PORTFÓLIOS: MAIS UM MODISMO NA EDUCAÇÃO?

Eliane de Fátima Vieira Tinoco

Resumo


O presente ensaio foi produzido a partir de uma inquietação produzida por alguns relatos de professores e alunos sobre o que estavam produzindo como sendo portfólios. O que são portfólios? Como eles vêm sendo apropriados pelos professores nos diversos níveis de ensino? Como se avalia por meio desse instrumento? Esses questionamentos foram realizados por professores em diferentes turmas de formação continuada com as quais trabalhei nos últimos anos. Com base principalmente em Fernando Hernandez, o texto é construído apresentando o portfólio como um instrumento que possibilita constante reflexão, sendo que aluno e professor poderão visualizar os documentos tendo em mente os objetivos e os critérios anteriormente acordados, dialogando com as soluções e os problemas que forem surgindo, a partir das tarefas solicitadas. O objetivo é contribuir para a compreensão desse instrumento de avaliação, que vem sendo muito comentado no interior das escolas, mas sobre o qual as práticas estão incoerentes. Apresentando o conceito, os elementos que compõem um portfólio e a forma de avaliá-lo, espero fornecer subsídios para a melhor utilização desse instrumento por professores e alunos nos diversos níveis de ensino. No entanto, acredito que para uma correta interpretação dos modos de se trabalhar com o portfólio, o investimento em formação continuada precisa ser contínuo para que a educação não fique à mercê de interpretações de segunda mão. É por meio da formação continuada que cada professor pode, por sua vontade e persistência, se transformar em pesquisador, com uma forte base conceitual, capaz de mudar, inclusive, sua postura política.

Palavras-chave
: Portfólio; Ensino; Avaliação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/19827199246

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br