Ensino de psicologia da educação nos cursos de pedagogia: uma análise nas universidades públicas paranaenses (Teaching educational psychology in graduation of pedagogy: an analysis in state public universities of Paraná)

Ana Paula Gonçalves Arantes Gennari, Marília Bazan Blanco, Roberta Negrão de Araújo

Resumo


Educational Psychology is one of the subjects that help Pedagogy, since it corresponds to a branch of Psychology that discusses principles and psychological theories directed to teaching methods. To do so, it composes the curriculum of the Pedagogy degree, addressing the numerous dimensions of psychological development as well as the teaching and learning process, with the purpose of employing them as necessary subsidies for teacher training, and their performance. Therefore, the pivotal aim of the research is to analyze the contents covered in the subjects of Psychology in the courses of Pedagogy of the State Public Universities of Paraná and the perception of the undergraduate students in Pedagogy of one of the researched universities about the mentioned subject. With the analysis of the School Summary, it was noticed that there is no standard between the universities regarding the time and the nomination of the subjects, as well as the contents referring to the teaching of Educational Psychology. Through the results, it was possible to identify that the academics understand the importance of the subject of Educational Psychology for teacher education, although the workload is considered insufficient to cover the psychological theories related to Education and, even more, it was evidenced the lack of articulation between theory and practice in the discipline.

Resumo

A Psicologia da Educação é uma das disciplinas que auxilia a Pedagogia, uma vez que corresponde a um ramo da Psicologia que discute princípios e teorias psicológicas voltados aos métodos de ensino. Para tanto, compõe a grade curricular do curso de Pedagogia, abordando as inúmeras dimensões do desenvolvimento psicológico bem como do processo de ensino e de aprendizagem, com a finalidade de empregá-los como subsídios necessários à formação de professores e à sua atuação. Diante do exposto, o objetivo geral da pesquisa consiste em analisar os conteúdos abordados nas disciplinas de Psicologia nos cursos de Pedagogia das Universidades Públicas Estaduais do Paraná e a percepção das acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, de uma das universidades pesquisadas, sobre a referida disciplina. Com a análise dos ementários, percebeu-se que não existe um padrão entre as universidades no tocante à carga horária e à nominação das disciplinas, bem como dos conteúdos referentes ao ensino de Psicologia da Educação. A partir dos resultados, identificou-se que as acadêmicas compreendem a importância da disciplina de Psicologia da Educação para a formação docente, ainda que a carga horária seja considerada insuficiente para abarcar as teorias psicológicas relacionadas à Educação; evidenciou-se, ainda, a ausência da articulação entre teoria e prática na disciplina.

Resumén

La Psicología de la Educación es una de las asignaturas que ayudan a la Pedagogía, una vez que corresponde a una rama de la Psicología que trata principios y teorías psicológicas dirigidas a los métodos de enseñanza. Para ello, compone la rejilla curricular del curso de Pedagogía, abordando las innumerables dimensiones del desarrollo psicológico así como del proceso de enseñanza y de aprendizaje, con la finalidad de emplearlos como subsidios necesarios a la formación de profesores, y a su actuación. El objetivo general de la investigación consiste en analizar los contenidos abordados en las disciplinas de Psicología en los cursos de Pedagogía de las Universidades Públicas Estaduales de Paraná y la percepción de las académicas del curso de Licenciatura en Pedagogía, de una universidad del norte del estado, sobre el tema, el encaminamiento de la asignatura. Con el análisis de los eminentes, se percibió que no hay un estándar entre las universidades en cuanto a la carga horaria y la nominación de las disciplinas, así como de los contenidos referentes a la enseñanza de Psicología de la Educación. A partir de los resultados, se identificó que las académicas comprenden la importancia de la disciplina de Psicología de la Educación para la formación docente, aunque la carga horaria sea considerada insuficiente para abarcar las teorías psicológicas relacionadas a la Educación; se evidenció, además, la ausencia de la articulación entre teoría y práctica en la disciplina.

Keywords: Pedagogy, Educational psychology, Psychology teaching.

Palavras-chave: Pedagogia, Psicologia da educação, Ensino de psicologia.

Palabras clave: Pedagogía, Psicología de la educación, Enseñanza de psicología.

References

ALMEIDA, P. C. A. Discutindo a relação professor-licenciado e aluno-adolescente à luz da formação em psicologia. In: AZZI, R. G.; BATISTA, S. H. S. S.; SADALLA, A. M. F. A. Formação de professores: discutindo o ensino de psicologia. Campinas: Alínea, 2000, p.97-118.

ASSOCIAÇÃO PSICOLÓGICA AMERICANA. Dicionário de Psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2010.

BOCK, A. M. B; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. de L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Editora Saraiva, 2001.

BOCK, A. M. B. A Psicologia no Brasil. In: Psicologia: Ciência e Profissão. Brasília, v. 30, n. especial, Dec. 2010. p. 246-271. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932010000500013&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 25 out. 2017.

BRASIL. Decreto-Lei nº1190 de 04/04/1939. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/1937-1946/Del1190.htm. Acesso em 28 out. 2017.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Resolução CNE/CP n. 02/2015, de 1º de julho de 2015. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, p. 8-12, 02 de julho de 2015. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=02/07/2015&jornal=1&pagina=1&totalArquivos=72. Acesso em 28 out. 2017.

