/raep.2015.v16n4.385.

SILVA, Edson Coutinho. Mapas Conceituais: Modelos de Avaliação. Concept Mapping to Learn and Innovate. In: Proc. of Sixth Int. Conference on Concept Mapping. Santos, Brazil. 2014.

WING, Jannette. Computational thinking. Communications of the ACM, v. 49, n. 3, p. 33-35, 2006.

WING, Jannette. Computational thinking and thinking about computing. Philosophical transactions of the royal society of London A: mathematical, physical and engineering sciences, v. 366, n. 1881, 2008. p. 3717-3725.

XU, Zhichang. Problems and strategies of teaching English in large classes in the People's Republic of China. In: Expanding Horizons in Teaching and Learning. Proceedings of the 10th Annual Teaching Learning Forum. 2001. p. 7-9.

ZORZO, Avelino Francisco; RAABE, André Luís Alice; BRACKMANN, Christian Puhlmann. Computação: o vetor de transformação da sociedade. In: FOGUEL, D.; SCHEUENSTUHL, M. C. B. Desafios da Educação Técnico-Científica no Ensino Médio. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Ciências, 2018. p. 154-163.

e3116073



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271993116

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br