Registros Digitais: desafios e sucessos nas aulas de Literatura do Ensino Médio (Digital Records: Challenges and Achievements at Literature Classes in High School)

Ana Elisa Sobral Caetano da Silva Ferreira

Resumo


This Case Report narrates the trajectory of the project named Stories de Leituras, developed in 2017 with students of the 3rd year of High School at the IFSP campus Cubatão. The main goal of this project is to discuss how the use of Digital Information and Communication Technologies (DICT) can improve reading activities. The project proposes the use of the Instagram Social Network as a virtual diary in which students can register their relationship with the book and interact with colleagues’ posts. The project also aims to reflect on the influence of university admittance exams on the choices of literature books adopted in High School.

Resumo

Este Relato de Experiência narra a trajetória do projeto Stories de Leituras, desenvolvido em 2017 com alunos do 3o ano do Ensino Médio do IFSP campus Cubatão. Com o objetivo de discutir como o uso de Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) pode auxiliar nas atividades de leitura, o projeto propõe a utilização da Rede Social (RS) Instagram como um diário virtual, no qual os alunos podem registrar sua relação com o livro e interagir com as postagens dos colegas. O projeto também visa refletir sobre a influência de exames vestibulares nas escolhas dos livros de literatura adotados no Ensino Médio.

Resumen

Este relato de experiencia narra la trayectoria del proyecto Stories de Leituras, desarrollado en 2017 con alumnos del 3er año de la Escuela Secundária del IFSP campus Cubatão. Con el objetivo de discutir cómo el uso de Tecnologías Digitales de Información y Comunicación (TDIC) puede auxiliar en las actividades de lectura, el proyecto propone la utilización de la Red Social (RS) Instagram como un diario virtual, en el cual los alumnos pueden registrar su relación con el libro e interactuar con la producción de los colegas. El proyecto también pretende reflexionar sobre la influencia de exámenes vestibulares en las elecciones de los libros de literatura adoptados en la Escuela Secundária.

Keywords: Literature, Digital information and communication technologies, Secondary education.

Palavras-chave: Literatura, Tecnologias digitais de informação e comunicação, Ensino médio.

Palabras claves: Literatura, Tecnologías digitales de información y comunicación, Escuela secundaria.

References

BAUMAN, Zygmunt. A sociedade individualizada. Vidas contadas e histórias vividas. Rio de Janeiro: Zahar. Edição digital: abril 2012.  Arquivo ePUB produzido pela Simplíssimo Livros.

BLOOM, Harold. Como e por que ler. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Rev. Bras. Educ. [online]. 2002, n.19, pp.20-28. ISSN 1413-2478.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003.

BRASIL, Ministe?rio da Educac?a?o. Diretrizes Curriculares Nacionais de Educac?a?o Ba?sica. Brasi?lia: MEC, SEB, DICEI, 2013.

DEBRAY, Régis. Manifestos midiológicos. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 1995.

DEWEY, John. Democracia e educação - capítulos essenciais. São Paulo: Ática, 2007.

HAN, Byung-Chul. Sociedade da transparência. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

LEFFA, Vilson. Ensino de línguas: passado, presente e futuro. Rev. Est. Ling., Belo Horizonte, v.20, n. 2, p.389 - 411, jul./dez. 2012.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 2014.

LUCKESI, Cipriana Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 2014.

MACHADO, Ana Maria. Como e por que ler os clássicos universais desde cedo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.

PRABHU, N. S. There is no best method. Why? Tesol Quarterly, v.24, n2, p. 161 - 176, 1990.

VAIDHYANATHAN, Siva. The Googlization of everything (and why we should worry). California: University of California Press, 2012.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14244/198271992694

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br