Política pública, o trabalho e a formação docente. Referências para uma agenda de pesquisa

José Carlos Rothen, Celso Luiz Aparecido Conti

Resumo


O artigo discute referências teóricas para a realização de pesquisas relativas à influência de políticas públicas no trabalho e na formação docente. Toma como ponto de partida a concepção, proposta por Foucault, de que o poder não existe por si só e que ele se estabelece em relações difusas. Nesse contexto, para a investigação a respeito da elaboração e implantação das políticas públicas é necessário identificar os pólos que estão atuando. Em um primeiro momento apresentam-se aspectos gerais das políticas educacionais e, em um segundo, as vinculações entre essas com o trabalho e a formação docente. Conclui-se que a contribuição dessas pesquisas ocorre à medida que contribuem para diagnosticar o alinhamento e/ou o descompasso das políticas públicas com o trabalho e a formação docente.

Palavras-chave: Políticas públicas, políticas educacionais, trabalho docente, formação docente.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14244/19827199175

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br