Caminho: do motivo visual para os motivos pedagógicos (Path: from the visual motif to the pedagogical motivations)

Rosiane de Jesus Dourado

Resumo


This is an critical analysis about path as a cinematic visual motif in two films by Abbas Kiarostami, Where is the Friend´s Home? (1987) and Taste of Cherry (1997), establishing its by cinema. The objective is to discuss the learning informed by cinematic language in school through the pedagogical relations between adults and children, as well as cinema, education and imagination. The analysis starts from the critical studies made by Ragel (2016), Bergala (2008) and Bernardet (2004) on the cinematic language of Abbas Kiarostami, who developed a poetic language and reflection about life. Other audiovisual productions and educational experiences with cinema are connected with theories about childhood, educational processes, and subjectivities. This text aims at pedagogical paths of approach between adults and children, teachers and students in relations that respect otherness and special features.

Resumo

Esse é um exame crítico sobre o motivo visual cinematográfico: caminho, em dois filmes, Onde Fica a Casa de Meu Amigo? (1987) e Gosto de Cereja (1997), do cineasta e fotógrafo iraniano, Abbas Kiarostami, estabelecendo suas relações com as práticas educativas e os possíveis conhecimentos formados com o cinema. O objetivo é discutir o aprendizado com a linguagem cinematográfica na escola através das relações pedagógicas entre adulto e criança, cinema, educação e imaginação. A análise dos filmes parte da leitura das críticas feitas por Ragel (2016), Bergala (2008) e Bernardet (2004) acerca da linguagem cinematográfica de Abbas Kiarostami, que desenvolveu uma poética artística e reflexiva sobre questões da vida. Outras produções audiovisuais e experiências educativas com o cinema são articuladas a teorias sobre infância, processos educativos e subjetividades. Este texto aponta para caminhos pedagógicos de aproximação entre adultos e crianças, professores e alunos, em relações pedagógicas de respeito às alteridades e especificidades.

Resumen

Este es un análisis crítico sobre el motivo visual cinematográfico del camino, en dos películas – Onde Fica a Casa de Meu Amigo? (1987) y Gosto de Cereja (1997), del cineasta y fotógrafo iraní Abbas Kiarostami. Se busca establecer sus relaciones con las prácticas educativas y los posibles conocimientos que se constituyen con el cine. El objetivo es reflexionar sobre el aprendizaje a partir del lenguaje cinematográfico en la escuela a través de las relaciones pedagógicas entre el adulto y el niño, el cine, la educación y la imaginación. El análisis de las películas se inicia por una lectura de las reflexiones que hacen Ragel (2016), Bergala (2008) y Bernardet (2004) con respecto al lenguaje cinematográfico de Abbas Kiarostami, quien desarrolló una poética artística y reflexiva sobre temas de la vida. Otras producciones audiovisuales y experiencias educativas con el cine se articulan a las teorías sobre la niñez, los procesos educativos y las subjetividades. Este texto señala hacia caminos pedagógicos de acercamiento entre adultos y niños, profesores y alumnos, en relaciones pedagógicas de respeto a las alteridades y sus especificidades.

Palavras-chave: Motivo visual, Cinema, Educação, Infância.

Keywords: Visual motif, Cinema, Education, Childhood.

Palabras-clave: Motivo visual, Cine, Educación, Infancia.

References

BAUDELAIRE, C. O pintor da vida moderna. In: COELHO, T. (Org.). Sobre a modernidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

BERGALA, A. A hipótese-cinema. Tradução de Mônica Costa Netto e Silvia Pimenta. Rio de Janeiro: Booklink; Cinead-Lise-FE/UFRJ, 2008.

BERNARDET, Jean-Claude. Caminhos de Kiarostami. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

DO RIO, J.A alma encantadora das ruas. São Paulo: Companhia das Letras, edição de bolso, 2008.

FRESQUET, A. Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

GOSTO de Cereja. Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Abbas Kiarostami Productions, CiBy 2000: Kanum, Irã,1997.1 DVD (95 min.). Título original: Tam-e Gilas.

GUATTARI, F. Caosmose: um novo paradigma estético. Tradução de Ana Lúcia de Oliveira e Lúcia Cláudia Leão. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

GUATTARI, F. Da produção de Subjetividade. In: PARENTE, A. (Org.). Imagem-Máquina. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993. p. 177-191.

LUMIÈRE! – A aventura começa. Direção: Thierry Frèmaux. Produção:Thierry Frémaux, Bertrand Tavernier. França, 2017. 1 DVD (90min.). Título original: Lumière! - L’aventure commence.

Martins, E.; IMBRIZI, J.; Garcia., M. L. Cinema, subjetividade e sociedade:a sétima arte na produção de saberes. Uma experiência de extensão na Universidade Federal de São Paulo. Revista de Psicologia, São Paulo, v. 8, n.1, p. 75-86, jan/jun. 2017. Disponível em:<http://www.periodicos.ufc.br/
psicologiaufc/article/view/13957/10274>. Acesso em: 1 maio 2018.

MOGADOURO, C.; FONTANA, L. A . M. O audiovisual na educação. 2017. Disponível em <https://www.sescsp.org.br/online/artigo/10648_O+
AUDIOVISUAL+NA+EDUCACAO>. Acesso em: 17mai. 2019.

ONDE fica a casa de meu amigo. Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Ali-RezaZarrin. Kanum, Irã, 1987.1 DVD (87min.). Título original: Khane-ye Doust Kodjast?

POLARIS. Direção: Los Carpinteros. Produção: Los Carpinteros. Madri, Espanha, 2014. Monocanal, color, áudio stereo (10 min.).

PONTE, A.; MENDES, C.; LAURINDO, M. A distância adulto/criança e seus reflexos no processo educacional. Faculdade de Educação, UFG, Goiás, s.d. Disponível em <https://grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR23.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2017.

RAGEL, P. El Camino: caligrafia caminal. In: BALLÓ, J.; BERGALA, A (eds.). Motivos Visuales Del Cine. Barcelona: Galaxia Gutemberg, 2016. p. 44-49.

RANCIÈRE, J. A partilha do sensível: estética e política. Tradução de Mônica Costa Netto. São Paulo: Editora 34, 2015.

RANCIÈRE, J. O mestre ignorante: cinco lições sobre emancipação intelectual. Tradução de Liliam do Vale. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

e2815077


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271992815

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br