CARRAHER, T. N. Aprender pensando: contribuições da psicologia cognitiva para a educação. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

CARRARA, K. (Org.). Introdução à Psicologia da Educação: seis abordagens. São Paulo: Avercamp, 2004.

GATTI, B. A estrutura e dinâmica das licenciaturas: problemas antigos, alternativas e o papel da psicologia da educação. Psicologia da Educação. São Paulo. Revista do programa de estudos pós graduados, n. 1, nov. 1995. p. 21-33.

GUERRA, C. T. Conhecimento psicológico e formação de professores. In: AZZI, R. G.; BATISTA, S. H. S. S.; SADALLA, A. M. F. A. (Org.). Formação de professores: discutindo o ensino de psicologia. Campinas: Alinea, 2000. p. 69-96.

GUERRA, C. T. O ensino de psicologia na formação inicial de professores - constituição de conhecimentos sobre aprendizagem e desenvolvimento por estudantes de licenciatura. 2003. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas. Campinas: São Paulo, 2003.

LAROCCA, P. Psicologia e prática pedagógica: o processo de reflexão de uma professora. 2002. Tese de Doutorado em Educação – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

LEONARDO, N. S. T.; SILVA, V. G. A relação entre aprendizagem e desenvolvimento na compreensão de professores do Ensino Fundamental. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), São Paulo, v. 17, n. 2, 2013. p. 309-317. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pee/v17n2/v17n2a13.pdf. Acesso em 28 set. 2017.

LIBÂNEO, J. C. Psicologia educacional: uma avaliação crítica. In: SILVIA, T. M. L.; CODO, W. Psicologia social: o homem em movimento. São Paulo: Brasiliense, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 12 ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, 2003. p. 191-211.

PARANÁ. Lei Complementar nº. 103/04. Plano de Carreira dos Professores. Publicado no Diário Oficial nº. 6687 de 15/03/2004.

PARANÁ. Planos de Ensino do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Paraná. Campus de Apucarana. 2017. Disponível em: http://www.fecea.br/userfiles/planos%20de%20ensino%20pedagogia%202017.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Londrina. 2010. Disponível em: http://www.uel.br/ceca/pedagogia/pages/arquivos/Ementas  pedagogia matutino e noturno.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Campus de Irati e Guarapuava. 2009. Disponível em: https://www2.unicentro.br/proen/files/2017/12/PEDAGOGIA-I-2009.pdf?x34126. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Cascavel. 2002. Disponível em: http://www.unioeste.br/cursos/cascavel/pedagogia/. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Campus de Cornélio Procópio. 2011. Disponível em:https://www.uenp.edu.br/pedagogia-ementas. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Campus de Jacarezinho. 2010. Disponível em: https://www.uenp.edu.br/pedagogia-cj-ementas. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Foz do Iguaçu. 2015. Disponível em: http://www.unioeste.br/campi/foz/foz-pedagogia.asp. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Oeste. Campus de Francisco Beltrão. 2016. Disponível em: http://www.unioeste.br/campi/beltrao/bel-pedagogia.asp. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual do Paraná. Campus de União da Vitória. 2008. Disponível em: http://uniaodavitoria.unespar.edu.br/ensino/graduacao/pedagogia. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Ponta Grossa. Campus de Ponta Grossa. 2013. Disponível em: http://www3.uepg.br/pedagogia/ppc/. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Resolução 128/2013-CI-CCH. Universidade Estadual de Maringá. Modalidade de Educação à Distância. 2013. Disponível em: http://portal.nead.uem.br/site/img/_9NU_files/docs/128_13.pdf. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Ementa do Curso de Pedagogia. Universidade Estadual de Maringá. Campus de Maringá e Cianorte. 2009. Disponível em: http://sites.uem.br/pen/deg/apoio-aos-colegiados-aco/documentos/cursos-1/cursos/pedagogia-matutino-noturno. Acesso em 29 set. 2017.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Edital de concurso para pedagogos nº. 037/2007. 2004.

PARANÁ, Secretaria Estadual de Educação. Caminhos Pedagógicos em Foco I. Cornélio Procópio: setembro de 2017.

SALA, E. M.; GOÑI, J. O. As teorias da aprendizagem escolar. In: COLL, C. Psicologia do ensino. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SALVADOR, C. C. Concepções e tendências atuais em psicologia da educação. In: COLL, C. et. al. Psicologia da Educação Escolar. Coleção Desenvolvimento Psicológico e Educação. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2004.

TONUS, K. P.; RODRIGUES, M. A. C. Psicologia e Educação: aproximação e apropriação. 2009. 184f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, 2009. Disponível em: http://livros01.livrosgratis.com.br/cp106300.pdf. Acesso em: 28 out 2017.

VEIGA, F. Psicologia da Educação. In: VEIGA, F. H. (Coord.). Psicologia da educação: teoria, investigação e aplicação: envolvimento dos alunos na escola. Lisboa: Climepsi Editora, 2013.

e2855021


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271992855

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br