Material didático para inclusão de estudantes com deficiência visual nas aulas práticas sobre o processo de cicatrização

Flávia Márcia Oliveira, Jéssica Paloma Rosa Silva, Camila Dantas de Jesus, Simone de Almeida

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.14244/198271991216

As pessoas com deficiência visual podem se beneficiar do processo de aprendizagem, de forma diferencial, por meio da utilização de estímulos e ativação de canais sensoriais diversos e da organização metamodal do sistema nervoso. O presente trabalho consiste em apresentar o processo de construção de um material didático para a inclusão de estudantes com deficiência visual nas aulas práticas sobre o processo de cicatrização. A elaboração do material didático foi sistematizada em etapas caracterizadas pela seleção dos recursos e materiais; seleção das estruturas e processos fundamentais a serem traduzidos da estimulação luminosa para mecânica; padronização dos componentes a serem estudados; dinâmica para a utilização do material e avaliação a curto, médio e longo prazo. Optou-se pela representação do processo de cicatrização em modelos didáticos confeccionados com papel Paraná como base e materiais diversos para estimulação do tato discriminativo considerando os aspectos do relevo, textura, tamanho e distância adequados. Concluiu-se que o recurso didático produzido despertou motivação, mobilizou estruturas cognitivas para compreensão tátil e possibilitou a construção de um mecanismo mental do conteúdo gerando, inclusive, memória a curto, médio e longo prazo. Os impactos que a introdução do material exerceu no estudante não foi apenas na “aquisição” de conteúdos e notas, mas também na promoção da resiliência. Portanto, a inclusão, considerando este conteúdo da microscopia, foi efetiva.

Palavras-chave: Recursos didáticos, Deficiência visual, Microscopia, Cicatrização.

Abstract

Individuals with visual impairments may benefit differently from the learning process through stimuli and the activation of multiple sensorial channels, as well as through the creation of a metamodal structure of the nervous system. This project introduces a construction process for learning materials that allow for the inclusion of visually impaired students in practical classes on the subject of healing process. These materials were created in sections which included the selection of resources and materials; selection of structures and fundamental processes to be translated from light stimulation into mechanical stimulation; standardization of the components to be studied and the steps to be taken to use the materials; and performance of short-, mid-, and long-term assessments. The healing process is represented in models made with Paraná paper and other assorted materials to stimulate discernment by touch considering the aspects of texture, roughness, size, and distance. We conclude that the learning resource created prompted motivation, engaged cognitive structures in favor of tactile comprehension, and generated a short-, medium-, and long-term memory. The impact of introducing the material to students was significant not only because they were able to “acquire” content and grades, but also because it promoted student resilience. Therefore, by considering this content within the realm of microscopy, the inclusion has been proven effective.

Keywords: Learning resource, Visual impairment, Microscopy, Healing process.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14244/198271991216

____________

Propriedade Intelectual

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Para mais informações, consultar: https://br.creativecommons.org/

____________

REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007- . Publicação contínua. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br