Notícias


Dossiê Educação em prisões: experiências educativas, formação de professores e de agentes socioeducativos

 
Timothy Denis Ireland
e5383022
 
Elenice Maria Cammarosano Onofre
e5345023
 
Publicado: 2021-03-25 Mais...
 

ATENÇÃO! Prorrogado o prazo para 20/12/2020 do Edital de chamada de submissões para o dossiê “Formação de professores alfabetizadores: políticas, saberes e práticas”.

 

No período de 25/09/2020 a 20/12/2020 a Revista Eletrônica de Educação (Reveduc-UFSCar) do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos receberá submissões de trabalhos de autores interessados na temática “"Formação de professores alfabetizadores: políticas, saberes e práticas"”.     

Descrição do dossiê

O Dossiê "Formação de professores alfabetizadores: políticas, saberes e práticas" tem por objetivo reunir textos que discutem sobre a formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental, apresentar discussão teórica a respeito das políticas, dos saberes e das práticas envolvidos nas formações inicial e continuada do profissional que atua na alfabetização. Ainda, estudos e pesquisas que versem sobre a alfabetização de crianças, jovens e adultos, no tocante às suas políticas e iniciativas, aos processos curriculares e de avaliação, ao acompanhamento e investigação das práticas docentes e à construção histórica dos saberes da área. Para isso, os textos podem envolver reflexão teórica das políticas públicas para a área da alfabetização e da formação docente, abordagem sobre as propostas didático-metodológicas das formações, de ações e programas específicos para a alfabetização e a formação de alfabetizadores, dos saberes e práticas docentes enfim, olhares reflexivos que tangenciam discussões sobre as políticas de alfabetização e de formação docente, o letramento, o contexto de formação e atuação do professor alfabetizador, as práticas e saberes alfabetizadores.

Muitas discussões sobre o fracasso que o país tem enfrentado na educação pública terminam, quase sempre, na recomendação de formar profissionais bem preparados para a tarefa de educar. O estudo da formação inicial e continuada de professores envolve um número considerável e crescente de autores (PERRENOUD, 1999, 2000, 2001; NÓVOA, 1991; TARDIF, 2002; CANDAU, 1997, dentre outros), que apontam ora para a insuficiência da formação inicial para o desenvolvimento profissional do professor - mesmo a que é realizada em nível superior -, ora para a necessidade de se levar em conta os saberes dos professores ou, ainda, para a necessidade de tornar a escola o local privilegiado de formação docente.

Assim, a formação do professor, em constante reflexão sobre sua prática, é condição fundamental, que se expressa em sua plenitude quando associada ao compromisso político e ético do profissional com sua escola. Pensamos na formação continuada, aliada à formação inicial, em um contínuo processo de ação reflexão ação, que busca seu conteúdo no encontro da prática pedagógica com o conhecimento teórico.
 
Publicado: 2020-09-22 Mais...
 

Edital de Chamada para submissão de trabalhos ao Dossiê temático “Práticas educativas emergentes: Desafios na contemporaneidade”

 

Dossiê temáticoPráticas educativas emergentes: Desafios na contemporaneidade

No período de 25/09/2020 a 25/11/2020 a Revista Eletrônica de Educação (Reveduc-UFSCar) do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos estará recebendo submissões de trabalhos de autores interessados na temática “Práticas educativas emergentes: Desafios na contemporaneidade”.     

Descrição do dossiê

Este dossiê tem a intenção de compartilhar práticas educativas emergentes identificadas em diferentes contextos, níveis e modalidades educacionais, que apresentam reflexões teóricas em congruência com a contemporaneidade. Atualmente, evidenciamos metodologias pedagógicas consideradas tendências na Educação, determinando os processos de ensino e de aprendizagem, definindo artefatos e desenvolvendo estratégias que servem de marketing para instituições e que definem políticas, com pouca conotação epistemológica e congruência com o cotidiano. Essas metodologias são “adotadas” pelos professores, sem as devidas ressignificações que emergem numa práxis estabelecida na relação entre professor, estudante, conhecimento e realidade.

Para tanto, com este dossiê temos a pretensão de estabelecer o diálogo entre as práticas educativas, para configurar o espaço de aprendizagem pedagógico e tensionar a realidade. Logo, as práticas pedagógicas não dizem respeito somente aos professores, mas aos estudantes, direção e comunidade, pois envolve a ação e a reflexão nos processos de ensino e de aprendizagem.

Assim, convidamos para o diálogo as práticas educativas que se inventam e reinventam na imprevisibilidade; que buscam reflexões ontológicas, epistemológicas e metodológicas de maneira coerente e aberta; que se movimentam na dinâmica como um conjunto de engrenagens que fazem dos processos de ensino e de aprendizagem uma interação; e que se (re) transformem nas emergências da sociedade contemporânea.

Pensar as práticas educativas como um conjunto de práticas e suas gestões desenvolvido em diferentes contextos educacionais, consiste em participar da configuração do novo ecossistema de maneira auto-eco-organizadora, ou seja, articulando o ser humano, os elementos e o mundo.
 
Publicado: 2020-09-21 Mais...
 

Seções desativadas na Revista Eletrônica de Educação

 
A partir de março de 2020 a Revista Eletrônica de Educação fez alteração na sua política editorial e estará considerando para análise apenas submissões nos formatos de artigos científicos, ensaios e dossiês quando for o caso. No entanto, as submissões em outras seções, que foram postadas até a data de 02/03/2020, continuarão seu processo normal de avaliação.  
Publicado: 2020-03-02
 
1 a 4 de 4 itens